FCUL moderniza Centro de Dados

Servidor da FCUL
Unidade de Informática da FCUL

As ações de modernização e de alargamento do Centro de Dados da FCUL, sito no edifício C1, piso 2, já foram iniciadas e irão decorrer durante todo o verão.

A partir do próximo ano letivo, todos os equipamentos relacionados com os serviços de Tecnologias de Informação e Comunicação da FCUL vão estar concentrados num único local.

Esta junção de equipamentos permitirá resolver alguns problemas relacionados com o consumo excessivo de energia, a falta de fornecimento eficaz de energia elétrica e de manutenção preventiva de toda a infraestrutura, assim como possibilitar um controlo ambiental adequado do novo Centro de Dados.

As intervenções no âmbito deste projeto já são visíveis e irão implicar a interrupção temporária de alguns serviços informáticos, em determinadas datas e anunciadas previamente, sempre que possível.

Para Pedro Rosa, coordenador da Unidade de Informática (UI) da FCUL ou Centro de Informática, como é vulgarmente designada entre alunos, professores e funcionários, o ano 2012 tem sido especialmente inovador em termos de reestruturação tecnológica: “Após a abertura do novo Portal da FCUL, que possibilitou uma concentração de dezenas de sítios existentes no mundo FCUL e a utilização de tecnologias novas para disponibilização de serviços, foi iniciada a migração de parte do núcleo central da rede de dados, para um novo equipamento com performances substancialmente superiores e com capacidade de utilização de novos serviços que, principalmente ao nível de segurança, serão fundamentais nos próximos anos”.

O parceiro da FCUL neste projeto é a empresa Novabase. O material técnico é da American Power Conversion (APC) - Schneider Electric. As ações de melhoramento em curso beneficiam não só a Faculdade, como também a própria Universidade. “A UL irá alojar equipamentos no novo Centro de Dados e poderá utilizá-lo como elemento redundante para a prestação de serviços a outras unidades orgânica da Universidade”, conclui Pedro Rosa.

Atualmente, a Unidade de Informática, criada em 1987 sob a designação de Centro de Cálculo, disponibiliza algumas dezenas de serviços, alguns deles utilizados 24 horas por dia, como é o caso do correio eletrónico, do Moodle, do sistema de impressão, dos servidores de web, das bases de dados, entre outras infraestruturas virtuais.

A reestruturação do Centro de Dados vai beneficiar especialmente as atividades de ensino, de investigação e de apoio à própria gestão da Escola. Pedro Rosa explica que nos últimos anos, a UI-FCUL tem tido “um crescimento significativo na quantidade de equipamento alojados, quer pela consolidação da prestação de serviços na área da informática, quer pelas solicitações de alojamento das várias unidades da Faculdade - acrescentando que -, o crescimento do número de equipamentos criou problemas de escala”. O atual projeto visa resolver esses problemas.
 

Caraterísticas do futuro Centro de Dados da FCUL

  • Armários adequados ao alojamento de equipamentos informáticos;
  • Janelas com vidros duplos e estores térmicos, bem como toldos afixados no exterior;
  • Refrigeração realizada por dois sistemas de ar frio, permitindo um melhor aproveitamento energético. O arrefecimento da sala utilizará um sistema de free cooling, que só funciona quando a temperatura exterior permite, apresentando uma poupança de energia significativa relativamente à utilização exclusiva de equipamentos de ar condicionado;
  • UPS modular e expansível, com uma capacidade de crescimento assinalável, contemplando ainda um sistema com módulos de potência redundantes, e que permitem a continuação das operações, mesmo que um dos módulos se avarie;
  • Gerador com uma autonomia significativa para toda a infraestrutura do Centro de Dados;
  • Distribuição de energia elétrica com capacidade para realização de métricas de consumo pormenorizadas;
  • Gestão centralizada possibilitando o controlo ambiental do Centro;
  • Sistema de deteção e extinção de incêndio, com utilização de gás apropriado para locais com alojamento de equipamentos informáticos. O sistema de deteção é aplicado à sala e a cada um dos bastidores;
  • Iluminação baseada em LED.
Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

A empresa Grupo Actuarial encontra-se a oferecer estágios remunerados a estatísticos, matemáticos e engenheiros informáticos .

A qualidade da formação será tão mais diferenciada quanto mais os seus graduados forem capazes de integrar habilmente as diversas competências que assimilaram no seu percurso académico.

Fernando Pessoa em destaque nas Redes Sociais

“[Pretendemos] identificar quais os versos e frases de Fernando Pessoa que mais inspiram os seus leitores de todo o mundo e, ao mesmo tempo, conduzir todos aqueles que usam as palavras de Pessoa aos seus textos originais”, explica Francisco Couto, professor do DI-FCUL e coordenador do projeto.

foto de Microsonda

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL) conta com 3 infraestruturas de investigação registadas na base de dados do projecto MERIL - Mapping of the European Research Infrastructures Landscape.

Dupla Titulação em Geologia - Ano lectivo 2013-2014

Convénio de Cooperação Académica entre o Instituto de Geociências da USP e o GeoFCUL

FCUL promove sessão de informação sobre oportunidades de financiamento no âmbito dos Desafios Societais 2 e 5.

“O principal objetivo é precisamente mostrar o que o EMBL tem para oferecer aos investigadores portugueses (e aos da FCUL, muito em particular) e também demonstrar o que pode ser feito em cooperação com o [laboratório].”, declara Margarida Amaral, docente da FCUL e membro do conselho de organização do evento.

Estão abertas as candidaturas à edição de 2013 do Prémio Academia Lx, destinado a trabalhos de investigação e estudos sobre temas com relevância prática para a cidade de Lisboa.  

Aceitam-se candidaturas de docentes para inclusão numa  Bolsa de Recrutamento, para a Área de Finanças e Economia - Secção Autónoma de Estatística, d

FCUL promove cooperação com EMBL

A passagem do diretor-geral do EMBL pela FCUL, foi registada através de uma reportagem multimédia. Fique a saber mais sobre esta visita bem como os pormenores do evento “Molecular Biology in Portugal and EMBL”!

De 8 de Julho a 30 de Agosto as bibliotecas do C4 e C8 têm alteração nos horários de funcionamento

Doctorate in Applied and Engineering Physics

Programa Doutoral em Física Aplicada e Engenharia Física

Arthur Vieira, estudante do mestrado integrado em Engenharia Física e Emiliano Pinto, aluno de mestrado em Física Nuclear e Partículas, são os diretores da revista trimestral do Departamento de Física da FCUL e  que integra uma equipa editorial constituída por outros 16 discentes.

Challenge4you desafiou estudantes dos cinco aos vinte anos

“Aquilo que aqui aprendemos faz parte da cultura geral e todos nós devemos ter algumas ideias sobre o local onde estamos inseridos e sobre esta união de que todos fazemos parte e que tanto nos ajuda”. A declaração é da estudante e participante Adriana Pereira de 17 anos.

Para uma crítica das perspectivas recentes da União Europeia sobre o Ensino Superior

Recomendações para melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem.

Implicações no Quebramento do Gondwana e sua Correlação com as bacias da Margem Atlântico Sul e Atlântico Central

É crucial que estatísticos e investigadores em Ciências do Ambiente mantenham uma colaboração estreita, para que continuem a ser desenvolvidos métodos estatísticos e computacionais adequados que permitam dar resposta continuada aos desafios presentes e futuros.

Está disponível a edição de 2012 do JCR (Journal Citation Reports).

O trabalho de cinco investigadoras portuguesas foi distinguido no início de junho em Boston, nos EUA. O congresso mundial contou com mais de 800 cientistas de 50 países.

[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

“Os alunos da FCUL tiveram uma experiência única que não vão esquecer ao longo da sua vida académica e profissional”, denota Rui Ferreira, administrador do Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL.

Visita de Estudo à nova Universidade de Lisboa

“[Viveu-se um ambiente] muito propício ao debate onde o intercâmbio de ideias e de boas práticas foram muito gratificantes e uma mais-valia para os participantes e oradores do evento”, declarou Luísa Cerdeira, pró-reitora da Universidade de Lisboa e presidente do FORGES.

Álvaro de Campos

TABACARIA

Páginas