Noite Europeia dos Investigadores 2016

Última Revisão —

O tema deste ano foi a “Ciência no dia-a-dia”

Tec Labs

O Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional de Ciências associou-se à Noite Europeia dos Investigadores através do debate "O matemático e poeta José Anastácio da Cunha", ocorrido na Pousada do Castelo, em Óbidos, no âmbito do FOLIO-MAIS: UTOPIA, Matemática e Literatura. Durante este acontecimento ocorreu ainda o workshop internacional “Mathematics and Literature”.

O “coração da cidade” foi invadido por uma “onda de ciência e tecnologia” em mais uma edição da Noite Europeia dos Investigadores. O tema deste ano foi a “Ciência no dia-a-dia”.

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, o Instituto Dom Luiz, o BioISI – Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas, o Tec Labs – Centro de Inovação e a unidade de microscopia de Ciências foram algumas das entidades que aderiram ao acontecimento ocorrido em simultâneo no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, no Jardim do Príncipe Real, no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, e ainda no Porto, Braga, Funchal, entre outros locais do país.

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, para além de ter decorado o espaço com a sua reprodução do sistema solar à escala, convidou os participantes a descobrirem a astronomia e a forma como esta se encontra presente no nosso quotidiano permitindo a observação do céu noturno a partir dos telescópios nos telhados do Museu.

As atividades promovidas pelo Instituto Dom Luiz deram a conhecer a forma como as escolhas diárias podem contribuir para um ambiente mais sustentável, seja com a bicicleta de fitness, que gera energia ou com o jogo de tabuleiro. Outra atividade com muita adesão foi aquela que permitiu aos mais novos perceber como acontecem os sismos e os tsunamis.

Noite Europeia dos Investigadores é uma iniciativa anual promovida pela Comissão Europeia no âmbito das Ações Marie Curie. Este ano ocorreu na sexta-feira, 30 de setembro e juntou muitos cientistas de diferentes áreas, destaque ainda para as atividades promovidas pelo Centro de Química e Bioquímica, MARE e cE3c.

O BioISI promoveu duas atividades que demostram a diversidade do Instituto. “Robôs que comunicam com abelhas e peixes” teve como objetivo dar a conhecer a forma como se estabelece uma sociedade robótica capaz de desenvolver canais de comunicação com sociedades de animais. A outra atividade deu a conhecer o trabalho desenvolvido com doentes de fibrose quística na procura de tratamentos personalizados que sejam eficazes no tratamento das suas mutações genéticas específicas.

No stand do Tec Labs – Centro de Inovação e incubadora de empresas de Ciências foi possível descobrir a ciência por detrás de uma fórmula inovadora de produtos cosméticos, conhecer os recursos naturais do planeta e como podemos e devemos preocuparmo-nos com o seu uso sustentável e, ainda, como podemos aplicar os polímeros em várias situações do dia-a-dia, nomeadamente nas hortas lá de casa.

Por fim, a unidade de microscopia de Ciências organizou uma ação intitulada “O mundo invisível das flores” onde foi possível observar em microscópios óticos e eletrónicos as estruturas de flores e de insetos.

Rita Tomé, Tec Labs com ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas