MOONS Science Consortium Meeting em Lisboa

O encontro decorre no campus de Ciências

ACI Ciências

Tome nota

O IA participa no MOONS através da definição dos objetivos científicos, da construção de uma parte do instrumento e da sua integração no VLT.
Alexandre Cabral, investigador do DF, do Laboratório de Óptica, Lasers e Sistemas e do IA, é o responsável pelo desenvolvimento tecnológico e pela implementação da componente portuguesa do espectrógrafo.

O "MOONS Science Consortium Meeting" termina esta quarta-feira, dia 13 de setembro, após dois dias de reuniões. O encontro "à porta fechada" decorre no campus de Ciências e visa consolidar os casos científicos e discutir as estratégias de observação do espectrógrafo, cuja fase de construção arranca agora.

O consórcio MOONS junta vários parceiros do Reino Unido, Portugal, França, Itália, Chile e Suíça.

Em Portugal a fase de construção deste instrumento deve estender-se até ao verão de 2018. Após os testes globais na Europa, no final de 2020, o espectrógrafo deverá ser instalado num dos telescópios do Very Large Telescope (VLT) do ESO, o UT1, no Observatório do Paranal, no Chile.

MOONS servirá para observar cerca de 10 milhões de galáxias, permitindo dessa forma o estudo da formação e evolução destes sistemas ao longo da história do Universo.

Membros do consórcio MOONS

UK Astronomy Technology Centre, Royal Observatory of Edinburgh, Cavendish Laboratory e Institute of Astronomy da Universidade de Cambridge – Reino Unido
Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço – Portugal
GEPI, Observatoire de Paris – França
Centros de Florença, Bologna, Milano e Roma do Istituto Nazionale di Astrofisica – Itália
Centro de Astro-Ingeniería da Pontificia Universidad Católica de Chile – Chile
ETH Zürich, Institute for Astronomy e o Observatoire Astronomique de l'Université de Genève – Suíça
ESO

O espectrógrafo também permitirá sondar a estrutura da Via Láctea, observando estrelas até uma distância de 40 mil anos-luz, incluindo regiões obscurecidas por poeira, para a construção de um mapa tridimensional da nossa galáxia.

“Esta participação do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) no MOONS permitirá o acesso a algumas das melhores observações do Universo, assegurando que a investigação nacional continuará na próxima década numa posição de destaque no panorama internacional.”
José Afonso, investigador do Departamento de Física (DF) de Ciências e coordenador do IA

 

ACI Ciências com GCC do IA
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Pela primeira vez a Reitoria da UL abre as suas portas aos estudantes da cidade, organizando um evento noturno para alunos dos ensinos universitário e secundário.

A exposição está a partir de 26 de Abril no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

As provas de doutoramento em Biologia, especialidade de Microbiologia, da Mestre Egídia Maria Valente de Azevedo realizam-se no próximo dia 26 de Abril, pelas 10h:30 na Sala de Actos da

O grande momento do dia é a sessão solene, que inclui este ano o lançamento do segundo volume dos Professores Cientistas e a inauguração do Quadro de Honra.

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Páginas