Dictum et factum

Carlos Rosa

Carlos Rosa

GCIC Ciências

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências?
O terceiro Dictum et factum é com Carlos Rosa, técnico do Gabinete de Infraestruturas e Apoio Técnico de Ciências.

Quando era criança já sabia que profissão gostaria de ter no futuro?

Carlos Rosa (CR) Não, mas já em criança tinha habilidade para reparar coisas, depois veio o fascínio pela eletricidade, em seguida a eletrónica e mais tarde a mecânica, mas acabou por ser na construção civil que me iniciei no trabalho. No entanto foi na eletricidade que fiz a minha área de formação profissional o que me permite ser um técnico instalador certificado.

Como surgiu a hipótese de trabalhar em Ciências?

CR - Um dia a minha irmã disse-me que a faculdade tinha concurso aberto para a área da manutenção e porque é que eu não me inscrevia. Então preparei os documentos procedi à inscrição e fui chamado inicialmente com um contrato por três anos tendo no 2.º ano passado para os quadros.

Qual foi o 1.º emprego?

CR - O meu primeiro emprego foi na construção civil aliás pode dizer-se que conheço a construção há perto de 30 anos visto que desde cedo comecei a andar por lá a acompanhar o meu pai.

Há quantos anos trabalha em Ciências?

CR - Trabalho em Ciências há cerca de 12 anos.

O que começou por fazer quando aqui chegou?

CR - Já na altura os nossos serviços eram muito diversificados, comecei por conhecer as instalações e os diferentes tipos de serviços com os colegas existentes (o Sr. Pinto, o Sr. Varandas e o Luís Pereira) e depois fui entrando no ritmo.

E agora como é o seu dia-a-dia?

CR - Alguns dos dias são um tanto ou quanto agitados. Começam antes de chegar ao trabalho e continuam depois de chegar a casa dado que temos telefone de serviço e este está sempre ligado e pode tocar em qualquer altura. Também dada a minha polivalência sou chamado para todo o tipo de serviços, para não falar que além dos serviços distribuídos por folha de obra temos ainda os distribuídos por telefone, as urgências, o apoio a eventos, o acompanhamento de empresas externas a executar serviço nas nossas instalações, as saídas como motorista e faço ainda parte das equipas de primeiros socorros.

O que é que mais gosta de fazer na unidade onde está inserido?

CR - Gosto de tudo o que faço, pois todos os serviços e todos os dias são diferentes.

Há alguma coisa que não aprecia na sua rotina profissional?

CR - A sobreposição de serviços, o trabalho mal feito e a informação mal dada.

Na sua opinião o melhor da Faculdade é…?

CR - Sem dúvida as pessoas.

E o melhor da Administração Pública, o que é?

CR - Penso que hoje em dia falar de melhor na função pública é esquecer que temos as progressões na carreira congeladas, que o preço hora do trabalho diminuiu, que os descontos aumentaram e que a vida dos funcionários públicos por vezes é muito difícil.
Melhor?!

Se tivesse que escolher um adjetivo para o descrever, qual seria a palavra escolhida?

CR - Abstracto

Porquê?

CR - Porque gostamos e empenhamo-nos naquilo que fazemos e cada vez nos sentimos mais revoltados e sem perspetivas de um futuro melhor.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Aula aberta - Mestrado em Biologia Molecular e Genética

7 de Novembro, 11:00, sala 2.4.16

 

INFORMAÇÃO

Recent years have witnessed the emergence of new sequencing technologies that are revolutionizing the approach to public health problems.

Na FCUL existe uma unidade curricular designada Projeto Empresarial. Esta “cadeira”, comum ao ISCTE-IUL, prepara os alunos para a realidade empresarial e tecnológica. No total, cerca de 300 alunos já a frequentaram.

Carlos Rafael Mendes

A tese do antigo aluno da FCUL, Carlos Rafael Borges Mendes e recentemente premiada, contou com a orientação conjunta das professoras Vanda Brotas e Virginia M. Tavano.

Web of Science Book Citation Index - Trial para todos os membros b-on

Estão abertas as inscrições para a disciplina que promove o empreendedorismo - Projeto Empresarial. Todos os alunos de mestrado ou nos dois últimos anos de mestrado integrado podem candidatar-se até dia 16 de novembro.

A FCUL, bem como toda a Universidade de Lisboa está sem acesso à Internet desde cerca das 11:45 da manhã.

Professora Olga Pombo, autora do livro "O Círculo dos Saberes"

“Estou convencida que a imagem do círculo constitui um arquétipo, uma determinação conceptual prévia a toda a investigação”, defende Olga Pombo, docente na FCUL e autora do livro “O Círculo dos Saberes”.

Imagem ilustrativa do livro "O Círculo dos Saberes"

“A apresentação do livro seguirá um formato sério e discreto. O professor Shahid Rahman fará uma apresentação e apreciação do livro e eu agradecerei todas as suas palavras, sejam elas elogiosas, sejam críticas", afirma a autora Olga Pombo.

Trial para todos os Membros da b-on.

Pessoas a correr junto ao Marquês de Pombal

A primeira Corrida da Ciência aconteceu o ano passado por ocasião das celebrações dos 100 anos da FCUL. A edição deste ano integra-se na 2.ª Edição do AmbientALL – Universidade em Movimento.

O concurso de programação destina-se a alunos universitários e este ano junta 16 equipas, oriundas de oito instituições universitárias portuguesas. A equipa da FCUL chama-se BigO(1).

Imagem da professora Maria José Boavida

“Colega amiga”, “orientadora empenhada e humanista” e “investigadora solidária”, assim se recorda Maria José Boavida (1948 – 2012).

Desenho do campus da FCUL

As tabelas e notas científicas, assim como as regras elementares de segurança em laboratórios são algumas das mais-valias deste “livro”.

A fim de cumprir com o estabelecido no Regulamento Eleitoral, o Caderno Eleitoral para a eleição do Presidente do Departamento de Estatística e Investigação Operacional está disponível para consulta.

 O projecto CAMPUS UL realizado pelos alunos de mestrado em Engenharia Geográfica no âmbito das disciplinas de Fotogrametria Analítica e de Produção Cartográfica ganhou o segundo prémio no concurso internacional de projectos com fins educativos

lâmpada

"Criar, transferir e valorizar economicamente o conhecimento científico" é a causa primária do renovado centro de inovação, situado no campus da FCUL.

Hoje, quarta-feira, dia 10 de Outubro de 2012, registou-se uma quebra no acesso à Internet pelas 17h00 por cerca de 5 minutos.

A causa foi externa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e ainda não fomos informados das suas causas.

Estão abertas três vagas para bolseiros para a Unidade de Informática

Imagem do professor J. Sebastião e Silva

O Departamento de Matemática da FCUL apresenta obras selecionadas de personalidades da nossa história, nomeadamente os Compêndios de Matemática e os respetivos Guias para professores de José Sebastião de Silva, cujos direitos patrimoniais foram cedidos à Faculdade por um período de 30 anos.

Devido a uma avaria no equipamento de Videoconferência, o serviço encontra-se interrompido por tempo indeterminado. Pedimos desculpa pelo incómodo causado.

Alunos aguardam a sua vez na fila para as inscrições

Este ano, durante a 1.ª fase de inscrições, foi realizado um inquérito a 845 estudantes. De acordo com os resultados obtidos, o reconhecimento da competência científica (25%), a localização (22%) e a nota de candidatura (22%), foram determinantes na escolha da FCUL.

Abertura de Concurso para uma posição de substituição de Doutor Ciência na CFNUL na área Física Nuclear – Reações Nucleares, ver anúncio em http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx?task=global&job

Páginas