Comunicação de Ciência

Mistérios das Galáxias

Qual a maior galáxia do Universo? Como se formaram as primeiras galáxias? E a primeira geração de estrelas? Como nascem as estrelas e os planetas que constituem as galáxias? Por que razão os grandes telescópios são instalados no topo de grandes montanhas?

Será em Lisboa a próxima sessão IAstro Júnior, uma iniciativa do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da revista Visão Júnior especialmente concebida para jovens dos 7 aos 12 anos.

Science education at MUHNAC-ULisboa: Evaluation & Research

Por Raquel Barata [National Museum of Natural History and Science (MUHNAC-ULisboa) /  Centre for Ecology, Evolution and Environmental Changes (CE3C)].

Non-formal education in scientific museums has been one subject of research in order to measure the effectiveness of initiatives among different audiences, responding to specific objectives, and to promote the development of methodologies that may facilitate results.

Rúben Oliveira é ex-aluno de Biologia e do Mestrado em Biologia da Conservação da Faculdade de Ciências e foi finalista na edição do Famelab 2017, tendo ganho o Prémio do Público. Nesta entrevista rápida, explica a importância de concorrer a este concurso e como o mesmo lhe abriu portas para as funções que hoje desempenha no Ce3c e na SPECO. 

«A FCUL tem uma comunidade de estudantes bastante ativa e é muito bom que esta oportunidades tenha chegado tão perto dos estudantes. Espero mesmo que haja muitos candidatos e tenho a certeza que terão muita qualidade»

Marta Santos é atualmente comunicadora de ciência no Ce3C (FCUL). Foi a grande vencedora da edição 2014 do Famelab e, nesta entrevista, partilha a importância que a experiência teve na sua vida e deixa algumas dicas para os futuros candidatos. A edição de 2018 do Famelab já está em curso e aceita candidaturas até 3 de fevereiro. Este ano, Ciências recebe pela primeira vez uma eliminatória regional do FameLab Portugal. Para concorrer, basta ser maior de 18 anos e "trabalhar ou estudar nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia ou matemática".

A insustentável leveza do Universo

Por Nelson Nunes (IA - Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço / FCUL).

Nas Noites no Observatório de janeiro, saiba como os astrónomos medem a massa dos planetas, das estrelas e de galáxias inteiras como a da nossa Via Láctea.

Vamos também saber que o Universo se expande cada vez mais rápido e que essa descoberta nos diz que apenas 5% do Universo é de facto constituído por matéria que conhecemos do nosso dia-a-dia.

Páginas