Challenge4you

Jovens com “respostas na ponta da língua"

Challenge4you desafiou estudantes dos cinco aos vinte anos
GCIC-FCUL

Jovens entre os cinco e os 20 anos de idade foram desafiados a aprender com divertimento à mistura, o resultado: respostas na ponta da língua no que à temática da União Europeia diz respeito. A sabedoria dos 114 candidatos foi avaliada durante a final nacional do Challenge4you, no Tec Labs - Centro de Inovação, sediado no campus da FCUL.

A iniciativa, ocorrida a 17 de maio e levada a cabo pela Science4you, insere-se no plano estratégico de comunicação da União Europeia e tem como principal objetivo a divulgação de conhecimento relativo à União junto de escolas de todo o país e também de instituições sénior. Desta forma, durante um ano, a Science4you fez chegar de forma gratuita a turmas do 1.º, 2.º, 3.º ciclos, ensino secundário e instituições sénior, materiais didáticos assentes num formato de pergunta resposta (quizzes) centrados no lema “União Europeia Cultura e Cidadania”.

O desafio seguiu um esquema de atividades piramidal, inicialmente com a participação dos alunos por turma, após a apuração dos vencedores, a nível concelhio e, por fim, a final nacional.

Para Fernando Alves, coordenador do desafio, este tipo de iniciativas é importante porque “permite ensinar a temática de uma forma apelativa a crianças e jovens. Os conteúdos são apreendidos enquanto os alunos se divertem, não há melhor forma de o fazer. Isto é especialmente importante neste caso, pois a União Europeia não é propriamente o tema mais apelativo para o público jovem. Julgo que no final podemos afirmar que a União Europeia se tornou num tema menos árido”.

O projeto alcançou diretamente 127000 participantes, entre eles 4281 turmas de todo o país, bem como 21 entidades seniores.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: Para além dos conteúdos estruturais, os quizzes tiveram um grande enfoque nas dimensões cultural e de cidadania

“Não só é um estímulo à participação dos alunos em atividades que os obrigam a desenvolver diferentes destrezas, entre elas a participação oral, como os obriga a raciocinar rapidamente. E, para mim em particular, tem especial importância já que vejo que os conteúdos aqui abordados fazem parte do currículo da disciplina de Geografia e, por conseguinte, do exame nacional”, declarou na ocasião Margarida Silva, professora de Geografia do Centro de Estudos de Fátima.

A atividade, onde estiveram representadas 32 escolas e agrupamentos escolares de todo o país, foi assinalada num dia envolvido em interesse e entusiasmo por parte dos alunos e professores pertencentes ao projeto.

Adriana Pereira de 17 anos, a frequentar o 11.º ano no Centro de Estudos de Fátima, deu conta da sua envolvência no projeto: “Toda a experiência foi divertida, gostei de passar pelas várias etapas com os meus colegas e serviu para aprendermos bastantes coisas novas. Aquilo que aqui aprendemos faz parte da cultura geral e todos nós devemos ter algumas ideias sobre o local onde estamos inseridos e sobre esta União de que todos fazemos parte e que tanto nos ajuda”.

O evento contou ainda com a presença do secretário de estado do Ensino Básico e Secundário, João Grancho.

Quanto aos vencedores, destacaram-se os alunos das escolas Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão, Vila Real e Agrupamento de Escolas de Sátão e EsproMinho, Braga/Viana do Castelo.

Maria Pereira, uma das vencedoras de 11 anos, da Escola Ferreira Lapa, pertencente ao Agrupamento de Escolas de Sátão, revelou, no final do desafio, a preparação do grupo para o alcance da vitória: “A estratégia foi ter calma e não nos precipitarmos na resposta. Ficámos muito felizes! E, para além de aprendermos mais sobre a União Europeia, aprendemos também mais sobre o nosso País”.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: José Ferreira, Tomás Vieira e Maria Pereira com 12 anos e pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Sátão, foram um dos grupos vencedores

Para além dos conteúdos estruturais, os quizzes tiveram um grande enfoque nas dimensões cultural e de cidadania o que permitiu “[abrir] novos horizontes aos alunos promovendo o papel cívico mais ativo de cada um”, explicou Fernando Alves.

No culminar da ação, os alunos de “resposta na ponta da língua” confessaram levar consigo na viagem de regresso “conhecimentos importantes” e, sobretudo, um “fortalecimento do sentido de cooperação entre colegas”, fomentado pela constante interação e convívio que a atividade exigiu.
 

Listagem de vencedores do Challenge4you

1.º ciclo

Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão

Inês João Guimarães Pires- 6 anos
Rafael Rego Costa- 6 anos

2.º ciclo

Agrupamento de Escolas de Sátão

José Miguel Figueiredo Ferreira, 12 anos
Maria Leonor Monteiro Pereira, 12 anos
Tomás Diogo da Silva Vieira, 12 anos

Agrupamento Vertical de Escolas Diogo Cão

Carlos Miguel Costa Rebelo Silva-12 anos
Rui Pedro Pinto Alves-13 anos
José Carlos Ribeiro Teixeira- 12 anos

3.º ciclo

EsproMinho – Escola Profissional do Minho

Ana Sofia Gomes - 20 anos
Ana Catarina Silva - 17 anos
Kimberly Soraia Rodrigues

+ Challenge4you

“Acho que na situação atual em que vivemos, é bom sabermos mais sobre a realidade dos outros países”, Pedro Faísca, 11.º ano, Escola Secundária José Belchior Viegas - São Brás de Alportel

“Este projeto que envolve cidadania, cultura e União Europeia é muito relevante para os jovens destas idades. Todos eles aderiram muito bem à iniciativa!”, Maria Salomé Rocha, professora de Economia do Colégio Maria Amália Vaz de Carvalho – Lisboa

“Foi interessante, eles ficam desde cedo com um noção do que é a União Europeia, o que será importante para o seu futuro”, Maria José Ferreira, professora do 3.º ano da Escola EB1 de Miramar - Vila Nova de Gaia

“Foi bastante produtivo, ficámos preparados para todas as questões. Conseguimos criar laços entre nós e com os adversários”, Vânia Reis, 11.º ano, Centro de Estudos de Fátima

“Gostei de tudo, aprendemos, interagimos com outras pessoas e conhecemos aquilo que nos rodeia. A União Europeia é algo que está sempre em transformação e devemos conhecer bem”, Damião Frazão, 11.º ano, Centro de Estudos de Fátima

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Margarida Fortes, docente do Departamento de Biologia Vegetal de CIÊNCIAS dá uma aula em frente a um quadro com uma projeção imagética

Margarida Fortes, professora de CIÊNCIAS, visitou a Escola Secundária de Carcavelos para dar uma aula acerca da edição genética.

Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ)

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Páginas