O dia-a-dia de um ex-aluno de Ciências ULisboa

Nélson Pinto

Engenharia Informática

Nélson Pinto

"A licenciatura em Engenharia Informática, em Ciências ULisboa, permitiu-me aprofundar e adquirir conhecimentos na área da Informática e deu-me força e motivação para continuar o meu percurso académico", conta Nélson Pinto

Glintt

Nélson Pinto
Fonte Glintt

A Glintt - Global Intelligent Technologies, uma multinacional de origem portuguesa, líder em consultoria e serviços tecnológicos na saúde e cotada na Euronext​, conta já com mais de 1050 colaboradores, entre eles alguns ex-alunos de Ciências ULisboa, como é o caso de Nélson Pinto, licenciado em Engenharia Informática e mestre em Engenharia Informática, especialização em Sistemas de Informação. Leia o seu testemunho, fique a par das vantagens do curso e de como é que é trabalhar nesta empresa, que opera a partir de dez escritórios, sediados em seis países - Portugal, Espanha, Reino Unido, Irlanda, Angola e Brasil. Leia o seu testemunho.

Quais foram as vantagens do curso?

Nélson Pinto (NP) - A licenciatura em Engenharia Informática, em Ciências ULisboa, permitiu-me aprofundar e adquirir conhecimentos na área da Informática e deu-me força e motivação para continuar o meu percurso académico. Assim, iniciei o mestrado em Engenharia Informática, com especialização em Sistemas de Informação, onde tive diversas unidades curriculares que me possibilitaram adquirir uma visão alargada de diversos temas e complementar a minha formação.

De que forma a Faculdade contribuiu para o percurso profissional e para a integração na Glintt?

NP - Durante o mestrado, na unidade curricular de Engenharia de Software, tive a oportunidade de ouvir uma palestra da OutSystems sobre uma versão da sua plataforma. Esse foi o trigger para realizar o meu estágio de mestrado, desenvolvendo uma aplicação em OutSystems.

A partir daí, o meu objetivo foi sempre evoluir e ganhar competências em todas as vertentes de OutSystems, bem como em componentes adjacentes.

Como é trabalhar na Glintt?

NP - É bom trabalhar na Glintt! Nestes dois anos, a par do bom acompanhamento que temos por parte da equipa, tenho desenvolvido muitas soft skills e tenho crescido muito profissionalmente.

Que conselhos dá aos ex-colegas, relativamente à Glintt?

NP - Com as Academias Glintt terão a oportunidade de conhecer o mundo da Glintt e perceber qual o caminho ideal. Não precisa de ser perfeito numa área, nem ter conhecimentos profundos numa tecnologia. Apenas precisa de ter vontade de aprender e trabalhar! Eu, ou outro colega, estaremos cá para ajudar naquilo que precisarem.

Glintt com ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas