Entrevista com… Raquel Conceição

Fique a par dos pormenores da investigação premiada pela ANACOM URSI Portugal 2013 na entrevista a seguir apresentada. Complete a leitura consultando o perfil da cientista Raquel Conceição.

De que trata o trabalho distinguido pelo prémio o prémio ANACOM – URSI Portugal 2013?

Raquel Conceição (RC) - No meu trabalho proponho uma utilização multimodal de duas técnicas de diagnóstico médico que se complementam: a Mamografia por Emissão de Positrões (PEM) – uma técnica de imagem de medicina nuclear -, e a imagem por radar de banda ultralarga na frequência de micro-ondas – uma técnica nova, ainda com poucos ensaios clínicos, que usa radiação não ionizantes. Enquanto a PEM dá resultados bastante fidedignos relativamente à deteção e localização de um tumor na mama, não é possível obter informação sobre a natureza desse tumor (benigno ou maligno). Alguns estudos anteriores indicaram que a imagem por micro-ondas poderá permitir a classificação de tumores na mama em termos do seu tamanho e forma, podendo-se indicar com algum grau de certeza qual a natureza do tumor. Neste trabalho faz-se um estudo em termos de simulação numérica e experimental num cenário simples em que é simulada uma mama com um tumor, [sendo] depois feita a classificação de tumores.

Que técnicas e métodos de trabalho foram utilizados?

RC - Para as simulações do PEM foi utilizada uma plataforma de simulação Monte Carlo. Para as simulações de imagem por micro-ondas foi utilizado um programa de simulação eletromagnética.

A simulação experimental foi feita com um protótipo pré-clínico. Nestas simulações, foram criados fantomas da mama com glicerina e fantomas de tumores feitos com uma proporção de pó TX151 e água (que de aspeto parece plasticina).

Quem está, para além da Raquel, envolvido nele? Há professores das FCUL a prestar-lhe apoio? Há outros centros/empresas/institutos ligados a ele?

RC - O trabalho apresentado foi fruto de cerca de 18 meses de trabalho e houve suporte de vários professores da FCUL em diversas fases deste período, a destacar os professores Pedro Almeida e Nuno Matela.
Porém, os resultados obtidos em concreto neste trabalho foram resultado de uma colaboração mais próxima com investigadores do IBEB-FCUL, o Ricardo Capote e a Bárbara Oliveira, o meu colega de trabalho, Martin O’Halloran, da National University of Ireland – Galway (onde a Bárbara entretanto começou o doutoramento dela), e três colaboradores da University of Manitoba, em Winnipeg, Canadá, Daniel Flores-Tapia, Diego Rodriguez-Herrera e o professor Stephen Pistorius.
 


Protótipo de radar micro-ondas mamário da Universidade de Manitoba, no Canadá
Fonte Raquel Conceição

Que papel e importância assumem neste trabalho?

RC - O Ricardo e a Bárbara ajudaram-me bastante nas simulações do PEM, o Martin ajudou-me essencialmente com a reconstrução de imagem UWB, e o Daniel, Diego e Stephen acolheram-nos (a mim e ao Martin) no laboratório deles no Canadá, há pouco mais de um ano, por forma a ficarmos a conhecer o protótipo desenvolvido por eles e onde fizemos as primeiras medições com modelos físicos para modelar formas de tumores benignos e malignos.

Que importância tem este prémio para si e para o Instituto onde está inserida?

RC - É o primeiro prémio que recebi e que distingue o meu trabalho científico realizado durante o pós-doutoramento – logo é de extrema importância pessoal. Em concreto, a URSI é uma entidade muito importante na minha área de investigação, logo a importância deste trabalho a nível profissional é também [relevante].

Que importância considera que este estudo tem para a área científica da Biofísica e da Engenharia Biomédica?

RC - A área da Biofísica e da Engenharia Biomédica é bastante vasta. Considero o meu trabalho de grande importância no contexto de diagnóstico precoce e de rastreio do cancro da mama. Em termos gerais, são necessárias alternativas viáveis e de baixo custo às mamografias (raio X) e ultrassonografias, pois é necessário melhorar a sensibilidade e especificidade dos exames médicos feitos à mama. É importante detetar esta patologia o mais cedo possível para que as terapêuticas a indicar sejam as mais adequadas e eficazes a cada paciente. Em termos mais específicos, considero muito importante um diagnóstico o mais completo possível da deteção de um tumor da mama – ou seja, uma avaliação sobre se o tumor tem mais probabilidade de ser benigno ou maligno, e portanto evitar exames adicionais que inevitavelmente irão incorrer em custos adicionais para a paciente e para o Serviço Nacional de Saúde.
 


 Subconjunto de modelos de tumor, malignos (em cima) e benignos (em baixo), utilizados neste estudo
Fonte Raquel Conceição

O que valoriza e distingue este estudo?

RC - É importante investigar e investir em técnicas de diagnóstico médico que sejam portáteis (ou de pequena dimensão) e que não impliquem que os pacientes recebam radiação ionizante durante um exame médico.

A investigação terá outras aplicações futuras?

RC - Certamente, a classificação de tumores da mama poderá ser conjugada com outros tipos de diagnóstico médico. Ou o mesmo tipo de algoritmos pode ser adaptado para diagnosticar outro tipo de doenças ou condições médicas.

Já tem outros projetos profissionais futuros definidos?

RC - O meu contrato como investigadora termina em dezembro de 2014 e o de professora em Agosto do mesmo ano. Tenho um projeto europeu - uma Ação COST para a qual fui [recentemente] nomeada chair– que visa criar uma rede de investigadores europeia que colaborará para desenvolver aplicações médicas na frequência de micro-ondas, assim como para agilizar processos de ensaios clínicos e de comercialização de novos equipamentos médicos. Este projeto europeu irá estender-se até novembro de 2017, portanto terei que durante o próximo ano procurar alternativas em termos de financiamento/instituição para poder continuar as minhas atividades como investigadora a partir de 2015.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

Páginas