Challenge4you

Jovens com “respostas na ponta da língua"

Challenge4you desafiou estudantes dos cinco aos vinte anos
GCIC-FCUL

Jovens entre os cinco e os 20 anos de idade foram desafiados a aprender com divertimento à mistura, o resultado: respostas na ponta da língua no que à temática da União Europeia diz respeito. A sabedoria dos 114 candidatos foi avaliada durante a final nacional do Challenge4you, no Tec Labs - Centro de Inovação, sediado no campus da FCUL.

A iniciativa, ocorrida a 17 de maio e levada a cabo pela Science4you, insere-se no plano estratégico de comunicação da União Europeia e tem como principal objetivo a divulgação de conhecimento relativo à União junto de escolas de todo o país e também de instituições sénior. Desta forma, durante um ano, a Science4you fez chegar de forma gratuita a turmas do 1.º, 2.º, 3.º ciclos, ensino secundário e instituições sénior, materiais didáticos assentes num formato de pergunta resposta (quizzes) centrados no lema “União Europeia Cultura e Cidadania”.

O desafio seguiu um esquema de atividades piramidal, inicialmente com a participação dos alunos por turma, após a apuração dos vencedores, a nível concelhio e, por fim, a final nacional.

Para Fernando Alves, coordenador do desafio, este tipo de iniciativas é importante porque “permite ensinar a temática de uma forma apelativa a crianças e jovens. Os conteúdos são apreendidos enquanto os alunos se divertem, não há melhor forma de o fazer. Isto é especialmente importante neste caso, pois a União Europeia não é propriamente o tema mais apelativo para o público jovem. Julgo que no final podemos afirmar que a União Europeia se tornou num tema menos árido”.

O projeto alcançou diretamente 127000 participantes, entre eles 4281 turmas de todo o país, bem como 21 entidades seniores.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: Para além dos conteúdos estruturais, os quizzes tiveram um grande enfoque nas dimensões cultural e de cidadania

“Não só é um estímulo à participação dos alunos em atividades que os obrigam a desenvolver diferentes destrezas, entre elas a participação oral, como os obriga a raciocinar rapidamente. E, para mim em particular, tem especial importância já que vejo que os conteúdos aqui abordados fazem parte do currículo da disciplina de Geografia e, por conseguinte, do exame nacional”, declarou na ocasião Margarida Silva, professora de Geografia do Centro de Estudos de Fátima.

A atividade, onde estiveram representadas 32 escolas e agrupamentos escolares de todo o país, foi assinalada num dia envolvido em interesse e entusiasmo por parte dos alunos e professores pertencentes ao projeto.

Adriana Pereira de 17 anos, a frequentar o 11.º ano no Centro de Estudos de Fátima, deu conta da sua envolvência no projeto: “Toda a experiência foi divertida, gostei de passar pelas várias etapas com os meus colegas e serviu para aprendermos bastantes coisas novas. Aquilo que aqui aprendemos faz parte da cultura geral e todos nós devemos ter algumas ideias sobre o local onde estamos inseridos e sobre esta União de que todos fazemos parte e que tanto nos ajuda”.

O evento contou ainda com a presença do secretário de estado do Ensino Básico e Secundário, João Grancho.

Quanto aos vencedores, destacaram-se os alunos das escolas Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão, Vila Real e Agrupamento de Escolas de Sátão e EsproMinho, Braga/Viana do Castelo.

Maria Pereira, uma das vencedoras de 11 anos, da Escola Ferreira Lapa, pertencente ao Agrupamento de Escolas de Sátão, revelou, no final do desafio, a preparação do grupo para o alcance da vitória: “A estratégia foi ter calma e não nos precipitarmos na resposta. Ficámos muito felizes! E, para além de aprendermos mais sobre a União Europeia, aprendemos também mais sobre o nosso País”.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: José Ferreira, Tomás Vieira e Maria Pereira com 12 anos e pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Sátão, foram um dos grupos vencedores

Para além dos conteúdos estruturais, os quizzes tiveram um grande enfoque nas dimensões cultural e de cidadania o que permitiu “[abrir] novos horizontes aos alunos promovendo o papel cívico mais ativo de cada um”, explicou Fernando Alves.

No culminar da ação, os alunos de “resposta na ponta da língua” confessaram levar consigo na viagem de regresso “conhecimentos importantes” e, sobretudo, um “fortalecimento do sentido de cooperação entre colegas”, fomentado pela constante interação e convívio que a atividade exigiu.
 

Listagem de vencedores do Challenge4you

1.º ciclo

Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão

Inês João Guimarães Pires- 6 anos
Rafael Rego Costa- 6 anos

2.º ciclo

Agrupamento de Escolas de Sátão

José Miguel Figueiredo Ferreira, 12 anos
Maria Leonor Monteiro Pereira, 12 anos
Tomás Diogo da Silva Vieira, 12 anos

Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão

Carlos Miguel Costa Rebelo Silva-12 anos
Rui Pedro Pinto Alves-13 anos
José Carlos Ribeiro Teixeira- 12 anos

3.º ciclo

EsproMinho – Escola Profissional do Minho

Ana Sofia Gomes - 20 anos
Ana Catarina Silva - 17 anos
Kimberly Soraia Rodrigues

+ Challenge4you

“Acho que na situação atual em que vivemos, é bom sabermos mais sobre a realidade dos outros países”, Pedro Faísca, 11.º ano, Escola Secundária José Belchior Viegas - São Brás de Alportel

“Este projeto que envolve cidadania, cultura e União Europeia é muito relevante para os jovens destas idades. Todos eles aderiram muito bem à iniciativa!”, Maria Salomé Rocha, professora de Economia do Colégio Maria Amália Vaz de Carvalho – Lisboa

“Foi interessante, eles ficam desde cedo com um noção do que é a União Europeia, o que será importante para o seu futuro”, Maria José Ferreira, professora do 3.º ano da Escola EB1 de Miramar - Vila Nova de Gaia

“Foi bastante produtivo, ficámos preparados para todas as questões. Conseguimos criar laços entre nós e com os adversários”, Vânia Reis, 11.º ano, Centro de Estudos de Fátima

“Gostei de tudo, aprendemos, interagimos com outras pessoas e conhecemos aquilo que nos rodeia. A União Europeia é algo que está sempre em transformação e devemos conhecer bem”, Damião Frazão, 11.º ano, Centro de Estudos de Fátima

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
lâmpada

"Criar, transferir e valorizar economicamente o conhecimento científico" é a causa primária do renovado centro de inovação, situado no campus da FCUL.

Hoje, quarta-feira, dia 10 de Outubro de 2012, registou-se uma quebra no acesso à Internet pelas 17h00 por cerca de 5 minutos.

A causa foi externa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e ainda não fomos informados das suas causas.

Estão abertas três vagas para bolseiros para a Unidade de Informática

Imagem do professor J. Sebastião e Silva

O Departamento de Matemática da FCUL apresenta obras selecionadas de personalidades da nossa história, nomeadamente os Compêndios de Matemática e os respetivos Guias para professores de José Sebastião de Silva, cujos direitos patrimoniais foram cedidos à Faculdade por um período de 30 anos.

Devido a uma avaria no equipamento de Videoconferência, o serviço encontra-se interrompido por tempo indeterminado. Pedimos desculpa pelo incómodo causado.

Alunos aguardam a sua vez na fila para as inscrições

Este ano, durante a 1.ª fase de inscrições, foi realizado um inquérito a 845 estudantes. De acordo com os resultados obtidos, o reconhecimento da competência científica (25%), a localização (22%) e a nota de candidatura (22%), foram determinantes na escolha da FCUL.

Abertura de Concurso para uma posição de substituição de Doutor Ciência na CFNUL na área Física Nuclear – Reações Nucleares, ver anúncio em http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx?task=global&job

A FCUL dá as boas-vindas aos novos alunos, após o arranque do novo ano letivo, a 17 de setembro.

Filipe Duarte Santos - Professor Catedrático e Jubilado do Departamento de Física e Director do SIM

Imagem de perfil de Maria Filomena Camões, professora do DQB-FCUL

Maria Filomena Camões, professora do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, assina um artigo sobre a criação do Instituto Nacional de Metrologia da Colômbia e a inauguração de um laboratório do qual é madrinha.

Guiomar Evans - Prof. Auxiliar do Departamento de Física e Investigadora do Centro de Física da Matéria Condensada

A missa do 30.º dia em memória de José Manuel Pires dos Santos, professor aposentado do Departamento de Informática da FCUL, realiza-se a 11 de setembro, pelas 19h00, na Igreja da Luz, em Carnide.

Toda a morte, mesmo a anunciada, é uma surpresa. Um misto de espanto e de descrença como se não fosse possível acontecer.

As actividades da Semana Zero do DEGGE têm lugar nos dias 12, 13 e 14 de Setembro.

Bolsas Universidade de Lisboa / Fundação Amadeu Dias

Em cinco anos, a UL e a FAD apoiaram 134 projetos. A Faculdade de Ciências distingue-se com o maior número de alunos e respetivos trabalhos distinguidos, setenta.

Apresentações públicas do Programa de Doutoramento em Biologia

Apesar do próximo ano letivo começar já dia 17 de setembro, a FCUL ainda está a receber candidaturas de alunos interessados nos seus cursos pós-graduados.

Centro de Dados da FCUL

Tal como anunciado em julho, a modernização do Centro de Dados da FCUL foi realizada durante os meses de verão e está prestes a terminar.

Vela

Aos familiares, amigos e colegas a FCUL apresenta as sinceras condolências.

Fluxo de energia bancária

“O princípio de que aumentar o capital dos bancos favorece a estabilidade bancária, para além de estar errado, penaliza países como o nosso de forma ainda mais gravosa”, refere em entrevista Pedro Gonçalves Lind, um dos autores do regular article “The Dynamics of Financial Stability in Complex Networks”.

Os cidadãos estrangeiros abrangidos pelos programas “Erasmus Mundus” e “Ciência sem Fronteiras” podem ter autorização de residência em menos de 15 dias e direito à mobilidade no espaço da União Europeia.

Jardim

Através do sistema Concursos pode aceder a mais informações sobre o convite publicado no Jornal Oficial da União Europeia.

Vela

Aos familiares, amigos e colegas a FCUL apresenta as sinceras condolências.

Adultos e criança em atividade da Ciência Viva no Verão

Até 15 de setembro, a iniciativa Ciência Viva no Verão percorre o País organizando mais de 1700 atividades científicas gratuitas para toda a população. As inscrições permanecem abertas até 15 de setembro, de acordo com o calendário de atividades. Nesta altura, já são mais de 20 mil os inscritos.

Páginas