Bolsa de Iniciativas PRR - Agenda de Inovação para a Agricultura

Fotografia de vinha
Octávio Pinto

O Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) define um conjunto de investimentos e reformas que devem contribuir para as seguintes dimensões: resiliência, transição climática e transição digital. Neste contexto, a Componente 5 – Capitalização e Inovação Empresarial, integrada na Dimensão Resiliência, visa aumentar a competitividade e a resiliência da economia com base em I&D, inovação, diversificação e especialização da estrutura produtiva.

Da referida Componente faz parte a Agenda de Inovação para a Agricultura a qual pretende promover o crescimento do setor agroalimentar, de forma sustentável e resiliente, baseado no conhecimento e na inovação, através de uma resposta ágil e adequada aos vários desafios, nomeadamente ao desafio das alterações climáticas e da resiliência aos choques futuros, assim como da transição digital e promover uma sociedade mais justa que responda ao desafio demográfico e às desigualdades, sem deixar ninguém para trás.

Logótipos Terra Futura e PRR

Nesse contexto pretende-se dinamizar programas e projetos de investigação e inovação centrados nas 15 iniciativas emblemáticas preconizadas por esta Agenda, concretizando a estratégia aprovada em Resolução de Conselho de Ministros (n.º 86/2020, de 13 de outubro).

A Bolsa de Iniciativas PRR já se encontra disponível e tem os seguintes objetivos:

  • Promover o encontro entre interessados em desenvolver iniciativas de inovação no setor, bem como a aglomeração destas iniciativas em torno de objetivos semelhantes;
  • Promover a apresentação de propostas de projetos para o apoio previsto no PRR, componente 5 - Investimento RE-C05-i032 - Agenda de investigação e inovação para a sustentabilidade da agricultura, alimentação e agroindústria (Terra Futura).

Nesta primeira fase da bolsa serão aceites iniciativas enquadradas em:

  • Iniciativa emblemática 3 "Mitigação às alterações climáticas";
  • Iniciativa emblemática 4 "Adaptação às alterações climáticas".

As iniciativas a apresentar, enquadram projetos de I&D, de inovação, de testagem e adaptação de tecnologia e processos existentes, em novos contextos, visando o desenvolvimento de conhecimento e capacitação.

O investimento total a propor deverá ser até 1 milhão de euros.

O projeto deverá ser desenvolvido por uma parceria que integre obrigatoriamente a participação de PME ligadas ao setor, instituição do ensino superior e ou tecnológico ou de investigação, Organização de agricultores/organização de produtores e Centro de Competências, podendo incluir outras entidades relevantes para o projeto.

Os projetos deverão estar concluídos e com resultados concretizados até 31.12.2025, com uma duração máxima de 4 anos.

 

Mais informações:

Todos os intervenientes nas iniciativas têm de ser membros da Rede Rural nacional. O acesso à área reservada da Bolsa de Iniciativas é feito com as credenciais de acesso da FCUL.

Banner do evento

O novo telescópio espacial James Webb revelará um Universo mais nítido, mais profundo e mais antigo. Nesta sessão, que terá uma segunda parte para Perguntas & Respostas, vários investigadores do IAstro falam sobre a ciência que este novo telescópio permitirá fazer.

Mathematical Logic Webinar, por Luca Tranchini (University of Tubingen).

Fotografia de candidatos, acompanhada do título "M23 2022|2023"

A ULisboa promove o Dia Aberto M23, um evento que pretende aproximar o público adulto do meio universitário.

In this course, we promote a multidisciplinary approach presenting the most recent findings on the topic and challenging the traditional way of considering symbiotic associations as exceptions and not as the rule.

The goal of this course is to provide to the participants with current and practical knowledge on urban ecology, including ecological and social aspects.

Neste encontro, vamos descobrir as potencialidades da utilização do Jamboard - um quadro branco digital gratuito da Google - em trabalhos colaborativos.

Nesta formação, aprenderemos a criar apresentações dentro do Mentimeter, a criar diferentes tipos de slides e a selecionar as configurações mais adequadas aos objetivos pedagógicos.

Nesta formação, iremos abordar as diferentes etapas do processo de planificação de unidades curriculares e refletir conjuntamente em boas práticas sustentadas pela investigação.

Fotografia de placa de identificação de zona de plantação de vinha

Candidaturas até 28 de fevereiro de 2022.

Título do curso e pessoa a interagir com um ecrã

1.ª edição desta formação avançada, com candidaturas a decorrer.

This course aims to explore ways of communicating science to non-specialized audiences, such as policy makers, industry, general public (including students and teachers), through their engagement and participation in citizen science activities.

O evento pretende juntar técnicos, investigadores, estudantes, produtores, industriais e demais agentes da fileira, contribuindo para a atualização de dados sobre o setor e a partilha de conhecimentos sobre as potencialidades da flora portuguesa, para além, das condições edafoclimáticas nacionais que potenciam produtos de elevada qualidade.

Banner do curso

Um curso de cibersegurança direcionado para executivos e decisores de organizações públicas e privadas, civis e militares.

This course introduces the field of island biogeography, a discipline that has long influenced other research areas such as macroecology, community ecology, evolution and conservation biology.

Scientists, as the main actors in the production of scientific knowledge, have the responsibility of having an active voice in communicating this knowledge – and that can be achieved for example by a conscious use of the communication tools at their disposal and a better articulation with journalists, among other means.

This course aims at providing students with basic knowledge of R programming, allowing them to manipulate and visualize data with R.

This course aims at providing students with statistical knowledge and tools to manipulate, analyze and visualize biological data with R. It also includes an introduction to modeling, simulations and Bayesian statistics.

Logótipo do SciCom.Pt 2022

Submissão de propostas até 06 de março de 2022.

Under the general framework of Global Change Ecology, the goal of this course is to provide the participants with the most recent and practical knowledge on the use of Functional Diversity.

The course provides essential skills and knowledge that enable the participants to develop climate change adaptation strategies.

The objective of this course is to provide participants with basic knowledge on a) the fundamental aspects of experimental design and b) workflows, platforms and tools to increase reproducibility at all scientific levels.

This is a mostly practical course offering an overview on different community ecology and macroecological methods and software. These will include all steps of a research project, from the optimal sampling of communities to process inference from large-scale patterns of taxon, phylogenetic and functional diversity.

This course aims to walk through the grounds of modern botany studies, covering subjects that have been excluded from most academic curricula.

The course aims at enabling the participants to use different methods to measure the impacts of pollutants on ecosystems. Basic knowledge will be provided through theoretical and practical lessons on how to select and use the most suitable metrics based on the analysis of multiple compartments of the ecosystems.

This course offers an overview of the different ways to measure biodiversity, and provides tips for the stratification of primary biodiversity data and the construction of variables that describe its various facets. It also includes an in-depth review of the different types of data used to measure biodiversity and their problems and limitations.