Prémio Test-of-Time

Informáticos distinguidos internacionalmente na área da confiabilidade

codigo html

Aplicar diversidade de softwares é uma das formas de combater os ataques informáticos

Unsplash - Markus Spiske

OS Diversity for Intrusion Tolerance: Myth or Reality?” foi a pergunta à qual cinco cientistas da área da Informática procuraram dar resposta em 2011, durante a 41st International Conference on Dependable Systems & Networks (DSN), uma iniciativa promovida pelas organizações IEEE e pela IFIP. Decorridos dez anos desde a publicação do artigo, este feito valeu-lhes o prémio Test-of-Time, atribuído em junho deste ano, durante a 51ª edição DSN da referida conferência internacional.

Alysson Bessani e Nuno Neves, professores do Departamento de Informática (DI) e investigadores do LASIGE Ciências ULisboa, são coautores do artigo premiado, juntamente com Miguel Garcia, à data aluno de mestrado em Informática na Ciências ULisboa; Ilir Gashi, investigador do Center for Software Reliability da City, University of London, no Reino Unido onde preside o Departamento de Ciência da Computação; e Rafael Obelheiro, investigador do Departamento de Ciência da Computação da Universidade do Estado de Santa Catarina, no Brasil.

 O artigo “High-performance broadcast for primary-backup systems”, da autoria de Flavio P. Junqueira, Benjamin C. Reed e Marco Serafini, foi igualmente merecedor deste prémio internacional.

Miguel Garcia entrou na Ciências ULisboa em 2006 onde se licenciou em Tecnologias de Informação, fez o mestrado em Informática e terminou, em 2019, o doutoramento na mesma área, Informática. Atualmente é engenheiro de software na Sensei, onde também aplica os conhecimentos em confiabilidade.

Alysson Bessani é professor do DI Ciências ULisboa, doutorado pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Foi professor visitante na Universidade de Carnegie Mellon em 2010 e investigador visitante no laboratório da Microsoft Research Lab - Cambridge em 2014. É um dos cofundadores da Vawlt, uma das empresas incubadas no Tec Labs.

Nuno Neves é professor e presidente do DI Ciências ULisboa, doutorado em 1998 pela Universidade de Illinois Urbana-Champaign, nos EUA. É membro da Conselho Coordenador do LASIGE Ciências ULisboa, lidera um dos grupos desta unidade de investigação - Navigators - e preside ao Technical Committee on Dependable Computing and Fault Tolerance do IEEE.

“O prémio foi o reconhecimento de um trabalho em que investimos muito esforço na altura. É muito gratificante ver esse trabalho ser reconhecido pela comunidade de confiabilidade em sistemas e redes.” Alysson Bessani

“OS Diversity for Intrusion Tolerance: Myth or Reality?” procura demonstrar de que forma é possível reduzir as vulnerabilidades dos sistemas a ataques informáticos através da utilização de diferentes sistemas operativos (SO).

Para os menos entendidos na matéria, é melhor “trocar isto por miúdos”. Os sistemas replicados/réplicas, isto é, servidores com informações redundantes, atuam como um só servidor. No entanto, se todas as réplicas forem iguais no seu software, também as vulnerabilidades e bugs são iguais em todas as suas réplicas, e o sistema fica mais exposto a ataques maliciosos. Desta forma, a replicação como solução para as falhas e intrusões deixa de ser eficaz.

Antes do surgimento deste estudo, vários trabalhos na área da confiabilidade assumiam que existiria algum tipo de mecanismo de diversidade capaz de eliminar essas falhas, mas praticamente nenhum dos trabalhos oferecia evidências para suportar esta hipótese. Neste artigo os autores tentam dar resposta a esse problema, demonstrando, com base em dados reais de vulnerabilidades, que a diversidade de sistemas operativos (exemplos: Windows, Linux, BSD) é eficaz na redução de vulnerabilidades comuns em sistemas replicados. Na prática, aplicar diversidade de software “dificulta a vida” a um atacante.

Na pesquisa, os investigadores analisaram dados do National Vulnerability Database (NVD), a base de dados do National Institute of Standards and Technology (NIST), tendo analisado dados de 11 SO distintos, num período de 15 anos.

Alysson Bessani afirma que, aquando da sua publicação, o artigo “dava uma resposta fundamentada para um problema identificado há alguns anos, substanciando com dados intuições que os investigadores da área já tinham”. Como explica o cientista, foi por isso um trabalho inovador, com impacto sentido ao longo dos anos, tanto pela sua publicação no âmbito da conferência, como mais tarde, com a edição da sua versão extensa na revista Software: Practice and Experience, publicada online na Wiley Online Library em 2014.

O artigo acabou por se tornar uma referência na área da Informática para motivar a implementação de diversidade nos SO dos sistemas replicados, tendo sido alvo de diversas referências em citações noutros trabalhos posteriormente publicados sobre o tema.

 O Test-of-Time é um prémio concedido a dois artigos de maior impacto na área dos sistemas confiáveis e pesquisa de computação de redes, que tenham sido publicados na conferência internacional da DSN há dez anos. O prémio é atribuído anualmente desde 2019 e terá a sua próxima edição em 2022, em Baltimore, nos EUA, durante a 52ª edição da IEEE/IFIP DSN.

prémio test-of-time
Prémio Test-of-Time 2021
Fonte AB

Marta Tavares, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

Páginas