DI Ciências na 1.ª edição do E-Tech Portugal

“Este evento permitiu discutir temas muito atuais e pertinentes”

Última Revisão —

Durante as suas intervenções neste acontecimento, os professores do DI Ciências abordaram vários aspetos relacionados com a oferta pedagógica nesta área e como as TIC estão cada vez mais presentes na sociedade

E-Tech Portugal

Pedro Veiga, Luís Correia e Teresa Chambel, professores do Departamento de Informática (DI) de Ciências, participaram como convidados no primeiro E-Tech Portugal, ocorrido no início de junho de 2016, em Setúbal.

A iniciativa organizada pela E-Code (Escola de Programação), Associação Nacional de Professores de Informática e Coligação Portuguesa para a Empregabilidade Digital teve como objetivos “fomentar e divulgar a área digital como área de futuro, promovendo desde logo a empregabilidade digital mas também as TICE como motor de desenvolvimento, quer na educação e formação, quer no emprego”.


Pedro Veiga foi um dos oradores do evento na qualidade de coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança
Fonte E-Tech Portugal

Pedro Veiga foi um dos oradores da sessão “2020 Odisseia Digital Portugal estará preparado?” discursando ainda sobre as “Oportunidades e [os] Desafios do Mundo Digital”, na qualidade de coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança. Teresa Chambel e Luís Correia participaram juntamente com outros oradores na sessão “As TICE têm sexo?”.  

Para os professores de Ciências “este evento permitiu discutir temas muito atuais e pertinentes”, tendo sido relevante a presença de João Costa e Catarina Marcelino, respetivamente secretários de estado da Educação e para a Cidadania e Igualdade, pois ambos realçaram “a importância das TIC para o desenvolvimento do país, a necessidade de formação de mais pessoas em TIC e a importância de trazer mais mulheres para esta área, já que existem muitas oportunidades”.

Durante as suas intervenções neste acontecimento, que incluiu a realização de torneios de Robótica, Minecraft e CounterStrikeos, os três professores do DI Ciências abordaram vários aspetos relacionados com a oferta pedagógica nesta área e como as TIC estão cada vez mais presentes na sociedade, salientando a importância de um maior envolvimento das mulheres. “Atualmente o número de homens na área é muito superior, pelo que se pode responder afirmativamente à pergunta do debate ‘As TIC têm sexo?’ Mas as mulheres apresentam desempenho igual ou por vezes superior, pelo que se acredita que a sua opção de não enveredar tanto por esta área não seja genética, por exemplo por falta de capacidade, mas mais cultural por ser ainda considerada por muitas como uma área menos feminina. Elas têm inclusive competências específicas que as tornam excelentes profissionais em muitas áreas em que uma formação superior em TIC constitui uma mais-valia, por exemplo pela sua capacidade de trabalhar em contextos interdisciplinares e criativos”, conclui Teresa Chambel, que juntamente com outras colegas do DI Ciências tem organizado a nível local a iniciativa internacional Girls in ICT.

GCIC Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

“Acredito que cursos como este [MIEBB], ensinados por professores com esta qualidade, preparam melhor os alunos para experiências como a deste concurso e, desta forma, para o futuro”, declarou Inês Santos, aluna do mestrado integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica de Ciências.

A Matemática da ULisboa encontra-se em 14º lugar no ranking das melhores universidades europeias e em 58º lugar a nível mundial segundo o ranking U.S.

A plataforma moodle arquivo estará em manutenção (não sendo possível aceder à mesma) a partir das 14h00 de dia 3 de novembro até ao final de quarta-feira, dia 5 de

Equipa composta por investigadores do Centro de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências foi distinguida com a 2.ª Menção Honrosa, na categoria de Investigação e Desenvolvimento, da 5.ª edição do “Food & Nutrition Awards”.

A reunião geológico-cultural da Geologists Association aconteceu este ano em Portugal.

Parabéns a ALEXANDRE ANAHORY DE SENA SIMÕES, aluno do Mestrado em Matemática, pela atribuição do prémio do Programa Estímulo à Investigação 2014 na área da Matemática, com o trabalho "Métodos topol&oac

Em 2014 a European Molecular Biology Organization (EMBO) celebra 50 anos. Em entrevista, Margarida Amaral comenta a sua eleição, explica quais são as funções dos membros da EMBO e deixa mensagens a governantes, dirigentes universitários e alunos de ciências.

A sessão de entrega dos prémios realiza-se a 21 de novembro.

O Southwestern European Regional Programming Contest (SWERC) 2014 ocorre a 22 e 23 de novembro de 2014, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

O foco da plataforma Food & Nutrition Awards é “Inovar para Crescer”.

Para um padrão de consumo doméstico típico, um sistema fotovoltaico não é economicamente viável, exceto talvez para muito baixas potências instaladas.

Queres potenciar a tua energia para entrares no mercado de trabalho?

A INTERCEMENT está a dar início ao Programa de Trainees Internacional - 2015.

A Liga para a Protecção da Natureza encontra-se a recrutar formadores que estejam capacitados para ministrar cursos que se enquadrem nas seguintes áreas de formação:

Dados demonstram que as pessoas ficam presas no trânsito cerca de 34 horas todos os anos e gastam 1.9 mil milhões de litros de combustível.

A Universidade de Lisboa comemora o centenário do nascimento de José Sebastião e Silva organizando diversos eventos, alguns em parceria com outras instituições, durante o ano letivo de 2014/2015.

A Procter & Gamble (P&G) promove, no próximo dia 23 de outubro (manhã), o evento online OneDayWith P&G.

Workshops, apresentações e sessões de painéis interativos, com o intuito de “abordar as questões mais importantes para os oceanos, políticas de investigação, a Diretiva-Quadro de Estratégia Marinha e a Política Comum de Pescas”, compõe a programação do WRIC Oceans 2014.

O Universia e o Trabalhando divulgaram os resultados do 3º inquérito de Emprego 2014, sobre a temática do "Voluntariado". 

O catálogo da coleção conta atualmente com mais de 33000 registos, sendo a maior parte destes referentes à entomofauna portuguesa. Outras regiões bem representadas na coleção são sobretudo países africanos dos PALOP.

O grupo de Ciências especializou-se em prospeção de texto biomédico e medidas de semelhança semântica.

Vais querer perder esta oportunidade que pode mudar o teu futuro? Então não percas tempo e inscreve-te!

As inscrições estarão abertas até 17 de outubro.Mostra que és o líder de amanhã! Participa neste grande evento!

O movimento entre as duas placas é lento, por isso a deformação litosférica em Portugal é lenta, e todo o ciclo sísmico de acumulação e libertação de tensão também é lento.

Seminário/Debate
 
Moderador: António Vallêra, FCUL e SDSIL
 

A Secretaria de Estado do Ensino Superior lançou no dia 9 de outubro uma campanha que rejeita a prática de praxes violentas nas instituições de ensino superior portuguesas.

Páginas