A Língua Portuguesa na Era Digital

Workshop + Livro branco

Estará o futuro da língua portuguesa em risco na era digital? Quais são as novas condições de utilização das línguas naturais? Que línguas estão preparadas para fazer face ao choque digital? Que estratégias podem ser desenhadas? Estas são apenas algumas das questões, levantadas por especialistas e refletidas por vários cidadãos e que serão exploradas no workshop “A Língua Portuguesa na Era Digital”.

Vivemos numa era de transformações constantes e aceleradas a diversos níveis. O espaço entre os cidadãos diminuiu à medida que a comunicação se tornou mais fácil e frequente com a evolução das novas tecnologias. Com esta realidade, surgem novos paradigmas aos quais é necessário atribuir novas soluções, como tem sucedido na FCUL com o projeto METANET, inserido na rede de excelência europeia para a tecnologia da linguagem e da fala, sob coordenação de António Branco, professor e investigador do Departamento de Informática (DI-FCUL).

“A língua portuguesa tem 220 milhões de falantes pelo mundo inteiro, é a 5.ª língua mais falada, porém não está a ser preparada e equipada com um nível suficiente da tecnologia da linguagem para fazer face à era digital. Neste workshop, vamos fazer o lançamento do livro branco “A Língua Portuguesa na Era Digital”, cujo objetivo é chamar a atenção das pessoas para a importância da tecnologia da linguagem face à nova revolução tecnológica pelo qual vão passar as línguas naturais”, sublinha António Branco. 

O evento, que tem lugar dia 16 de novembro, na sala 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, é gratuito e destina-se a todo o público. Jornalistas, investigadores, linguistas, estudantes ou qualquer outro interessado na matéria estão convidados a fazer parte desta abordagem de ideias.

Estruturado por três sessões, o workshop conta com um leque variado de oradores iniciando-se o ciclo de sessões com as principais instituições responsáveis pela política da língua e pela política de investigação e desenvolvimento entre elas: Instituto Camões, Instituto Internacional da Língua Portuguesa, Diretoria Geral da Comissão Europeia e DG Connect.

Quem não conseguir garantir o seu lugar no evento, poderá acompanhar a transmissão em direto, a cargo da Unidade de Informática da FCUL através da página da FCUL  ou da página relativa ao evento.

 

A FCUL esteve à conversa com António Branco. Para ouvir o seu testemunho, visite a secção de vídeos da página do Facebook da FCUL.

 

Raquel Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Fangz, jogo criado por aluno da FCUL que conquistou a Apple

Alexandre Ribeiro, antigo aluno do Departamento de Informática da FCUL, é o primeiro português a conseguir destacar uma aplicação nacional na App Store dos EUA. Para além deste destaque, foi eleito jogo da semana no fórum da Touch Arcade, “o site de maior reputação no mundo dos jogos para plataformas móveis”.

Sessões de esclarecimento/apresentação

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências - SAHFC

 

DESAFIO SOCIETAIS 1, 2 E 5: HEALTH, BIO-ECONOMY, CLIMATE ACTION

IV Jobshop

“Os alunos e os responsáveis pelos recursos humanos das empresas participantes poderão dialogar e assim trocar informações úteis acerca dos métodos, oportunidades e critérios de recrutamento utilizados”, informa o presidente da AEFCL, Eduardo Matos.

Logotipo Cost

A próxima reunião do Comité COST, área de Chemistry and Molecular Sciences and Technologies realiza-se em  setembro, em Lisboa. Durante esse acontecimento a organização local prevê estudar, juntamente com os atuais e os antigos delegados a ações COST, novas formas de incrementar a participação portuguesa no Horizonte 2020.

“A parceria que temos [com a FCUL] contribuiu em larga escala para o desenvolvimento da Science4you”, comenta Miguel Pina Martins, a propósito do sucesso da empresa que soma novos galardões: o “Business Internationalization Award” e os Prémios Novos, na categoria Empreendedorismo.

Páginas