Tom Henfrey, Giuseppe Feola, Gil Penha-Lopes, Filka Sekulova e Ana Margarida Esteves publicam na Sustainable Development

Comunidades assumem papel fundamental no cumprimento dos ODS

Artigo publicado no âmbito de relatório da rede ECOLISE, da qual Ciências ULisboa faz parte

Última Revisão —
grupo de pessoas

As iniciativas lideradas por comunidades atuam diretamente nas questões relacionadas com os ODS

Cristiano Bottone [Municipalities in Transition]

Este ano foi publicado na Sustainable Development o artigo "Rethinking the sustainable development goals: Learning with and from community-led initiatives", no âmbito do relatório “Reshaping the Future: How local communities are catalysing social, economic and ecological transformation in Europe”, publicado pela ECOLISE, uma rede europeia de iniciativas comunitárias com enfoque na ação climática e sustentabilidade e da qual Ciências ULisboa faz parte.

Ciências ULisboa está comprometida com os ODS, nomeadamente através da realização de cursos de formação avançada, não conferentes de grau, realizados em parceria com várias entidades, nas áreas da Sustentabilidade Ambiental, Saúde, Segurança Alimentar, Competências Digitais, Acessibilidade e Segurança em Laboratório, destaque para os cursos com candidaturas abertas.

O relatório - apresentado em 2019 e que serviu de base ao artigo publicado em agosto passado -, foi o primeiro a ser escrito sobre ações climáticas lideradas por comunidades europeias. O relatório foi liderado por Gil Penha-Lopes, investigador da Faculdade e do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) e por Tom Henfrey, investigador do cE3c. Ambos assinam o artigo, juntamente com Giuseppe FeolaFilka Sekulova e  Ana Margarida Esteves.

Gil Penha-Lopes explica que a ideia para a produção do artigo surgiu com o objetivo de traduzir o trabalho para artigos científicos, trazendo para o mundo científico alguns dos resultados apresentados no relatório, cujos dados indicam que as iniciativas de base comunitária promovem o alcance de todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos em 2015 pela ONU. O cientista  diz ainda que em vários casos, as iniciativas comunitárias vão além dos ODS, face a sérias limitações estruturais que apresentam, enquanto guias de monitorização para atingir uma sociedade mais sustentável.

O artigo promove ainda uma reflexão sobre as crenças e princípios que estão na base do desenho dos ODS. Na perspetiva dos autores, os ODS foram estruturados com base em princípios antiquados, resultando em metas e indicadores pouco adequados. Com a publicação deste artigo, os autores pretendem contribuir para apoiar de uma forma mais significativa o trabalho político realizado pela ECOLISE junto da Comissão Europeia e Comité para as Regiões Europeu, entre outros.

Duncan Crowley, investigador do cE3c, faz atualmente parte do conselho da ECOLISE, tendo sido copresidente da mesma entidade em 2021. Gil Penha-Lopes também integrou este conselho em 2019.

Há vários anos que as comunidades europeias iniciaram uma reflexão profunda sobre as reais causas da crise sistémica atualmente sentida. As ecovilas, por exemplo, iniciaram uma reflexão sobre como é viver em comunidade, abordando principalmente o desenvolvimento humano e as relações sociais e organizacionais; o movimento de permacultura refletiu sobre como regenerar os sistemas ecológicos e produzir alimentos de uma forma que nutra os próprios sistemas ecológicos; e o movimento de transição debruçou-se sobre como viver após a abundância da energia fóssil, trazendo propostas de médio prazo para a transição energética ao nível local.

Dia Europeu das Comunidades Sustentáveis

Em setembro celebrou-se o Dia Europeu das Comunidades Sustentáveis, para o qual as comunidades locais foram convidadas a participar, com organização de ações ambientais tais como dias abertos, conferências, passeios, espetáculos, exibições de filmes, refeições partilhadas, apanha de fruta, entre outros. O dia foi comemorado por hortas comunitárias, cooperativas de energia, cafés, igrejas, ecovilas, associações de moradores, grupos de permacultura, festivais de artes, escolas, universidades, grupos de cidades em transição. Este ano o foco foi dado a iniciativas lideradas por jovens, uma vez que a celebração coincide com o Ano Europeu da Juventude. Pesquisas demonstram que iniciativas como estas são altamente eficazes na redução da pegada ecológica, na construção de capital social, potenciando as economias locais.

Marta Tavares, Gabinete de Jornalismo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Branca Edmée Marques, cientista alumna de CIÊNCIAS

Branca Edmée Marques, alumna de CIÊNCIAS, será homenageada no dia 20 de junho pelos Museus da Universidade de Lisboa

Margarida Fortes, docente do Departamento de Biologia Vegetal de CIÊNCIAS dá uma aula em frente a um quadro com uma projeção imagética

Margarida Fortes, professora de CIÊNCIAS, visitou a Escola Secundária de Carcavelos para dar uma aula acerca da edição genética.

Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ), com vista à cooperação científica em várias áreas de interesse comum.

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Páginas