Estudo na Oryx

Medidas de conservação de tartarugas marinhas em Cabo Verde são insuficientes

A população de tartarugas marinhas (Caretta caretta) de Cabo Verde é considerada a terceira maior do mundo

Joana Madeira Hancock

Planos futuros

"A captura e venda das tartarugas [funciona como] rendimento alternativo em alturas de dificuldades económicas, aproveitando o facto de que ainda há procura desta carne por parte dos consumidores, o que indica a necessidade de uma abordagem socioeconómica da região para desenvolver medidas de conservação mais eficazes”, diz Joana Madeira Hancock, estudante do programa doutoral em Biodiversidade, Genética e Evolução. A primeira autora do estudo integra o cE3c – Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais e em breve vai adaptar este trabalho à realidade de São Tomé e Príncipe, país que beneficiou recentemente da aprovação de uma nova lei de conservação de tartarugas marinhas.

Um estudo publicado na revista internacional de conservação Oryx indica que a legislação e a proteção nas praias são insuficientes para travar a captura e o consumo ilegal de tartarugas marinhas em Cabo Verde.

O artigo “Exploring drivers and deterrents of the illegal consumption and trade of marine turtle products in Cape Verde, and implications for conservation planning”, publicado online a 11 de maio, é da autoria de Joana Madeira Hancock, Safiro Furtado, Sonia Merino, Brendan Godley e Ana Nuno.

Em 2011 a equipa de investigadores realizou mais de 400 inquéritos a habitantes das ilhas de Boa Vista e Santiago, com especial foco nas comunidades de pescadores e vendedoras de peixe, tradicionalmente associados à captura e comércio de tartarugas marinhas. Todas as respostas ao inquérito foram tornadas anónimas.

Este trabalho pretendeu avaliar a ilegalidade dos níveis de captura e de consumo de tartarugas marinhas e compreender se as intervenções atuais constituem a abordagem mais eficaz para promover a conservação destas espécies.

A população de tartarugas marinhas (Caretta caretta) de Cabo Verde é considerada a terceira maior do mundo. No entanto, registos históricos e estudos recentes demonstram uma forte influência negativa da ação humana nos níveis de população de tartarugas marinhas no arquipélago. As atuais medidas de conservação passam pela proteção de praias através de voluntários, por ações de sensibilização e, em alguns casos, pela presença militar nas principais praias de nidificação.

Programa doutoral em Biodiversidade, Genética e Evolução
As candidaturas a bolsas de doutoramento terminam a 25 de junho de 2016

Marta Daniela Santos, do cE3c, com Ana Subtil Simões, do GCIC Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O movimento entre as duas placas é lento, por isso a deformação litosférica em Portugal é lenta, e todo o ciclo sísmico de acumulação e libertação de tensão também é lento.

Seminário/Debate
 
Moderador: António Vallêra, FCUL e SDSIL
 
logotipo

A Secretaria de Estado do Ensino Superior lançou no dia 9 de outubro uma campanha que rejeita a prática de praxes violentas nas instituições de ensino superior portuguesas.

O Departamento de Informática apoia a iniciativa "Mais Mulheres no Ensino e Investigação em Informática". Motivar jovens mulheres para uma carreira na Informática é um desafio ao qual o Departamento responde com empenho ativo.

O Programa para Jovens Profissionais 2015 da OCDE está com inscrições abertas até 25 de novembro de 2014. Os candidatos selecionados começarão a trabalhar na sede da OCDE, em Paris, no Verão de 2015.

logotipo

O Erasmus+ é o programa da União Europeia para o financiamento da educação, da formação, da juventude e do desporto durante o período entre 2014/2020.

Amélia Pilar Rauter

Amélia Pilar Rauter lidera o consórcio FCUL na European Innovation Partnership on Active and Healthy Ageing.

Disponível de 6 de outubro a 6 de dezembro.

Vanda Brotas

Não é a primeira vez que Vanda Brotas assume este tipo de função. Entre 2007/2009 também assumiu a presidência do Departamento e entre 2004/2006 coordenou o Centro de Oceanografia.

A TESE - Associação para o Desenvolvimento apresentou os resultados do estudo 

Pela primeira vez, a defesa de uma prova de doutoramento ocorreu nas instalações da Faculdade de Ciências da ULisboa.

Estão abertas as candidaturas para 

Uma ferramenta inovadora para partilhar expectativas e criar um plano de acção.

A Maxdata e a Faculdade de Ciências da ULisboa estão a desenvolver automatismos que permitam melhorar significativamente o controlo de infeções hospitalares e comunitárias.

Este programa de estágios visa a formação avançada de jovens portugueses, com grau académico de licenciatura ou superior, em grandes Organizações Científicas Internacionais, CERN, ESA e o ESO.

07 outubro

12:00 Sala C201, Edifício II, ISCTE-IUL

Aqui estão disponíveis os highlights do Grupo de Espectrometria de Massa Ambiental e Biológica.

 

Até 15 de Novembro é possível aceder via b-on a e-books da Biblioteca Nacional em:
http://bnp.lusoteca.pt/catalog/ileio/#

 

José Afonso

A MOONS deve ficar operacional em 2018.

Parabéns a Alexander Usvyatsov, investigador FCT do CMAF, pelo seu recente prémio de artigo expositório em lógica:

Financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o Programa tem neste momento candidaturas abertas para:

Programa de Estágios em Investigação na Carnegie Mellon University (Undergraduate Internships Program)

O livro é apresentado durante a sessão inaugural do programa doutoral Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade.

O livro editado pela Âncora Editora é apresentado por José Barata-Moura.

“Work in Flanders” realiza-se nos próximos dias 29 e 30 de Setembro, em Lisboa (serviços centrais do IEFP em Xabregas).

Páginas