Segurança no trabalho

Sessões de treino em manuseamento de extintores

Sessões de treino em manuseamento de extintores
GCIC

Em 2014, sob a organização da Assessoria para a Segurança do Trabalho de Ciências, foram desenvolvidas ações de formação e sensibilização destinadas a docentes, não docentes, investigadores e alunos da Faculdade, sobre temas como a prevenção e avaliação de riscos profissionais, segurança nos laboratórios de Ciências e respostas práticas em caso de emergência.

Em novembro, em colaboração com o Gabinete de Infraestruturas e Apoio Técnico, foram desenvolvidas outras duas sessões, desta vez de treino em manuseamento de extintores.

A iniciativa teve dois momentos, no primeiro, a 3.ª Companhia do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa informou os participantes sobre a o que são os meios de primeira intervenção, nomeadamente os extintores: as suas características, aplicações e correto manuseamento. No segundo, houve um exercício prático com demonstração e utilização de extintores no exterior. A empresa de comércio de extintores Vialonga Fogo disponibilizou um técnico e os meios necessários para fazer fogo real em condições controladas e em segurança.

De acordo com o subchefe da 3.ª Companhia do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, , nesta sessão os participantes procuraram, sobretudo, aplicações para situações reais com as quais algum conhecido ou até eles se tenham deparado. Para Fernando Gonçalves, estas sessões revelam-se produtivas já que, como explicou, “os bombeiros preocupam-se com o evitar do sinistro, como tal a prevenção é muito importante para nós. Quanto mais pessoas tiverem conhecimento sobre como operar com os meios de primeira intervenção no início de um sinistro, menos significado e menor expressão terá um determinado sinistro, menos danos causará e facilitará a intervenção da equipa de bombeiros”.


Fonte:
Legenda: Houve um exercício prático com demonstração e utilização de extintores no exterior

Bruno Santos Amaro, pertencente ao Tec Labs – Centro de Inovação de Ciências, decidiu inscrever-se na iniciativa pelo facto de, para além da curiosidade pessoal, trabalhar num edifício com 30 organizações, entre empresas e associações, e fazer parte das suas funções estar a par dos procedimentos básicos de segurança, nos quais se incluem o manuseamento de extintores.

“Considero uma formação essencial a qualquer pessoa da sociedade civil, uma vez que pode fazer a diferença num contexto de início de incêndio, e enquanto se aguarda a chegada do corpo de bombeiros”, declarou o trabalhador de Ciências.


Fonte: GCIC
Legenda: A 3.ª Companhia do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, presente na iniciativa, trouxe uma viatura e os meios de prevenção para o acompanhamento da sessão prática no exterior

Para Beatriz Lampreia, funcionária do Instituto de Biofísica e Engenharia Biomédica de Ciências , esta ação foi uma mais-valia para todos já que “ficámos com a noção de como usar corretamente o extintor e distinguir qual o [procedimento] adequado para o tipo de situação com que nos deparamos, e isto pode contribuir para uma mais rápida e eficaz intervenção”.

No total, 55 pessoas participaram nas sessões de treino em manuseamento de extintores.

Júlia Alves, técnica superior da Assessoria para a Segurança do Trabalho de Ciências, identifica três perspetivas sobre a importância deste tipo de iniciativas para a comunidade de Ciências: “em primeiro lugar, permite adquirir ou aprofundar conhecimentos sobre as respostas em caso de diferentes tipos de emergências; em segundo lugar, permite treinar os gestos que são necessários colocar rapidamente em prática em caso de emergência e em terceiro lugar, fomenta a cooperação entre a Faculdade de Ciências e outras instituições sob um ‘simples’ mote em comum - minimizar as consequências de situações de emergências e, com isso, aumentar o grau de segurança de uma comunidade”.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Foi duplicado o espaço de armazenamento nas áreas de alunos. A nova quota é agora de 1 Gb.

 

Com o intuito de inovar e proporcionar os melhores temas aos alunos da Faculdade de Ciências no que diz respeito às novas tecnologias, a

David Luz e Pedro Machado, investigadores do Centro de Astronomia e Astrofísica da UL, fazem parte de uma equipa de investigadores que ao fim de dois anos conseguiu medir os ventos da atmosfera de Vénus a partir da Terra. Até então, só era possível fazê-lo recorrendo a sondas espaciais.

À semelhança dos anos anteriores o Departamento de Química e Bioquímica vai promover a realização de Ações de Formação para os professores do Ensino Básico e Secundário na modalidade oficina.

Encontram-se abertos concursos para recrutamento postos de trabalho de Professor Auxiliar, nas áreas disciplinares de Meteorologia, de Geofísica, de Engenharia Geográfica e de Oceanografia Física, Astronomia e Astrofísica, constantes do mapa de pessoal docente d

Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia

“Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”, sublinhou Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs.

Imagem alusiva à extração de óleos essenciais

Aquele que é hoje conhecido como o ISEO teve início em setembro de 1969, quando quatro cientistas da área da farmacognosia se reuniram, informalmente, em Leiden, na Holanda, para discutir problemas comuns, relacionados com a análise de óleos essenciais. Docentes/investigadores da FCUL participam, desde 1989, nesse congresso e já o organizaram por duas vezes.

Membros de uma tuna, durante uma atuação

Diário de bordo da nave Esperança. Uma viagem por um dos acontecimentos musicais da comunidade académica com especial tradição…

Pormenor de obra de arte

Invest in our future, invest in science”. A mensagem é clara, concisa e direta. Por um mundo melhor, um grupo de personalidades do Champalimaud Neuroscience Programme lançou recentemente um blogue no qual procuram sensibilizar a comunidade para a importância da ciência nas nossas vidas.

Está aberto concurso, até ao dia 07 de dezembro de 2012, para admissão de voluntários para a prestação de serviço em regime de contrato na Categoria de Oficial Técnico Superior Naval (TSN) e Oficial Técnico Naval (TN).

A sessão de encerramento contou com uma breve troca de ideias acerca dos novos desafios e possibilidades oferecidos pelo software Open Source, em particular, pela cada vez maior procura de formação em Quantum GIS.

Actividade no NanoLab do GeoFCUL

Páginas