Seminário Ciência e Império

"Raças da Europa" e império colonial, c. 1870-1914: uma proposta de investigação

Sala 8.2.10, FCUL, Lisboa
Imagem ilustrativa dos Seminários Ciência e Império, sobre um fundo branco

Este seminário destina-se à apresentação de trabalhos em curso sobre as inter-relações entre conhecimento científico, tecnologia e formações imperiais. O seminário convoca historiadores, antropólogos e cientistas sociais em geral para uma reflexão conjunta e interdisciplinar sobre a ciência e o fenómeno colonial.

Realiza-se nas segundas quartas-feiras de cada mês, das 12h30 às 13h30, alternadamente na Faculdade de Ciências e no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

As sessões são abertas à comunidade académica e não académica, apelando à participação de investigadores nacionais e estrangeiros, de diferentes instituições.

"Raças da Europa" e império colonial, c. 1870-1914: uma proposta de investigação

Resumo: Na década de 1870, iniciou-se um período de forte expansão colonial europeia. A produção de  conhecimento científico sobre ‘raças humanas’ foi essencial para a classificação e controlo dos povos colonizados no contexto dos projetos imperialistas europeus, legitimando a dominação das ‘raças inferiores’ pelas ‘raças europeias’. As ‘raças europeias’ foram também objeto de estudo.

O florescimento de nacionalismos europeus na segunda metade do século XIX foi acompanhado pelo desenvolvimento de estudos sobre a essência dos povos da Europa. À busca dos elementos culturais definidores dos europeus, juntaram-se as pesquisas sobre as suas diferenças biológicas, reproduzindo ideias sobre diferenças entre povos há muito firmadas nas mentalidades vigentes. Imbuídas da cientificidade do novel campo do conhecimento, as diferenças culturais ganharam um cunho biológico e primordial que fortaleceu e validou a hierarquização entre europeus do Norte e europeus do Sul. Se a classificação racial e a ideia de superioridade europeia foi central para as políticas de diferença em que assentou a dominação colonial, de que forma é que este processo de racialização das diferenças europeias se relacionou com os projetos coloniais europeus no contexto de rivalidade e cooperação imperial? A sessão debruçar-se-á sobre esta questão e as possibilidades da sua exploração empírica.

12h30
CIUHCT - Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia
CIUHCT

Vanessa Sofia Alegria Mendonça defende a tese "Functioning of coastal food webs - intertidal rock pools as a case-study".

Curso de introdução ao software R, lecionado em 4 módulos a decorrer nos dias 28 de janeiro e 4, 11 e 18 de fevereiro.

 

Programa:

By Steve Perlman (University of Victoria, Canada).

Título do evento, sobre uma fotografia de uma aluna a utilizar binóculos

A Universidade de Lisboa preparou diversas atividades para te ajudar a perceber qual o teu futuro profissional. Vem descobrir a ULisboa!

Ana Sofia Ribeiro de Oliveira defende a dissertação "How high and low nesting season densities affect the patterns of nest site preferences and nest site fidelity of Caretta caretta, on Maio island, Cape Verde".

Mesa redonda com a participação de Ana Margarida Nunes (CIUHCT), Cristina Luís (CIUHCT), Davide Vecchi (CFCUL, GI2), Lorenzo Baravalle (CFCUL, GI2), Mara Almeida (CFCUL, GI3), Maurizio

Imagem ilustrativa do evento, acompanhada de informações diversas (título, orador, dia, hora e local)

Apresentação por Bruno Jacinto (CFCUL) no âmbito do “Reasoning Seminar” do CFCUL.

Organização: António Zilhão (CFCUL).

Joana Isabel Alves Martins defende a dissertação "Produção de lípidos através da levedura Rhodosporidium toruloides NCYC921 a partir de biomassa lenhocelulósica de Miscanthus sp.".

Joana Maria dos Reis Franco Cruz defende a tese "Copepod communities and secondary production in Portuguese coastal waters".

By Gonçalo Pereira da Rosa (IERS - cE3c/GBA).

VIDEOCONFERENCE.

Days in Logic will take place in Lisbon (FCUL) in January 30 and 31 and in the morning of February 1, 2020.

Diogo da Costa Garcia defende a dissertação "Estudo de um Sistema de Energia Sustentável na Ilha do Pico".

Membros do Júri:

Fotografia de alunos

A Universidade de Lisboa promove o Dia Aberto M23, um evento que pretende aproximar o público adulto do meio universitário.

David García-García defende a tese "Schur Averages in Random Matrix Ensembles".

Inês Caseiro Dias defende a dissertação "Interações entre cetáceos e a pesca de cerco em Portugal Continental: o que mudou com as alterações da comunidade de pequenos peixes pelágicos".

Júri das provas:

Sara Cristina Conde Rodrigues defende a dissertação "Avaliação dos efeitos citotóxicos em Saccharomyces cerevisiae exposta a cianotoxinas".

Por Gonçalo Oliveira (Universidade Federal Fluminense - UFF).

Imagem ilustrativa dos concursos (mãos, solo e plantas), sobre um fundo verde marinho, acompanhada do título e logótipos da Câmara Municipal de Lisboa e da Lisboa Capital Verde Europeia 2020

No âmbito da programação da Lisboa Capital Verde Europeia 2020, foram criados diversos concursos dirigidos à Comunidade Escolar.

Logótipo Portugal 2020, sobre um fundo branco

No âmbito do Portugal 2020 encontra-se a decorrer o prazo de candidatura ao Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) para projetos a desenvolver em Copromoção no âmbito da I&D Empresarial.

Jorge Filipe Pereira Henriques defende a tese "Intraspecific variation in funcional traits in the wolf spider Lycosa fasciiventris: Implications for trophic cascades".

By Pedro Pinto (Technische Universitat Darmstadt).

We begin with an introduction to R and provide a protocol for data exploration to avoid common statistical problems. We will discuss how to detect outliers, deal with collinearity and transformations.

Catarina Almeida de Albuquerque defende a dissertação "Detection and characterization of Dichelobacter nodosus from sheep with different clinical manifestations of Ovine Footrot".

Páginas