Internacionalização

Diretor-geral do EMBL visita laboratórios da FCUL

Iain Mattaj, diretor-geral do EMBL
GCIC-FCUL

Um dos objetivos estratégicos da FCUL para 2009/2013 consiste em promover a internacionalização da FCUL. Por isso, foi com especial motivação que a Direção da Faculdade recebeu a visita de Iain Mattaj, diretor-geral do emblemático laboratório europeu para as Ciências da Vida, o European Molecular Biology Laboratory (EMBL), no passado dia 6 de fevereiro.

Ao longo dos anos, o EMBL tem desenvolvido diversas parcerias institucionais, baseadas na partilha de metas e sinergias científicas ou de complementaridade. A propósito da sua presença em Portugal, Ian Mattaj esclarece que estão “a discutir, com a Faculdade, mais oportunidades de colaboração entre as duas instituições”.


Fonte: FCUL
Legenda: Durante a passagem pela Faculdade, o representante máximo do EMBL ficou a par das atividades desenvolvidas na Faculdade

Para a FCUL, a cooperação com organizações académicas e científicas internacionais tem possibilitado a mobilidade de alunos, o financiamento de projetos de I&D, a implementação de experiências e missões, a gestão de redes e ainda a organização de reuniões especializadas internacionais nos mais variados domínios científicos e tecnológicos. Nesse sentido, a instituição deu a conhecer as atividades aqui desenvolvidas e abriu as portas dos laboratórios de Microscopia e do Biofig ao representante máximo do EMBL.

Depois de familiarizado com o ambiente de trabalho e as particularidades daqueles laboratórios, Iain Mattaj foi perentório na sua apreciação: “Estou impressionado com a energia que existe na Faculdade e o número de pessoas que aqui trabalham. Acho que estão bem organizados para trabalhar em equipa, em diferentes áreas, o que é impressionante e bastante útil!”.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda:  Iain Mattaj, conheceu os laboratórios de Microscopia e do Biofig

Com o objetivo de manter uma rede mundial de contactos com as pessoas que fizeram parte do EMBL, para o benefício dos membros da associação e funcionários, a instituição criou em 1999 a Alumni Association.

A associação tem um papel importante no apoio a antigos membros da comunidade EMBL, mantendo uma rede mundial de pessoas que partilham entre si experiências, conhecimentos, oportunidades de trabalho, através de encontros, conferências e por exemplo seminários.

No portal institucional, é possível ficar a conhecer o percurso de alguns desses alunos bem como a sua opinião sobre a passagem pelo EMBL, como é o caso de Matthias Mann: “O EMBL foi uma das duas etapas mais importantes da minha vida (o meu doutoramento foi a outra), dando-me a oportunidade de desenvolver a nossa tecnologia bem como conhecer pessoas que ainda hoje fazem parte da minha rede de contactos na Europa. Estávamos todos juntos nesta casa de talentos, num dos momentos mais impressionantes das nossas vidas”.

Em julho, a FCUL será o palco de um dos eventos desta associação, recebendo antigos alunos do EMBL. Antes de regressar à Alemanha, Iain Mattaj deixou uma mensagem a todos os investigadores: “O laboratório está aberto a todos aqueles que fazem parte dos nossos estados membros. Por isso, vale a pena explorá-lo para que possam decidir que áreas se encaixam em cada perfil e decidir se se querem candidatar e vir para os nossos laboratórios”.

+ Sobre o EMBL…

Criado em 1974, com o objetivo de promover a Biologia Molecular em toda a Europa e de fornecer uma alternativa perante os EUA, como um local de trabalho para jovens biólogos moleculares, o EMBL é uma organização intergovernamental composta por 20 estados membro, entre eles, Portugal desde 1998, e um membro associado, a Austrália.

Atualmente é composto por nove unidades de investigação localizadas na Alemanha, Reino Unido, França e Itália. Nela trabalham cerca de 1400 funcionários de 60 países, representantes das áreas científicas de Biologia, Física, Química e Informática.

Um dos maiores feitos do EMBL aconteceu em 1995, quando Christiane Nusslein-Volhard e Eric Wieschaus, foram distinguidos com o prémio Nobel da Medicina pela investigação relativa à identificação dos genes responsáveis pela implementação do plano corporal de embriões de insetos.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Margarida Fortes, docente do Departamento de Biologia Vegetal de CIÊNCIAS dá uma aula em frente a um quadro com uma projeção imagética

Margarida Fortes, professora de CIÊNCIAS, visitou a Escola Secundária de Carcavelos para dar uma aula acerca da edição genética.

Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ)

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Páginas