Prémio para a rota de exploração do Euclid

Ismael Tereno, João Dinis, Carla Sofia Carvalho e António da Silva estão de parabéns!

Conceção artística do telescópio Euclid

Conceção artística do telescópio Euclid

ESA/ATG medialab ; NASA, ESA, CXC, C. Ma, H. Ebeling, E. Barrett, STScI

O consórcio da missão Euclid, um telescópio que irá penetrar no lado escuro do Universo e que tem lançamento previsto para 2022, atribuiu o prémio Euclid STAR 2020 na categoria “equipa” a um dos grupos do consórcio com uma forte participação portuguesa, nomeadamente de investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) e da Ciências ULisboa.

O grupo de rastreios (Euclid Survey Group – ECSURV) é responsável por produzir o calendário de mapeamento do céu com as cerca de 40 000 observações do telescópio Euclid, definindo qual a região do céu que este irá observar em cada momento dos mais de seis anos de duração da missão. O grupo formado em 2012 e com participação portuguesa desde o início inclui atualmente quatro membros do IA Ciências ULisboa, além de outros nove membros de Itália e França.

Ismael Tereno, investigador do IA Ciências ULisboa e coordenador da equipa portuguesa do ECSURV, afirma que o planeamento produzido pelo ECSURV é uma peça fundamental para toda a ciência e instrumentação do telescópio, e toca em quase todos os aspetos da missão.

“Os cientistas centrados no foco da missão querem conhecer a progressão das observações e o que estará disponível em cada momento de publicação dos dados científicos. Os que vão explorar outras vertentes científicas precisam de saber se os rastreios possibilitam esses casos científicos.”
Ismael Tereno

João Dinis é responsável pelo desenvolvimento do programa de computador que constrói o rastreio de referência. Este investigador do IA, do Laboratory of Optics, Lasers and Systems da Ciências ULisboa e membro do ECSURV lançou-se na tarefa em 2013, num trabalho de equipa que envolveu inicialmente também Carla Sofia Carvalho, colaboradora do IA e membro do grupo. Para João Dinis este reconhecimento dá alento: “Há uma miríade de constrangimentos que o satélite tem de obedecer e que condicionam o plano de observações - os seus movimentos e rotações são limitados, e cada campo de calibração tem de ser observado de forma específica”.

“O projeto Euclid é o mais ambicioso empreendimento humano para produzir um mapa do cosmos a partir do espaço, e que será uma referência por muitos anos.”
Jarle Brinchmann, investigador e membro da comissão de coordenação do IA, coordenador do legado científico no consórcio Euclid

O trabalho do grupo prossegue e uma fase importante aproxima-se. Em outubro irão submeter o plano de rastreios e calibrações a uma revisão da ESA, um momento de especial relevo, dada a proximidade do lançamento, previsto para agosto de 2022.

“É com muito orgulho em toda a equipa nacional que vejo este prémio acontecer”, diz António da Silva, investigador do IA Ciências ULisboa, membro da Direção do Consórcio Euclid e também membro do grupo de rastreios

O grupo foi nomeado para o prémio Euclid STAR 2020 – Equipas pela própria comunidade do consórcio Euclid, que reúne cerca de 1500 membros de 14 países europeus, EUA e Canadá. “Temos uma participação pequena comparada com a dos principais países, e é muito satisfatório ver que apesar disso tem tido um grande impacto e visibilidade”, conclui Ismael Tereno.

Iniciados em 2017, estes prémios, de natureza simbólica, reconhecem anualmente contribuições excecionais para missões realizadas por membros ou grupos do consórcio. Os prémios foram anunciados no dia 6 de maio e foram atribuídos também nas categorias de estudante, engenheiro júnior, cientista júnior, membro sénior e coordenação.

Grupo de Comunicação de Ciência do IA com ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas