cE3c organiza maior conferência internacional sobre plantas exóticas invasoras

Depois de ter passado pela Austrália, África do Sul, EUA e Reino Unido, entre outros países, a EMAPI chega a Portugal

GOGI Ciências - Octávio Pinto

Nos bastidores da EMAPI 2017, com a brochura que será entregue aos participantes
Fonte cE3c

A maior conferência internacional sobre plantas exóticas invasoras irá decorrer em Lisboa de 4 a 8 de setembro. A EMAPI - Ecology and Management of Alien Plant Invasions é organizada pelo cE3c e apresenta-se com o tema Sínteses, Desafios e Novas Oportunidades.

Para benefício das gerações presentes e futuras, investigadores, gestores e decisores políticos de todo o mundo irão debater e explorar formas de combater e ultrapassar os desafios globais e regionais impostos pelas plantas invasoras.

Cristina Máguas, investigadora do cE3c, docente do Departamento de Biologia Vegetal de Ciências e coordenadora da organização da EMAPI 2017, salienta que "as invasões biológicas, em particular as plantas exóticas invasoras, para além de constituírem uma ameaça à biodiversidade e ao funcionamento dos ecossistemas têm um forte impacto socioeconómico – acrescentando que - esta conferência internacional será uma oportunidade para abordar aspetos inovadores e novas oportunidades para encontrar uma solução integrada e multidisciplinar".

Depois de ter passado pela Austrália, África do Sul, EUA e Reino Unido, entre outros países, a EMAPI chega a Portugal. Cristina Máguas explica porquê: “Esta conferência revela o enorme interesse por este tópico no nosso país, evidenciando uma forte componente científica e reconhecimento internacional".

"O sucesso para controlo e erradicação de espécies como as acácias australianas, que têm visto a sua expansão ser acelerada por fatores como o fogo e ausência de uma gestão florestal adequadas, vai depender da capacidade de articulação entre a comunidade científica, os gestores florestais e agrícolas, os decisores políticos e a sociedade em geral, de modo a responder atempadamente e de uma forma eficaz a este flagelo que a todos afeta."
Cristina Máguas

Além dos sete simpósios e das três saídas de campo a EMAPI 2017 traz até Lisboa oito oradores plenários e cerca de 170 participantes, mas este número pode aumentar pois a organização do evento ainda está a receber inscrições. O programa pode ser consultado no site da iniciativa.

Harold Mooney, professor emérito da Universidade de Stanford (EUA), cujo trabalho contribuiu para a investigação atual em plantas a nível global, é um dos oradores plenários. Há décadas que se dedica à investigação em plantas, desde a sua ecologia até ao estudo da sua fisiologia. No final da década de 1980, as plantas invasoras ganharam destaque na sua investigação, tendo vindo desde então a realçar a importância de uma perspetiva integrada sobre as plantas exóticas, juntando naturalistas e investigadores da área das ciências sociais. Harold Mooney tem dado ênfase ao impacto da ação humana nos ecossistemas, nomeadamente quando a atividade humana está por detrás da introdução de novas espécies.

O acrónimo EMAPI foi adotado em 2001, após aproximadamente duas décadas de existência das conferências. As conferências EMAPI têm como objetivo apresentar e discutir os mais recentes resultados da investigação científica sobre plantas invasoras, realizando-se a cada dois anos em diferentes locais do mundo.


Espécie invasora acácia australiana (Acacia longifolia)
Fonte Catarina Costa

 

Marta Daniela Santos e Rúben Oliveira, cE3c, com ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Páginas