Segurança do Trabalho

Exercício de evacuação geral dos ocupantes do C8

Como agir em situações de emergência

Conheça os percursos de evacuação, as plantas de emergência e as instruções de evacuação disponíveis em https://ciencias.ulisboa.pt/pt/edificio-c8. Ao som do alarme de evacuação, abandone o edifício seguindo os percursos de evacuação até ao ponto de encontro. Cumpra as indicações das equipas, não utilize elevadores e não volte para trás. Não abandone o ponto de encontro, aguarde instruções da equipa de segurança.

Sob o mote “criar rotinas de comportamento e de atuação em caso de sinistro”, a FCUL realizou o primeiro exercício de evacuação geral no edifício C8, no dia 17 de dezembro de 2013.

Para Júlia Alves, assessora para a segurança do trabalho na FCUL, a relevância desta iniciativa passa por “permitir aos ocupantes do edifício reconhecer e distinguir os sinais sonoros de alarme, testar os meios e os procedimentos de evacuação e testar o cumprimento das instruções por parte de todos os envolvidos (equipas e ocupantes). [A importância passa ainda por] limitar as consequências de eventuais situações reais de emergência; facilitar a evacuação e o salvamento dos ocupantes em risco e permitir a intervenção eficaz dos meios de socorro”.

Neste exercício participaram 24 equipas de evacuação: uma equipa para cada bloco, constituídas no total por 97 ocupantes do edifício, entre docentes, não docentes, investigadores, colaboradores e alunos de pós-graduação. A iniciativa promovida pela Direção da FCUL foi organizada pela Assessoria para a Segurança do Trabalho, em colaboração com a Unidade de Infraestruturas e Apoio Técnico e a área de Sustentabilidade dos Serviços Centrais da ULisboa. Este exercício beneficiou ainda do trabalho realizado por uma formanda do curso de técnico superior de segurança e saúde no trabalho, realizado no edifício C8.

A construção que foi distinguida com o Prémio Valmor foi escolhida para o desenvolvimento do exercício, sobretudo porque é um edifício que reúne 100 espaços laboratoriais, existindo contacto constante com vários tipos de agentes químicos inflamáveis e/ou tóxicos e equipamentos com riscos específicos.

O período de preparação iniciou-se em maio de 2013, com a atualização das plantas do edifício. Em outubro, decorreu a elaboração do plano de evacuação, a constituição e a formação de equipas de evacuação. Na fase final, em novembro, foram feitos testes às instalações e equipamentos de segurança.

Por forma a evacuar da forma mais rápida todas as pessoas do edifício, o percurso do exercício organizou-se de acordo com o número de ocupantes e a proximidade das saídas do edifício. Para além desta medida, foram alteradas as plantas de emergência (as novas foram elaboradas pela área de Sustentabilidade dos Serviços Centrais da Reitoria da ULisboa); foram colocadas indicações de abertura das portas com barras antipânico; foram colocadas indicações sobre a localização dos pontos de encontro junto a todas as saídas do edifício; foram identificados todos os setores do edifício e foram atualizadas as indicações de abertura só em caso de emergência nas portas respetivas.

Estima-se que estivessem entre 300 a 350 pessoas no edifício na altura de soar o alarme. De acordo com a organização do exercício “os ocupantes cumpriram as instruções, saíram do edifício de forma muito ordeira e a evacuação foi feita com rapidez. Passados 32 minutos do alarme de evacuação ter tocado, todas as pessoas tinham saído [excetuando duas], os delegados de segurança tinham feito a verificação do edifício e dava-se a indicação de retorno à normalidade. Para um primeiro exercício, é um ótimo tempo. Houve falhas em equipamentos de segurança e houve falhas nos procedimentos que serão corrigidos e melhorados. É para isso que servem estes exercícios: para identificar o que não está bem, corrigir e melhorar. A principal conclusão que pessoalmente retiro deste exercício é o apoio e a colaboração da esmagadora maioria das pessoas. É um privilégio! Que se traduz numa enorme responsabilidade para o meu trabalho”, acrescenta Júlia Alves.

Os simulacros, como este, devem, de acordo com a responsável pelo projeto, ser conduzidos uma vez por ano. Por esta razão, em 2014 pretende-se realizar os primeiros exercícios de evacuação nos edifícios C1 e C2 e “um exercício mais ambicioso no C8”, com um simulacro de incêndio que irá envolver a participação formal de entidades externas à FCUL, como os bombeiros.

 

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Pages