Galaxy Zoo em português

NASA, ESA, Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, e A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)
NASA, ESA, Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, e A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)

“O Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa foi a única instituição a realizar a tradução e adaptação para português do Galaxy Zoo”, diz João Retrê, diretor do gabinete de mediação científica do CAAUL, sediado no Observatório Astronómico de Lisboa.

O projeto internacional de “ciência cidadã” consiste numa plataforma online pioneira, que procura o envolvimento do público na classificação visual de milhões de galáxias. Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, pode descrever objetos astronómicos que ainda não foram classificados, auxiliando dessa forma a investigação dos astrónomos sobre a evolução do Universo e contribuindo igualmente para a promoção da literacia científica.

O Galaxy Zoo existe desde julho de 2007 e está disponível em português desde o início deste mês. De acordo com o comunicado de imprensa emitido pelo CAAUL, “agora, mais de 250 milhões de pessoas, em países como Angola e o Brasil, podem participar ativamente em descobertas científicas internacionais sem barreiras linguísticas ou de formação científica”.
 

Curiosidades do Galaxy Zoo
Mais de um milhão de membros.
Cerca de 1.5 milhões de galáxias, cada uma delas contendo milhares de milhões de estrelas, já foram classificadas.
Integrado no Zooniverse, uma plataforma de “ciência cidadã” com projetos que vão da Astronomia à Zoologia.

João Retrê diz que “frequentemente são usados computadores para auxiliar neste processo, mas o cérebro humano continua a ser mais eficiente a identificar e distinguir padrões”. O coordenador da tradução e da adaptação do Galaxy Zoo para português refere ainda que o CAAUL “está envolvido na tradução de mais projetos da plataforma de ‘ciência cidadã’ Zooniverse”.

De acordo com o site do Galaxy Zoo “mais de 50 milhões de classificações foram recebidas pelo projeto durante o seu primeiro ano de existência”.

Para José Afonso, diretor do CAAUL, esta unidade de investigação tem uma “forte atividade de promoção científica que é suportada pela qualidade da sua investigação”, pelo que não podiam perder a oportunidade de participar ativamente num projeto com estas características. “A barreira linguística continua a ser um sério obstáculo para a promoção da ciência”, conclui José Afonso.

Curiosidades sobre o CAAUL
O centro de investigação da Faculdade de Ciências, classificado como muito bom pela FCT, em 2007, tem vindo a crescer e conta hoje com 41 investigadores, dos quais 31 são doutorados. A sua investigação centra-se no estudo da formação estelar, das atmosferas dos planetas do sistema solar, da formação e evolução de galáxias, e da estrutura do próprio universo, e conta ainda com uma atividade forte no desenvolvimento de instrumentação para telescópios terrestres e espaciais, em colaboração com o ESO e com a ESA.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Álvaro de Campos

TABACARIA

O Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (DI-FCUL) vai organizar a 3 de julho deste ano a primeira edição do 

“Eu sempre gostei de fazer desenho geométrico e sempre me interessei pelos azulejos e seus painéis e pela calçada portuguesa pela sua beleza, pela arte, e porque têm potencialidades científicas, estéticas e didáticas praticamente ilimitadas”, conta o investigador do Grupo de Física-Matemática, distinguido recentemente com o Prémio Abordagem Inovadora “SOS Azulejo 2012”.

As bibliotecas do C4 e C8 têm horários alargados durante a época de exames de 1 a 29 de Junho.

Mestrados DBA 2013-2014

Investigadores do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour”

A equipa do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour” esteve reunida na FCUL, nos dias 21 e 22 de maio. Os investigadores avaliaram as ações em curso e discutiram alguns assuntos com a comunidade de end-users.

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Fangz, jogo criado por aluno da FCUL que conquistou a Apple

Alexandre Ribeiro, antigo aluno do Departamento de Informática da FCUL, é o primeiro português a conseguir destacar uma aplicação nacional na App Store dos EUA. Para além deste destaque, foi eleito jogo da semana no fórum da Touch Arcade, “o site de maior reputação no mundo dos jogos para plataformas móveis”.

Sessões de esclarecimento/apresentação

Páginas