Nevaro ganha bronze na China

Última Revisão —
 2.ª edição do prémio “Internet +” de inovação e empreendedorismo da China e países de língua portuguesa para estudantes universitários

Francisca Canais e Rita Maçorano, cofundadoras da Nevaro, viajaram até à China e participaram no concurso ganhando o prémio de bronze

Internet+

Futuramente a Nevaro pretende apresentar produtos que visem outros distúrbios de ansiedade, como o distúrbio compulsivo obsessivo e o stress pós-traumático; assim como para doenças neurológicas, como o autismo e o parkinson, por isso a equipa está à procura de novos colaboradores, nomeadamente estudantes que possam desenvolver projetos inseridos em teses de mestrado ou doutoramento. Se tem interesse por estas temáticas envie email - team@nevaro.tech - para a equipa.

A Nevaro, uma proto-company da Ciências ULisboa, fundada por Francisca Canais e Rita Maçorano, duas alunas do mestrado integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica (MIEBB), e por Hugo Ferreira, professor do Departamento de Física e investigador do Instituto de Biofísica e Engenharia Biomédica da Faculdade, participou na 2.ª edição do prémio “Internet +” de inovação e empreendedorismo da China e países de língua portuguesa para estudantes universitários, ganhando no final do concurso o prémio de bronze.

Tudo aconteceu no passado mês de outubro. As cofundadoras viajaram até à China, onde participaram neste concurso, tal como anunciado no blog do Tec Labs – Centro de Inovação da Faculdade onde está sediada a proto-company.

“Após vários momentos de pitch e apresentação do projeto, a NEVARO foi selecionada para a final do concurso, que decorreu na ‘Macao International Trade and Investment Fair’, onde recebeu o prémio de bronze! Este prémio é bastante importante para a proto-company, visto que foi uma ótima validação do interesse do mercado asiático nas soluções desenvolvidas, para além do reconhecimento do percurso e trabalho desenvolvidos até ao momento.”
Francisca Canais e Rita Maçorano

O primeiro produto da NEVARO, em fase de testes piloto, consiste numa ferramenta de complemento aos métodos convencionais de psicologia para tratamento de fobias. Especificamente, o intuito é que os psicólogos tenham ao seu dispor um método de dessensibilização fóbica que permita uma exposição gradual e controlada, com uma avaliação objetiva da ansiedade do paciente, colmatando assim as limitações dos métodos convencionais.

A NEVARO irá participar no programa de aceleração Protechting 4.0. O objetivo da Nevaro é ter oportunidade de realizar testes piloto com o grupo Luz Saúde e com a seguradora Fidelidade. Para além disso, beneficiará ainda de incubação na Beta-i, acesso à rede de mentores da organização, possibilidade de ter acesso a um roadshow internacional e cash prize.

“O paciente é exposto ao ambiente ou objeto que lhe causa ansiedade/medo, através de jogos de realidade virtual/aumentada que são diretamente controlados por biofeedback. Isto é, o nível de exposição no jogo aos triggers da ansiedade varia consoante os sinais fisiológicos do paciente (os seus sinais cerebrais e batimento cardíaco). Entre sessões na clínica ou no hospital, o paciente pode ainda utilizar a ferramenta, em formato app, em casa, sendo monitorizado remotamente pelo psicólogo”, explicam Francisca Canais e Rita Maçorano.

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Para melhor preparar a sua participação nas calls do Horizon 2020, deverá acompanhar e participar nos Info & Brokerage Events.

Os Work Programmes são a via para pré-selecionar calls do seu interesse.

Agora é Web of Science

“Tomar consciência da existência [de] necessidades e poder contribuir para satisfazer algumas delas é um privilégio que temos quando participamos neste tipo de projetos”, declarou o professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia, Jorge Maia Alves.

Campus da FCUL

Os programas doutorais em Matemática da Faculdade de Ciências e do Instituto Superior Técnico da nova Universidade de Lisboa são parceiros no âmbito do Programa LisMath, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Joana Almaça, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina e Diana Faria não têm dúvidas em afirmar que foram “contaminadas pelo ‘bichinho da ciência’”, por isso, os planos futuros passam por “contribuir para o conhecimento dos mecanismos responsáveis por algumas patologias dos humanos”.

De 4 de janeiro a 1 de fevereiro de 2014,  a Biblioteca do C4 também está aberta aos sábados, das 9h00

A FCUL abriu as portas do Departamento de Física aos alunos da Escola Secundária Vergílio Ferreira, de Lisboa. Durante uma manhã, 26 alunos do 12.º ano exploraram os mistérios da Física.

O percurso académico e profissional da cientista é marcado pela experiência profissional além-fronteiras.

Prémio ANACOM URSI Portugal 2013

O estudo “Técnica multimodal inovadora baseada em PEM-UWB para deteção de cancro da mama e respetiva classificação” é da autoria da cientista Raquel Conceição.

O trabalho da jovem cientista também passa pela criação de uma rede de investigadores europeia, que colabore no desenvolvimento de aplicações médicas na frequência de micro-ondas e agilize processos de ensaios clínicos e de comercialização de novos equipamentos médicos.

“Os ocupantes cumpriram as instruções, saíram do edifício de forma muito ordeira e a evacuação foi feita com rapidez”, declarou Júlia Alves, assessora para a Segurança do Trabalho na FCUL.

Marília Antunes

“[Tê-la na nossa equipa] é absolutamente enriquecedor e imprescindível para a boa continuação do nosso trabalho”, comenta Sandra Garcês, coordenadora do projeto "An Evidence-Based Approach to Optimize Therapeutic Decisions Involving Biological Drugs”, distinguido com o Prémio Pfizer de Investigação Clínica 2013, que contou com a participação da cientista da FCUL.

The European Commission has presented on December 11th  the first calls for projects under Horizon 2020, the European Union's €80 billion research and innovation programme.

Consulte as apresentações disponíveis.

 

Para além de Paulo Urbano o estudo contará com a participação de um bolseiro e a consultoria do investigador Joel Lehman, da University of Texas at Austin. O financiamento total excede os 22.000 euros.

Autores do artigo publicado no Journal of Catalysis

Carla D. Nunes, Cristina I. Fernandes, Marta S. Saraiva, Teresa G. Nunes e Pedro D. Vaz trabalham há dois anos num estudo que visa o desenvolvimento de catalisadores mais eficientes e facilmente separáveis para reciclagem.

A equipa do CAUUL, responsável por este projeto, tem como objetivo “construir um modelo do sistema climático de Vénus e colocar os resultados de vários anos de investigação à disposição da comunidade científica mundial”.

Cartaz

A investigação premiada tem como foco principal os doentes com Artrite Reumatoide.

FCUL recebe delegação russa

“Achei o encontro muito interessante. Na Rússia não há muito conhecimento sobre a educação em Portugal e hoje descobrimos muitos aspetos interessantes que podemos vir a aplicar na nossa estrutura de ensino”, comentou Predybaylo Bladislav, membro da delegação russa em visita à UL

Durante as férias de Natal, de 23 de Dezembro a 3 de Janeiro a biblioteca do C4 está aberta todos os dias úteis das 9:30h às 17:30h.

Um dos Prémios Pfizer de Investigação Básica 2013 foi atribuído ao projeto “Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", que tem como investigadora principal Margarida D. Amaral, professora do Departamento de Química e Bioquímica e um dos membros do BioFIG - Centro de Biodiversidade, Genómica Integrativa e Funcional da FCUL.

Rui Santos, Andreia Dias, Ricardo Santos, Dora Inácio e Hugo Ferreira

O conceito do projeto bioM surgiu durante o 2.º semestre de 2012/2013 no âmbito da disciplina Inovação e Transferência de Tecnologias.

João Lin Yun

João Lin Yun distingue-se na área da Física e da Astronomia. No seu currículo, diversidade de atividades organizadas e desenvolvidas dentro do território nacional e fora dele são um marco evidente. Para além da forte aposta na carreira profissional, a vida do professor da FCUL é marcada também pela escrita.

João Lin Yun

“Quando escrevo, há alturas em que as ideias e o material fluem de forma tão espontânea que me surpreendo com o resultado! É como se as personagens tomassem as rédeas e dissessem: ‘quero dizer isto e fazer aquilo!’ E eu limito-me a obedecer-lhes…”, comenta o professor da FCUL, João Lin Yun.

Páginas