Entrevista a Hugo Bettencourt

“Foi uma experiência cinco estrelas que me ajudou imenso”

FameLab Portugal

"Falei sobre o cerebelo e a importância do seu estudo para a área da saúde."

Hugo Bettencourt

“Sempre achei as áreas da educação e comunicação bastante interessantes, sonho desde jovem em incorporar um pouco destas duas áreas na minha carreira científica”, declara Hugo Bettencourt, aluno do mestrado integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica, finalista do concurso FameLab Portugal 2017.

O que o levou a participar?

Hugo Bettencourt (HB) - Não sabia da existência do FameLab até uma professora - Raquel Conceição -, ter-me indicado e incentivado a participar, pois achava que o concurso seria ideal para mim! Pesquisei acerca do concurso e achei muito bom ser possível frequentar uma masterclass em comunicação. Por isso, não perdi tempo e comecei a preparar o texto para o vídeo que submeti uns dias antes da data final de entrega, depois de muitos takes sem sucesso com a minha irmã mais nova a segurar na câmara!

De que trata o tema que apresentou?

HB - Falei sobre o cerebelo e a importância do seu estudo para a área da saúde. Algumas das suas funções principais já são conhecidas como, por exemplo, o equilíbrio e o movimento, mas ano após ano têm aparecido cada vez mais provas que indicam o seu envolvimento em funções mais complexas, entre as quais a memória e a navegação espacial. No entanto, o impacto exato do cerebelo nas suas funções ainda se encontra por descobrir completamente, por isso achei necessário colocar o cerebelo num “altar” para que as pessoas partilhem o mesmo entusiasmo por este mistério cerebral que eu!

Como se prepararou?

HB - A minha preparação consistiu em falar com as paredes do meu quarto e apresentar umas dezenas de vezes para os meus amigos e familiares. Também tive uma ajuda muito grande de professores que deram dicas muito valiosa, algumas no dia anterior, que me fizeram mudar grande parte do texto da apresentação. Tenho a certeza que fortaleceram a minha apresentação na semifinal.

A Comunicação de Ciência é uma área do seu interesse e em que pretende continuar a adquirir competências? Que importância lhe atribui?

HB - Sempre achei as áreas da educação e comunicação bastante interessantes, sonho desde jovem em incorporar um pouco destas duas áreas na minha carreira científica. No meu futuro vejo muita investigação científica e noites em laboratórios, mas não descarto, de todo, uma carreira em Comunicação de Ciência, fico até muito entusiasmado com a ideia!

O que foi mais gratificante, nesta participação?

HB - Foi, sem sombra de dúvida, participar na masterclass com o Malcolm Love. Permitiu-me fortalecer determinados aspetos das minhas apresentações, bem como conhecer os restantes finalistas. Houve logo uma conexão entre todos nós e ficámos muito unidos desde o início, até aconteceu depois da aula irmos passear por Lisboa. Estes foram, sem dúvida, os pontos altos, na minha opinião.

E o mais difícil?

HB - Combater o nervosismo foi uma batalha. Achei que muitos dos erros que cometi na semifinal podiam ter sido evitados se não tivesse tão nervoso. Houve momentos em que me esquecia do que estava a dizer e tinha de me mexer para voltar ao ponto-chave, o que fez com que parecesse que não conseguia parar quieto. Algo que sinto que melhorei muito desde então, muito graças à participação na masterclass.

Que balanço faz da masterclass?

HB - Foi uma experiência cinco estrelas que me ajudou imenso, não só como comunicador. Ajudou em pontos tais como lidar com nervosismo e combater aquele monstrinho que aparece sempre nas piores alturas. Nunca vou a vou esquecer!

Raquel Salgueira Póvoas, Área de Comunicação e Imagem
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Fotografia de alunos procuram informações junto a uma banca no átrio do C3

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas