Cinquenta escolas públicas vão poder receber jogo sobre diversidade e conservação de insetos

O jogo de tabuleiro é especialmente adequado aos programas curriculares dos 5.º, 8.º e 11.º anos

PGP

Depois da realização de cada atividade os professores deverão responder a um questionário de avaliação da iniciativa e motivação dos alunos, disponibilizado também na Internet. Os resultados dos questionários deste ano letivo serão objeto de análise na dissertação de João Castelo Branco, estudante do mestrado em Biologia da Conservação, com orientação de Patrícia Garcia-Pereira e Rui Rebelo, professor do Departamento de Biologia Animal de Ciências e investigador do cE3c.

O cE3c acaba de lançar o programa "Vamos Jogar aos Insetos em Ordem nas Escolas?", no âmbito do qual vai oferecer 200 exemplares do jogo "Insetos em Ordem" às primeiras 50 escolas públicas, que aderirem à iniciativa.

Os insetos são um grupo tradicionalmente esquecido nos programas curriculares de Ciências da Natureza e Biologia dos ensinos básico e secundário, apesar da sua importância ecológica. O jogo "Insetos em Ordem" pretende trazê-los para as salas de aula, fomentando a aprendizagem sobre a sua identificação, as funções vitais que desempenham nos ecossistemas e o ciclo de vida de algumas das espécies mais comuns em Portugal, entre vários outros tópicos.

O jogo é da autoria de Patrícia Garcia-Pereira, investigadora do cE3c e de Eva Monteiro, investigadora da associação Tagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, a partir da exposição "Insetos em Ordem", que continua em exibição pelo país. De acordo com o comunicado de imprensa emitido recentemente pelo cE3c, trata-se de um jogo de tabuleiro para um máximo de quatro jogadores ou equipas e foi concebido para a realização de aulas práticas de 90 minutos sobre a diversidade e conservação de insetos, sendo especialmente adequado aos programas curriculares dos 5.º, 8.º e 11.º anos.

Os professores devem inscrever-se neste programa preenchendo o respetivo formulário e podem submeter as dúvidas através do email jogoinsetosemordem@gmail.com. As primeiras escolas inscritas irão receber quatro exemplares do jogo, um guião da atividade e informações adicionais sobre os conceitos científicos abordados (o porte é pago pelas escolas).

Marta Daniela Santos, ce3c com ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas