Entrevista com Tiago Guerreiro

“É uma honra suceder a pessoas como a Vicki Hanson”

Professor do DI Ciências ULisboa editor chefe da ACM TACCESS

Última Revisão —
Tiago Guerreiro

"Apesar de dedicar parte não negligenciável do meu tempo ao serviço à comunidade (organização de eventos, comités de programa, revisão de artigos) esta é a primeira vez que assumo a liderança do corpo editorial de uma revista", diz Tiago Guerreiro

Café Memória

Tiago Guerreiro
Imagem cedida por TG

Tiago Guerreiro tem dedicado a sua atividade de investigação à aplicação de tecnologia para resolver problemas nas áreas de saúde, bem-estar e acessibilidade, tendo publicado mais de 75 artigos científicos em conferências e revistas internacionais e recebido vários prémios pelas suas contribuições científicas. Atualmente preside ao comité Accessibility & Ageing na conferência CHI da ACM, a mais relevante internacionalmente na área de Interação Pessoa Máquina; e em 2020 será o presidente da conferência ASSETS da ACM, dedicada à acessibilidade. 

Tiago Guerreiro é especialista contratado pela Comissão Europeia para a Acessibilidade de Aplicações Móveis, no âmbito da Diretiva para a Acessibilidade Web; e lidera vários projetos e prestações de serviço nas áreas de acessibilidade, privacidade e saúde.

Tiago Guerreiro, professor do Departamento de Informática e líder da área de investigação Accessibility & Ageing no LaSIGE, foi nomeado em julho passado editor chefe da Association for Computing Machinery (ACM) Transactions on Accessible Computing (TACCESS), juntamente com Stephanie Ludi, professora da University of North Texas, nos EUA. Os novos editores chefes deste periódico trimestral iniciam funções este mês de agosto. O mandato é de três anos.

É a primeira vez que assume estas funções?

Tiago Guerreiro (TG) - É com grande orgulho que assumo estas funções. Apesar de dedicar parte não negligenciável do meu tempo ao serviço à comunidade (organização de eventos, comités de programa, revisão de artigos) esta é a primeira vez que assumo a liderança do corpo editorial de uma revista. Esta revista tem dimensão internacional, e muda de liderança a cada três/quatro anos (podendo ser renovada por mais um período). Desde a sua criação, em 2008, teve apenas duas lideranças, sendo eu e Stephanie Ludi o terceiro par de editores. É uma honra suceder a pessoas como a Vicki Hanson, uma das fundadoras da revista, atual CEO da ACM, a principal associação na área da Ciência da Computação. É algo que nunca pensei que viesse a fazer, mas cujo convite não quis recusar.

Que expetativas tem?

TG - Na área da Ciência da Computação, algumas conferências são mais valorizadas que as revistas. Os processos de revisão destas conferências de topo são também mais exaustivos (incluindo em todo o processo revisões profundas por quatro/seis revisores, e muitas vezes, uma reunião presencial com discussão de todos os artigos), e a seleção de artigos mais competitiva. No entanto, o processo não é mais lento do que o que acontece com uma revista. Um dos meus principais objetivos é aumentar a relevância da ACM TACCESS, tornando-a mais competitiva, mas também mais célere. A revista tem vindo a aumentar a sua visibilidade na comunidade de computação acessível e tecnologias acessíveis. O meu objetivo é também aumentar o alcance da revista e aumentar o seu impacto, continuando o bom trabalho dos editores anteriores.  

Tiago Guerreiro numa das conferências da ACM
Em 2020 Tiago Guerreiro será o presidente da conferência ASSETS da ACM, dedicada à acessibilidade
Fonte André Rodrigues

Tiago Guerreiro com Filipe Ramos
Fonte André Rodrigues

Filipe Ramos concluiu a licenciatura em Biologia em Ciências ULisboa e foi nesta faculdade que aprendeu Braille, com a ajuda de Tiago Guerreiro. "A certa altura, o Filipe soube que eu desenvolvia tecnologias para uso de Braille por pessoas cegas, e veio-me perguntar se eu o podia ensinar. Pedi emprestada uma máquina, várias revistas em Braille, e alguns conselhos ao psicólogo da Fundação Sain, e durante alguns meses ajudei o Filipe a aprender a ler e escrever em Braille", conta o docente, cuja história foi noticiada numa das edições de 2016 da Revista Louis Braille.

Como é o seu dia-a-dia aqui na Faculdade e de que forma espera conciliar com estas novas funções?

TG - O meu dia-a-dia é um feliz e agradável caos. Divide-se entre o meu tempo de investigação e escrita, que tento realizar nas horas da manhã, e um conjunto de muitas outras atividades, letivas, de gestão, orientação e serviço à comunidade (científica e público geral) que procuro distribuir pelo tempo restante. Este cargo irá ser mais uma posição de serviço que assumirei, e que dada a elevada carga que acarreta, me levará a recusar temporariamente outras atividades de serviço à comunidade científica.

Scripta Manent. O que se escreve, fica, permanece.
No site da Faculdade, encontra alguns recortes de imprensa sobre as atividades de Tiago Guerreiro, destaque para o clipping relacionado com o artigo "Vulnerability & Blame: Making Sense of Unauthorized Access to Smartphones", cuja exposição mediática teve o seu ponto alto no Daily Show, com Trevor Noah.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Isaac Carrêlo e Rita Almeida, alunos do curso de Engenharia e Energia do Ambiente e Eva Barrocas, do curso de Biologia, viajaram até Cabo Verde para fazer parte da equipa Turtle Foundation. Durante um mês de experiências intensas, protegeram tartarugas e levaram os ensinamentos apreendidos na FCUL até à comunidade local.

Mapa

O Memorando de Entendimento celebrado com Portugal estabelece oito áreas programáticas para a respetiva alocação de verbas para 2009/2014. A abertura de concursos para Portugal deve acontecer ainda este ano.

Palestra por Jennifer de Jonge

Centro de Biotecnologia Vegetal/IBB

Evolução Tecnológica e o Cadastro Territorial Multifinalitário no Brasil

VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Páginas