Opinião

Política de Utilização Aceitável de TIC na FCUL

Pedro Rosa
UI-FCUL

A infraestrutura tecnológica que serve por base à utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da FCUL é considerada essencial nas atividades diárias de ensino, investigação e gestão da escola.

Hoje em dia é também importante como veículo de transporte de informação e divulgação da FCUL para o exterior.

Na verdade trata-se de um investimento continuado e muito significativo que, embora funcione de uma forma transparente para os utilizadores, o bom funcionamento depende da utilização racional dos meios técnicos disponíveis.

Os “postos de trabalho” utilizados em gabinetes ou laboratórios são apenas uma das componentes de um conjunto de sistemas complexos que são necessários para completar a infraestrutura de TIC.

Fonte: UI-FCUL
Legenda: Os regulamentos associados e este tema estão disponíveis no Portal da FCUL em http://ciencias.ulisboa.pt/ui/normas

Nos últimos anos, além da habitual ligação à rede de dados, aumentou significativamente o conjunto de serviços que permitiram melhorar vários aspetos relacionados com o ensino e gestão da escola.

As plataformas da escola são hoje utilizadas não só no seu dia-a-dia durante as aulas e atividades de investigação, como também através de acesso remoto a partir do exterior (exemplo: cerca de 66% do acesso ao Moodle é realizado a partir de dois operadores nacionais de telecomunicações).

O TIC na FCUL não só utiliza recursos da Internet, como também é hoje um fornecedor interessante de conteúdos para o resto da rede, quer para clientes internos, quer para um público mais alargado externo à FCUL.

Neste sentido, a utilização desadequada de alguns sistemas, pode colocar em causa o bom nome da Faculdade de Ciências, os utilizadores dos seus sistemas informáticos e a Internet no seu geral.

Nesta sequência foi aprovada, no início do ano, pela Direção da Escola a “Política de Utilização Aceitável” de TIC da FCUL, conjuntamente com quatro regulamentos.

Pretende-se regulamentar a utilização de uma série de aspetos relacionados, mas principalmente chamar a atenção aos utilizadores de um conjunto de fatores, muitas vezes desconhecidos que têm impacto muito significativo na utilização de novas tecnologias.

Um exemplo óbvio é a disponibilização da palavra-chave de uma conta a terceiros que poderá servir para o envio de mensagens desadequadas (spam, phishing, etc.) ou a utilização de equipamentos de forma menos própria em laboratórios de aulas.

Outro exemplo típico e que faz chegar até à Unidade de Informática algumas queixas de alunos é a existência de utilizadores a jogarem em laboratórios e espaços abertos. Apesar dos avisos de proibição e de estarem bloqueados vários acessos para o exterior, sem o bom senso dos utilizadores, o aproveitamento das infraestruturas em exclusivo para ensino será sempre difícil.

Os regulamentos pretendem ainda descrever alguns limites à utilização de serviços, e respetivas exceções, bem como descrever formas de garantir uma segurança eficaz na utilização dos meios tecnológicos (exemplo: a nova política de qualidade de palavras-chave).

A Política de Utilização Aceitável e os regulamentos associados são de aplicação transversal à FCUL, independentemente do serviço que os gerir e está em vigor desde 1 de janeiro de 2014.

É regulada pelos seguintes documentos disponíveis no Portal da FCUL em http://ciencias.ulisboa.pt/ui/normas:

  • Regulamento da Utilização das Infraestruturas de Comunicação da FCUL
  • Regulamento de Contas de Utilizadores da FCUL
  • Regulamento de Utilização do Sistema de Correio Eletrónico e de Listas de Distribuição da FCUL
  • Regulamento da Utilização de Laboratórios de Informática da FCUL
Pedro Rosa, dirigente da Unidade de Informática da FCUL

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Páginas