Prémio Pfizer de Investigação Básica 2013

"... valeu a pena!"


Margraida D. Amaral
Fonte Nuno Branco/JAS Pharma 2011

Em entrevista, a cientista portuguesa, coordenadora do projeto vencedor e diretora do programa doutoral BioSys - Biological Systems - Functional and Integrative Genomics, comenta que “quando temos boas condições para trabalhar até produzimos como os melhores…!”.

O estudo agora premiado e que foi publicado em setembro na revista Cell, sob o título "High‐Content siRNA Screen Reveals Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", procurou descobrir novos reguladores da ENaC usando uma abordagem inovadora de screening, combinando genética com microscopia automatizada.

Rainer PepperkoK, Karl Kunzelmann e Margarida D. Amaral projetaram a investigação básica e os financiamentos. Joana Almaça, Diana Faria, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina, Lalida Sirianant, Luka A. Clarke, José Paulo Martins e Miguel J. Santos realizaram as experiências e geriram os dados. Por sua vez, a interpretação dos dados coube a Joana Almaça, Diana Faria, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina, Lalida Sirianant, Luka A. Clarke, Jean-Karim Heriché, Christian Conrad, Wolfgang Huber e Rainer Schreiber. A redação do artigo é da responsabilidade de Joana Almaça, Karl Kunzelmann e Margarida D. Amaral, que contou com a revisão de Rainer Pepperkok, Karl Kunzelmann e Margarida D. Amaral, bem como a aprovação final de todos os membros do projeto. E assim se faz ciência...

FCUL - Em setembro submeteu a candidatura aos Prémios Pfizer, que são entregues desde 1956 e representam um dos mais importantes galardões em Investigação Biomédica em Portugal. O que simboliza para si e para os membros do projeto vencedor o reconhecimento concedido pela Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa?

Margarida D. Amaral (MDA) - Este prémio é o reconhecimento em Portugal por um trabalho de alta qualidade e isso para mim significa muito. Os dois principais investigadores que ajudaram a coordenar este estudo - Karl Kunzelmann e Rainer Pepperkok -, ambos alemães, também já foram informados e também ficaram muito agradados. Decidimos que este prémio (por ser dado por uma instituição portuguesa) vai na sua totalidade para a FCUL a fim de ajudar a financiar uma infraestrutura de microscopia semelhante à que usámos na Alemanha para realizar este trabalho.

FCUL - Este projeto vencedor é o resultado do trabalho de uma equipa constituída por 15 pessoas associadas a quatro instituições. Qual é o balanço da investigação que tem vindo a ser realizada por esta equipa?

 

Prémios Pfizer 2013

Os Prémios Pfizer 2013 são entregues a 12 de dezembro, pelas 18h00, na Aula Magna da FMUL. Esta edição distingue ex aequo dois projetos de investigação básica e um de investigação científica, reconhecendo o contributo dos seus investigadores, particularmente dos quatro cientistas que lideram estes trabalhos.

Qualquer dos estudos premiados nesta 57ª edição contribui para os avanços científicos na otimização das terapêuticas biológicas em doenças inflamatórias crónicas e incapacitantes, como é o caso da Artrite Reumatóide; no tratamento da Sepsis; e no combate à Fibrose Quística.

A iniciativa resulta de uma parceria entre os Laboratórios Pfizer e a Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa, que visa a dinamização da investigação em Ciências da Saúde em Portugal. De acordo com o comunicado de imprensa divulgado pelos organizadores do acontecimento, na edição deste ano, foram apresentados 65 trabalhos para avaliação do júri, correspondendo 31 candidaturas à área da investigação básica e 34 à área da investigação clínica. Desde que foram instituídos já foram entregues a mais de 550 investigadores, premiando mais de 200 trabalhos.

Prémios de investigação básica Pfizer 2013 – ex aequo
“Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets” - Margarida D. Amaral, da FCUL
“As antraciclinas iniciam uma resposta protetora na Sépsis grave por ativação de respostas reparadoras do DNA” - Luís Ferreira Moita e Nuno Figueiredo, do IMM-FMUL

Prémio de investigação clínica Pfizer 2013
“An Evidence-Based Approach to Optimize Therapeutic Decisions Involving Biological Drugs” - Sandra Garcês, do IGC

MDA - De facto foi um trabalho de equipe que resultou dum projeto financiado pela União Europeia – TargetScreen2 -, que eu coordenei. O balanço, como se vê, tem sido altamente positivo e demonstra que quando temos boas condições para trabalhar até produzimos como os melhores…!

FCUL - A 12 de setembro publicaram na revista Cell online o artigo “High-Content siRNA Screen Reveals Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets”. Têm recebido muitos comentários dos vossos pares?

MDA - Sim, tenho recebido muitas mensagens de parabéns por parte de vários colegas, ex alunos, etc. curiosamente, espalhados por esse mundo fora, com muitos dos quais não contactava há anos.

FCUL - Descobriram 739 genes que quando inibidos diminuem a atividade da ENaC. Os testes realizados em culturas de células de pulmão de pacientes com Fibrose Quística, mostram que a DGK-iota é um promissor alvo terapêutico. Quais são as próximas etapas do vosso trabalho?

MDA - Segue-se a descoberta de compostos químicos que inibam a DGKiota, à semelhança dos que usámos no estudo, mas que eram apenas reagentes de laboratório que não podem ser usados na clinica. Há já uma empresa inglesa (que também fazia parte do consórcio do TargetScreen 2) que está a avançar nesse sentido, com a nossa ajuda.

FCUL - A Fibrose Quística é a doença genética fatal mais frequente na União Europeia. Desde sempre que o seu percurso está ligado a esta doença. Qual é a sua missão enquanto cientista?

MDA - Estou muito empenhada em encontrar soluções terapêuticas que verdadeiramente ajudem a tratar esta doença na sua “raiz”, ou seja, que vão ao nível molecular e que por isso façam a diferença na qualidade e na esperança de vida dos pacientes com Fibrose Quística. Se o nosso trabalho ajudar a chegar a esse ponto, acho que tudo valeu a pena!

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Vivemos um momento histórico no mundo da energia: da depleção dos recursos fósseis às alterações do clima, do impacte das renováveis ao re-desenhar dos sistemas de energia e das políticas públicas, tudo se discute num ambiente

Anfiteatro em Ciências

"Vem descobrir o mundo dos Quarks e Leptões com acontecimentos reais". Este é o mote da 10.ª edição das Masterclasses Internacionais em Física de Partículas.

Otília Correia

As sociedades actuais atribuem aos bosques uma série de funções para além da sua função produtora, incluindo as clássicas como o controlo hidrológico e protecção contra a erosão, valorizam-se actualmente e cada vez mais pelo seu uso recreativo, e de conservação da biodiversidade e da paisagem, e armazenamento de carbono.

Pormenor do cartaz do concurso “Belas-Artes Liga Mouraria”

Caue Sarabia, aluno da licenciatura em Tecnologias de Informação e Comunicação do Departamento de Informática de Ciências, a fazer um minor na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, participou no concurso “Belas-Artes Liga Mouraria”, com o projeto Mudéjar, conjuntamente com mais três alunos daquela faculdade.

HisParc: Bringing physics to your neighbourhood

O projeto tem como objetivo envolver a sociedade no processo de investigação da área da Física, através da integração de detetores de raios cósmicos em universidades, escolas secundárias e museus.

Logotipos

A app teve origem no projeto QREN World Search, no qual participam Carlos Teixeira e Ana Luísa Respício, professores do Departamento de Informática da FCUL, bem como Ivo Madruga, ex. aluno do DI e Bernardo Santos, que é aluno do DI.

Imagem editada pelo DI

O projeto "Lusica - Artistas musicais lusófonos", desenvolvido pelos alunos de mestrado do Departamento de Informática de Ciências -  Carlos Barata, Farah Mussa, Gabriel Marques, Mónica Abreu e Rafael Oliveira - , no âmbito das di

Campus Solar de Ciências já tem uma página online! Quantos são os que passam todos os dias por ele e não sabem o que é?…

Energias renováveis

O Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia organiza a 27 de março, entre as 12h00 e as 13h00, na sala 8.2.47, no campus de Ciências, o seminário "Energias fósseis, o que temos e para onde vamos", proferido por Nuno Pimentel, docente do Departamento de Geologia de Ciências e investigador do Centro de Geologia da Universidade de Lisboa, desde 1989.

Ensino da Paleontologia: Novas abordagens

Candidaturas online abertas até 31 de Março!

No Dia do Patrono da Escola Secundária Stuart Carvalhais, Ciências participou nas atividades científicas da instituição com a presença de elementos dos Departamentos de Física e de Química e Bioquímica.

Pode a eficiência energética induzir práticas que levam a um aumento do consumo de energia por parte das famílias?

Henrique Costa

Henrique Regateiro Machado e Costa faleceu no passado dia 14 de Fevereiro.

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

Hasok Chang, Prémio Fernando Gil

A RIGC – Rede de Informação da Indústria do Grande Consumo, empresa de consultores especializada na realização de trabalhos de consultoria n

Consulte as ofertas de emprego do Departamento de Estatística e Investigação Operacional.

A empresa Grupo Actuarial oferece estágios remunerados na área da Estatística/Probabilidades ou Matemática.

Para mais informações consultar:

RIGC – Rede de Informação da Indústria do Grande Consumo, empresa de consultores especializada na realização de trabalhos de consultoria na área de do Grande Consumo procura Analista de Dados Júnior(m/f).

Maksen é uma multinacional organizada em unidades de negócios, a fim de prestar serviços de consultoria em estratégia e redes de negócios, sistemas de informação, engenharia e comunicação e neste momento procura

Das 121 candidaturas admitidas para avaliação no âmbito do concurso para a criação do Rnie, somente 54 foram recomendadas a integrar o roteiro, dez delas incluem a presença de Ciências, sendo que cinco são lideradas por investigadores da faculdade.

Maria Helena Florêncio, Jorge Miguel Miranda, Henrique Cabral e António Branco apresentam infraestruturas de investigação de interesse estratégico para Portugal.

Gonçalo Costa Gomes Amaral

"Não se deve deixar que a sua memória seja esquecida, pois é através de tudo o que ele passou e viveu entre nós que vai continuar a viver e a iluminar tudo aquilo que fizermos", declararam em comunicado a AEFCL e o Conselho de Veteranos de Biologia.

A empresa Grupo Actuarial oferece estágios remunerados na área da Estatística/Probabilidades ou Matemática.

Mapa

A recomendação de inclusão da Clarin Portugal no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico (Rnie) representa um passo da maior importância para a internacionalização da língua portuguesa e para a sua preparação para a era digital. 

O Seminário Diagonal realiza-se dia 17 de março, pelas 18h00, na FCUL, no anfiteatro 6.2.53.

Páginas