Ciências em Movimento

Ciências em Movimento - Laboratório Biologia Animal
GCIC-FCUL

Durante cinco dias, alunos, investigadores, professores e AEFCL prepararam diferentes atividades para receber alunos e docentes vindos de escolas básicas, secundárias e até infantários.

A iniciativa 1.ª semana Ciências em Movimento, a cargo da Faculdade de Ciências e apoiada pelo programa Escolher Ciência, recebeu 440 participantes oriundos de sete escolas durante o período de 10 a 14 de fevereiro. No total, realizaram-se 25 atividades sobre diferentes campos da ciência e dez flash-talks apresentadas por 32 professores/investigadores.

Ilda Godinho, professora da Escola Secundária de Vila Viçosa, a acompanhar os seus alunos do 11.º ano, explicou a importância da vinda à FCUL: “Pensámos nisto no espaço de uma semana e assim que falámos neste assunto aos alunos, todos nos disseram que vinham. É uma turma de 27 alunos e vieram todos. São alunos que vivem fora lisboa, de locais distantes e, por isso, esta é uma oportunidade de contactarem com uma faculdade: ver o que é, o trabalho que aqui é desenvolvido, conhecer os laboratórios. Aprendem sempre! É outra perspetiva da ciência”.
 

Durante a semana, o átrio do C6 foi o ponto com maior concentração de atividades: houve jogos, apresentações, oficinas.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: "Oficina de Carrinhos Solares" foi uma das atividades preparadas para os participantes da semana Ciências em Movimento

Duarte Santos, aluno do 5.º do mestrado integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente e membro do grupo “Energia nas Escolas”, a dar apoio à atividade “Oficina de Carrinhos Solares”, reforçou a importância do acompanhamento dado aos estudantes: “A aprendizagem, quando é auxiliada com a prática, através de algo de que eles gostem e se divirtam, é aumentada exponencialmente. A aquisição de conhecimentos torna-se muito mais rápida e fácil, os alunos querem repetir a experiência e fazer outras atividades”.

O jovem aluno da FCUL comentou ainda que a atividade que naquela altura ensinara ao grupo de alunos de Geografia da Escola Secundária Frei Gonçalo de Azevedo incluiu a utilização de materiais reciclados, “o que permite sensibilizá-los para o assunto da reciclagem mostrando o que se pode fazer com materiais que à partida não têm utilidade”.

Para além do átrio do C6 e dos anfiteatros destinados à interação através de flash-talks, os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer outros espaços da faculdade, nomeadamente através da atividade “Pedipaper da Química e Bioquímica”, que conduziu os participantes pelos laboratórios do DQB, anfiteatros do C3 e Passeio da Ciência no C6.


Fonte: AEFCL
Legenda: A atividade “Pedipaper da Química e Bioquímica”, levou os estudantes a explorar diferentes espaços da FCUL

Alguns laboratórios convidaram ainda os estudantes a vestir as batas e a utilizar os materiais disponíveis, foi o caso de dois dos laboratórios de Biologia Animal.
 

Na atividade “Os peixes também têm vida sexual” abordaram-se exemplos de oviparidade, viviparidade ou ovoviviparidade, hermafroditismo, monogamia e poligamia e da diversidade de comportamentos que neste grupo se podem encontrar.

“Olha, aqui estão os ovários! E o fígado está algures por aqui…”, foi um dos comentários ouvidos na sala, à medida que as descobertas aconteciam.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: Na atividade “Os peixes também têm vida sexual” os estudantes vestiram as batas e utilizaram os materiais disponíveis para descobrir o interior de diferentes peixes

As motivações para estar presente nestas atividades foram distintas, entre os presentes, houve os que vieram para ouvir pela primeira vez explicações sobre estas temáticas, outros vieram complementar o conhecimento adquirido em aula, outros ainda esclarecer dúvidas para definir escolhas futuras.

Alexandra Monteiro, aluna do 12.º ano de Biologia da Escola Secundária Dona Filipa de Lencastre, deu conta da sua experiência enquanto cientista: “Não conhecia a Faculdade e estou a gostar. Nunca tinha aberto um peixe! Acho que é importante fazer parte deste tipo de iniciativas para que quem queira seguir [a área das ciências], tenha contacto com a realidade antes de fazer a sua escolha”.

As descobertas científicas envolveram e animaram pequenos e graúdos. As crianças do infantário do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) também tiveram a oportunidade de pôr o dedo no ar e ver esclarecidas as suas dúvidas e curiosidades sobre este “mundo dos crescidos”.


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: Durante a semana, também os mais pequenos descobriram, com entusiasmo, Ciências

Leonor, Gabriela e Francisco, souberam responder à questão – “Afinal, o que é um tornado?” -, com uma explicação pronta: “Um tornado é uma nuvem muito grande que anda à volta!”.

Entusiasmados, os visitantes do infantário referiram que para além da atividade do tornado, gostaram de utilizar os tubos de ensaio já que estes permitiram “pôr água da chuva e ver o líquido a ficar amarelo, pôr água do mar e tornar o líquido cor-de-rosa”. Foi também neste dia que encontraram a resposta para algo que não estavam à espera – “Porque é que o céu é azul?”.


Fonte: AEFCL
Legenda: No total, realizaram-se dez flash-talks apresentadas por 32 professores/investigadores

“Ordem e Caos”, “Matéria e Energia”, “Mar e Atmosfera”, “Riscos e Catástrofes” e “Tecnologia e Sustentabilidade” foram as temáticas abordadas em cada dia desta semana onde “diferentes áreas científicas ‘conversaram’ entre si e com os visitantes”. A vontade de voltar ficou registada! Brevemente, as portas voltam a abrir-se para transmitir conhecimento científico. A todos os que quiserem ter contacto direto com Biologia, Bioquímica, Informática, Engenharia da Energia e do Ambiente, Estatística e Investigação Operacional, Física, Geologia, Matemática Química, fica o convite para fazerem parte do Dia Aberto 2014, a acontecer dia 23 de abril.
 

+ Sobre a semana Ciências em Movimento

 

“Estamos fazer uma atividade nova, diferente da nossa área, que tem a ver com a radiação solar. Estamos a aprender a fazer um carro que se vai mover a energia solar, neste caso com uma lâmpada. Somo de Línguas e Humanidades mas acho que é importante abrir mentes, não termos conhecimento só de uma área”, Maria Bemposta, aluna da Escola Secundária Frei Gonçalo de Azevedo

 “Sou da área de Ciências e estou a gostar bastante! Vimos as ondas internas, profundas, micro algas e peixes. Acho que nos ajuda a tomar decisões”, Inês Jorge, aluna da Escola Secundária Eça de Queirós

“O nosso projeto este ano na escola é ‘Descobrir a Ciência’. Temos feito várias experiências com as crianças e elas estão bastante interessadas. Acho que tudo o que nos envolve é ciência, por isso é sempre bom virem a estes eventos, até para terem contacto com experiências e pessoas diversificadas. Eles estão mesmo entusiasmados!”, Carla Oliveira, educadora do infantário LNEC

"Acho que nos ajuda a saber se queremos vir para a FCUL e se estamos interessados nestas áreas”, Francisco Mouzinho, aluno da Escola Secundária Eça de Queirós

“Aqui aprendi que a placa tectónica quando sobe, faz uma onda gigante. Tivemos a fazer uma caça ao tesouro, a preparar um kit de emergência. Eu não gosto de ciências, eu adoro ciências!”, Carolina, aluna da Escola Básica Gama Barros

 “Gostei das ondas internas e longas. Vou sair mais esclarecido daqui. Ajuda-nos a perceber o que queremos”, João Correia, aluno da Escola Secundária Eça de Queirós

 “Voltar à Faculdade de Ciências, é ótimo. É uma experiência maravilhosa!”, Ricardo Diz, aluno da Escola Secundária Eça de Queirós

“Uma das razões que nos trouxe aqui prende-se com o desenvolvimento de eco laboratórios nas nossas escolas, onde queremos fazer a aproximação da escola secundária e escola básica às ciências. Esta experiência também tem por objetivo aprender e compreender como é que a Faculdade faz a ligação entre a ciência e a sociedade para podermos também replicá-la a nível do ensino básico e secundário”, Fernando Rolo, professor de Geografia da Escola Secundária Frei Gonçalo de Azevedo

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

O projeto foca-se em seis espécies que nidificam no Atlântico Norte, cuja ecologia e até a taxonomia são muito pouco conhecidas, por serem muito difíceis de estudar: estas aves são exclusivamente noturnas em terra, não pesam mais que 50 gramas e nidificam em pequenas cavidades em rochas ou solo.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

Realizou-se em Portugal, mais precisamente em CIÊNCIAS, no CE3C, de a 6 a 9 de maio a training school

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Miguel Pinto

No dia 29 de abril, Miguel Pinto visitou a Escola Básica Professora Aida Vieira, no Bairro Padre Cruz em Lisboa, para realizar oficinas de divulgação científica e atividades didáticas.

Fotografia de alguns dos oradores

O que é a sustentabilidade? Como podemos agir a nível local, procurando um impacto global? Estas e muitas outras questões marcaram a segunda edição da Semana da Sustentabilidade CIÊNCIAS, entre 15 e 19 de abril de 2024.

Grande Auditório durante a celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS

Mais de 500 pessoas assistiram no Grande Auditório à celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS, na passada terça-feira, 23 de abril, numa cerimónia marcada por distinções, homenagens e um balanço dos últimos meses, com os olhos postos no futuro. 

Buracos negros Gaia

Um grupo de cientistas descobriu um grande buraco negro, com uma massa quase 33 vezes superior à massa do Sol, escondido na constelação de Aquila, a menos de 2000 anos-luz da Terra, ao analisar a grande quantidade de dados da missão Gaia da ESA.

Alunos com mãoes no ar num sala de aula

É possível brincar com a Matemática e prova disso foram as várias atividades que se realizaram na Faculdade nos dias 13 e 14 de março de 2024. Março foi um mês dedicado a esta ciência, motor da sociedade. Leia a opinião de quem participou nestas atividades e ainda nas Jornadas de Matemática.

robot e criança

Ecossistema de grandes modelos de linguagem de IA Generativa para a língua portuguesa foi expandido com novas versões dos modelos Albertina e Gervásio.

Participantes da 1.ª edição do JAB

A 1ª edição do JAB, um evento inovador destinado a jovens empreendedores, organizado pela JUST - Júnior Iniciativa de Ciências ocorreu nos dias 22 e 23 de março passado e teve como foco a Educação de Qualidade, quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável.

Pessoas

Uma comitiva da Shanghai Ocean University (SHOU), cuja origem remonta à Escola de Pesca da Província de Jiangsu, fundada em 1912, visitou Ciências ULisboa no passado dia 25 de março. Wang Hongzhou, presidente do Conselho da universidade chinesa, elogiou o avanço da investigação realizada na Ciências ULisboa, destacando as boas práticas de gestão, interdisciplinaridade e foco na missão. Durante a ocasião, Luís Carriço, diretor da Ciências ULisboa, reconheceu a importância das relações bilaterais com a China.

Alunos dinarmarqueses junto à tabela periódica

Um grupo de 25 estudantes do ensino secundário do Egedal Gymnasium & HF, da Dinamarca, visitou a Ciências ULisboa no passado dia 21 de março.

Sala com pessoas

A “Sessão de demonstração do serviço CONNECT – Caso de uso #1, Estuário do Tejo” ocorreu no passado dia 13 de março.

Várias pessoas no stand da Fcauldade Futurália

Como já vem sendo tradição, a Ciências ULisboa esteve presente na 15.ª edição da Futurália, a maior feira de educação, formação e empregabilidade do país, que se realizou entre 20 e 23 de março, na FIL - Feira Internacional de Lisboa e que juntou muitos visitantes, especialmente candidatos ao ensino superior. A Direção da Ciências ULisboa agradece aos mais de 200 estudantes voluntários e aos cerca de 70 professores, investigadores, entre outros profissionais que se vestiram de azul para esclarecerem as dúvidas dos candidatos ao ensino superior, lançando ainda o convite para visitarem a Faculdade no próximo Dia Aberto, que se realiza no próximo dia 8 de maio e cujas inscrições podem ser feitas aqui. Até lá!

Pages