22.º Encontro Nacional de Ecologia

Universidade do Algarve, Faro
Título, local e data do evento, acompanhados da representação de um cavalo-marinho e das típicas chaminés algarvias

Portugal subscreveu o Acordo Global para a Biodiversidade ou Acordo Kunming-Montreal, discutido e aprovado em Dezembro 2022, onde ficaram consagradas as metas 30-30, ou seja, atingir, em 2030, 30% do território terrestre e marinho, águas interiores e costeiras, em conservação e restaurar 30% dos ecossistemas degradados.

No que respeita aos ecossistemas terrestres, Portugal está nominalmente próximo de atingir as metas, numa caminhada iniciada há mais de 50 anos com a criação da primeira área classificada. Todavia, persistem várias indefinições motivadas por uma variedade de instrumentos de classificação que se sobrepõem territorialmente, cada um com metas e objetivos próprios, para além do mau estado de conservação de muitas áreas.

No mar, as áreas marinhas classificadas surgiram, numa primeira fase, como extensão das áreas de conservação terrestre a uma curta faixa marinha adjacente e, mais recentemente, com a criação de áreas protegidas no alto mar. Apesar destes esforços, no domínio marinho, estamos ainda bem longe de cumprir os objetivos.

Ecossistemas marinhos e terrestres funcionam de formas diferentes e requerem medidas próprias de conservação. Em qualquer dos casos, é crucial garantir que a gestão da atual rede de áreas de conservação da biodiversidade em Portugal, bem como a sua expansão futura, vá para além de um mero cumprimento de objetivos nominais.

A conservação da biodiversidade em Portugal deve sair do papel e rumar a ações que promovam, no território, o normal funcionamento dos ecossistemas, para garantir o desenvolvimento sustentável, do ponto de vista ecológico e ser aceite do ponto de vista social. Urge integrar o conhecimento gerado pelos ecólogos de forma a que estes possam responder oportuna e corretamente, quando chamados a intervir. Neste sentido, a comissão organizadora do 22.º Encontro Nacional de Ecologia incentiva a submissão de trabalhos em todos os domínios da ecologia para apresentar as iniciativas em curso e debater estas preocupações.​​​

Durante o evento, será atribuído o Prémio de Doutoramento em Ecologia Fundação Amadeu Dias - a edição de 2023 distinguiu estudantes de doutoramento da Faculdade de Ciências.

SPECO - Sociedade Portuguesa de Ecologia
Título do curso

Curso Avançado CEAUL / Gades Solutions.

Título do prémio

As candidaturas decorrem até ao dia 31 de maio.

Título/data do evento, logótipos das entidades organizadoras e fotografia de Lisboa (Castelo de S. Jorge e respetiva colina)

Inscrição (taxa reduzida) até 20 de março.

Título/data/local do evento, logótipos das entidades organizadoras e várias fotografias da orla costeira e de pessoas

Inscrições preferencialmente até 01 de março.

Logótipo do evento, sobre um fundo branco

Um evento de reunião da comunidade nacional nas diversas vertentes da informática, com a ambição de ser o fórum de eleição para a divulgação, discussão e reconhecimento de trabalhos científicos.

Páginas