Exercício Público de Preparação para o Risco Sísmico

A Terra Treme

A Terra Treme Exercício 5 de Novembro de 2021 destaque
Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil

O exercício nacional de preparação para o risco sísmico A TERRA TREME realiza-se no dia 5 de novembro, às 11h05. Esta iniciativa é promovida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas. Tem a duração de apenas 1 minuto, durante o qual os participantes são convidados a participar, executando os 3 gestos que salvam: BAIXARPROTEGER e AGUARDAR
Conheça ou relembre os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo, e organize-se, à sua casa e família em 7 passos essenciais

 

A Terra Trema, exercício de preparação para o risco sísmico


MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO EM CASO DE SISMO
(folheto informativo disponível aqui)

  • Coloque os objetos pesados, de vidro ou de grande volume, nas prateleiras mais baixas ou no chão;
  • Os locais mais seguros para se proteger durante um sismo são: vãos de portas; cantos das salas; debaixo de mesas, camas ou outras superfícies resistentes;
  • Os locais mais perigosos durante um sismo são: elevadores; junto a janelas, espelhos e chaminés; no meio das salas; saídas;
  • Nos laboratórios onde existam janelas com abertura para o exterior, o acesso a pelo menos uma delas deve ser mantido desobstruído e facilitado para poder ser utilizada por meios externos de socorro em caso de necessidade;
  • Não colocar objetos a obstruir ou dificultar o acesso a vias de evacuação e saídas de emergência.

Conheça as instruções gerais de segurança e outras informações sobre segurança no portal de Ciências, onde também pode encontrar informação sobre os exercícios A TERRA TREME em Ciências

11h05

Seminário do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, por Pablo Guerrero (LIP).

Logótipos ERC e EIC

A sessão visa apresentar os programas ERC e EIC e as potenciais sinergias que podem ser estabelecidas entre ambos.

Seminário Helena Avelar de Astronomia e Astrologia Antiga, por Martin Gansten (Lund University e Umeå University).

Banner do evento

O novo telescópio espacial James Webb revelará um Universo mais nítido, mais profundo e mais antigo. Nesta sessão, que terá uma segunda parte para Perguntas & Respostas, vários investigadores do IAstro falam sobre a ciência que este novo telescópio permitirá fazer.

Mathematical Logic Webinar, por Luca Tranchini (University of Tubingen).

Fotografia de candidatos, acompanhada do título "M23 2022|2023"

A ULisboa promove o Dia Aberto M23, um evento que pretende aproximar o público adulto do meio universitário.

In this course, we promote a multidisciplinary approach presenting the most recent findings on the topic and challenging the traditional way of considering symbiotic associations as exceptions and not as the rule.

The goal of this course is to provide to the participants with current and practical knowledge on urban ecology, including ecological and social aspects.

Neste encontro, vamos descobrir as potencialidades da utilização do Jamboard - um quadro branco digital gratuito da Google - em trabalhos colaborativos.

Nesta formação, aprenderemos a criar apresentações dentro do Mentimeter, a criar diferentes tipos de slides e a selecionar as configurações mais adequadas aos objetivos pedagógicos.

Nesta formação, iremos abordar as diferentes etapas do processo de planificação de unidades curriculares e refletir conjuntamente em boas práticas sustentadas pela investigação.

Fotografia de placa de identificação de zona de plantação de vinha

Candidaturas até 28 de fevereiro de 2022.

This course aims to explore ways of communicating science to non-specialized audiences, such as policy makers, industry, general public (including students and teachers), through their engagement and participation in citizen science activities.

O evento pretende juntar técnicos, investigadores, estudantes, produtores, industriais e demais agentes da fileira, contribuindo para a atualização de dados sobre o setor e a partilha de conhecimentos sobre as potencialidades da flora portuguesa, para além, das condições edafoclimáticas nacionais que potenciam produtos de elevada qualidade.

This course introduces the field of island biogeography, a discipline that has long influenced other research areas such as macroecology, community ecology, evolution and conservation biology.

Scientists, as the main actors in the production of scientific knowledge, have the responsibility of having an active voice in communicating this knowledge – and that can be achieved for example by a conscious use of the communication tools at their disposal and a better articulation with journalists, among other means.

This course aims at providing students with basic knowledge of R programming, allowing them to manipulate and visualize data with R.

This course aims at providing students with statistical knowledge and tools to manipulate, analyze and visualize biological data with R. It also includes an introduction to modeling, simulations and Bayesian statistics.

Logótipo do SciCom.Pt 2022

Submissão de propostas até 06 de março de 2022.

Under the general framework of Global Change Ecology, the goal of this course is to provide the participants with the most recent and practical knowledge on the use of Functional Diversity.

The course provides essential skills and knowledge that enable the participants to develop climate change adaptation strategies.

The objective of this course is to provide participants with basic knowledge on a) the fundamental aspects of experimental design and b) workflows, platforms and tools to increase reproducibility at all scientific levels.

This is a mostly practical course offering an overview on different community ecology and macroecological methods and software. These will include all steps of a research project, from the optimal sampling of communities to process inference from large-scale patterns of taxon, phylogenetic and functional diversity.

This course aims to walk through the grounds of modern botany studies, covering subjects that have been excluded from most academic curricula.

The course aims at enabling the participants to use different methods to measure the impacts of pollutants on ecosystems. Basic knowledge will be provided through theoretical and practical lessons on how to select and use the most suitable metrics based on the analysis of multiple compartments of the ecosystems.

Páginas