IAstro Júnior

Mistérios dos Buracos Negros

Planetário Calouste Gulbenkian, Lisboa

Há buracos negros com dezenas, milhares e até milhões de vezes a massa do nosso Sol. Ocorrem colisões entre buracos negros, e acredita-se que os buracos negros têm um papel fundamental na evolução das galáxias. Mas são ainda objetos muito misteriosos.

Numa viagem pelo Universo para ser desfrutada em família, o IAstro Júnior reúne três investigadores do Instituto de Astrofisica e Ciências do Espaço para conversarem com crianças e jovens sobre buracos negros, as perguntas para as quais ainda procuram resposta e os instrumentos que vão ajudar a desvendar os seus mistérios.

Entrada gratuita, mas sujeita a inscrição.

IAstro Júnior é uma iniciativa do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da revista VISÃO Júnior, especialmente concebida para jovens dos 7 aos 12 anos.


Os investigadores:

Catarina Lobo: Catarina Lobo sempre gostou muito de animais e de observar o céu. Na juventude, adorava ver o programa “Cosmos”, de Carl Sagan, na televisão. Quando teve de optar entre Biologia e Física, no 12º ano, acabou por escolher a segunda: as “patas” das galáxias fascinaram-na mais. Estudou Física e Matemática Aplicada na Universidade do Porto e depois rumou a França, onde fez um Mestrado no Observatório Astronómico de Meudon e um Doutoramento no Instituto de Astrofísica de Paris. Continuou a investigar galáxias em Milão  durante dois anos, antes de regressar a Portugal, onde ficou um ano no Observatório Astronómico de Lisboa. Hoje dá aulas na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e faz investigação no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, continuando a estudar os mistérios das galáxias.

Francisco Lobo: Francisco Lobo utiliza modelos matemáticos para estudar o Universo. Em criança queria ser futebolista, mas tinha já um fascínio pela ciência. Quando tinha uns 4 ou 5 anos desmantelou um relógio caríssimo do seu pai, para ver como funcionava; o que não deixou o pai lá muito contente… Estudou Física na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, onde também se doutorou, e continuou a sua investigação em Inglaterra. Hoje em dia, de regresso à Faculdade de Ciências, continua fascinado pelos estudos dos mecanismos internos da Natureza e do Cosmos e trabalha com as equações que Einstein nos legou, há cerca de um século!

Rui Agostinho: Rui Agostinho brincou muito a construir coisas, incluindo um telescópio. Fascinou-o a tecnologia das viagens à Lua e a ciência que daí se desenvolveu. Estudou muito física e matemática na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa onde fez a licenciatura. Doutorou-se em Física e Astrofísica na Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, Estados Unidos. É professor no Departamento e Física da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, onde estuda o impacto da radiação das supernovas sobre a vida na Terra, ao longo de milhões e milhões de anos. É um apaixonado por aprender todos os dias, e gostaria de chegar ao infinito… e mais além.

17h30

Cancelamento motivado pela aplicação do plano de contingência da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, na sequência das orientações da Direção-Geral de Saúde e das recomendações por parte da Reitoria da Universidade de Lisboa, relativamente ao novo Coronavírus (CO

Apresentações de Andreia Figueiredo (Ciências ULisboa) e Paula Silva (ICBAS.UPorto / Science & Wine).

Speaker: Pavel Exner (Doppler Institute for Mathematical Physics and Applied Mathematics, Prague).

Candidaturas a decorrer até ao dia 15 de julho de 2020.

IN3+  | Um Milhão para a Inovação.

O prémio IN3+ destina-se a todos os investigadores pertencentes às entidades que integram a Rede Inovação INCM.

Cancelamento motivado pela aplicação do plano de contingência da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, na sequência das orientações da Direção-Geral de Saúde e das recomendações por parte da Reitoria da Universidade de Lisboa, relativamente ao novo Coronavírus (COVID-1

Speaker: Gonçalo Tabuada (FCTUNL).

New date: September 14th-16th, 2020.

O principal objetivo desta iniciativa centra-se em atrair fotógrafos profissionais e amadores a submeter trabalhos de excelência produzidos em Portugal e nos países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP) e fomentar práticas de observação, conhecimento e registo através

Ciências ULisboa associa-se ao maior evento mundial sobre inovação para a sustentabilidade - “The Planetiers World Gathering” - que terá lugar no Altice Arena entre 21 e 23 de outubro de 2020, sob os auspícios da

Programa de Formação Contínua de Professores do Ensino Básico (3.º ciclo) e Secundário, grupos 420 e 520.

Leitura e escrita são a base fundacional de todas as literacias e a condição primeira para o juízo compreensivo e crítico, o enriquecimento cultural, a formação estética e a memória individual e coletiva das sociedades.

Overview: Currently, climate changes or alterations are known to be reflected on the stable isotope ratios of Hydrogen, Nitrogen, Carbon, Oxygen and Sulphur present in atmospheric gas forms, fresh or ocean water, as well as in plants and animals and organi

Objectives: Evolutionary theory provides a framework for understanding all living systems.

Objectives: To introduce participants to the details of communicating science to non-specialized audiences, including, but not exclusive to, public and private stakeholders, students and teachers, and media professionals.

Objectives: Natural history museums are privileged spaces for seminal research on different subjects of biological sciences such as biodiversity, evolution, ecology, biogeography and taxonomy.

Objectives: Provide students with basic workflows, platforms and tools to increase reproducibility at all scientific levels.

Objectives: Under the general framework of Global Change Ecology, the goal of this course is to provide the participants with the most recent and practical knowledge on the use of Functional Diversity.

Objectives: The objective of this course is to introduce participants to the details of communication and writing scientific publications. The main emphasis is on the most common form, the “primary scientific paper”, but other forms will be covered.

Objectives: Lack of fertile land to feed the exponentially growing population, insufficient water availability and quality, changes in the flow of nutrients through the bio-geo-cycles (especially N and P) and climate and land use changes are impacting ecosystem

Objectives: Symbiosis is a key strategy for life on Earth.

Objectives: The goal of this course is to provide to the participants with current and practical knowledge on urban ecology, including ecological and social aspects. It aims at providing an integrated approach on urban socio-ecological systems.

Objectives: Citizen science can be part of the larger process of engaging people in new forms of interaction in scientific research, challenging scientists and citizens whilst enlarging scientific knowledge and providing learning opportunities for all part

Objectives: This course aims at: 1) exploring how scientists can use social media as tools to enhance the communication of their research and the dialogue with society, and 2) discussing the differences that exist in the work of scientists and journalists

Objectives: This course will teach how to apply the SWAT eco-hydrological model to assess the impacts of climate and associated changes on water-soil-plant interactions, and consequences to water resources, soil erosion and nutrient cycles.

Objectives: Provide students with basic knowledge of R programming, allowing them to manipulate and visualize data with R.

Páginas