Workshop

Restaurar o Funcionamento dos Ecossistemas: Soluções Inovadoras baseadas na Natureza

Crostas Biológicas do Solo - O caso de estudo das albufeiras de Salamonde e Caniçada

Auditório EDP, Porto

Este workshop surge do interesse e utilidade em divulgar o trabalho de investigação inovador que o Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), tem vindo a desenvolver, com o apoio da EDP Produção, no âmbito do Reforço de Potência do Aproveitamento de Salamonde - Salamonde II, envolvendo as albufeiras de Salamonde e Caniçada. Este projeto surgiu da necessidade de dar cumprimento à Declaração de Impacte Ambiental (DIA) da referida obra, que, entre o conjunto de diversas medidas de minimização, preconizou o recurso a soluções de engenharia natural, para controlar a erosão nas faixas interníveis das duas albufeiras - Salamonde e Caniçada - em zonas piloto. As soluções clássicas não seriam facilmente aplicadas às margens das albufeiras sujeitas a oscilações diárias de nível e uma solução inovadora e sustentável era necessária, tendo sido este o desafio colocado à FCUL. Com este seminário pretende apresentar-se os primeiros resultados desta investigação inovadora, baseada na utilização das crostas biológicas do solo, partilhando-a e pondo-a à discussão com um auditório alargado direta ou indiretamente ligado ao tema, incluindo investigadores que trabalham também na área das soluções baseadas na natureza, objetivando a resolução sustentável dos inúmeros e diversos problemas que têm vindo a colocar-se no restauro de ecossistemas degradados.

Porquê as soluções baseadas na natureza?

A natureza executa muitas funções e presta múltiplos serviços essenciais ao Homem. Por vezes, um olhar menos atento pode levar a desvalorizar essas funções, que os ecossistemas nos prestam de forma gratuita. Quantificar os bens e serviços fornecidos pelos ecossistemas é essencial para podermos fazer uma gestão racional e sustentável dos recursos. Nem sempre é possível manter a integridade dos ecossistemas e, com frequência, os impactes humanos levam à destruição de componentes dos ecossistemas, alterando o seu funcionamento, perdendo-se, consequentemente, os serviços fornecidos por estes. A forma mais sustentável, economicamente, de restaurar essas funções é voltar a colocar a natureza a executá-las. Para tal, é necessário identificar organismos chave no funcionamento dos ecossistemas, entender o melhor possível os seus mecanismos de ação e repor a estrutura e a biodiversidade que permitam restaurar essas funções no ecossistema. É isso que se propõe fazer neste seminário: atrair a atenção sobre as múltiplas possibilidades que a própria natureza oferece e apresentar diversos casos de estudo, onde soluções inovadoras, baseadas na natureza, demonstram a possibilidade de repor a funcionalidade do ecossistema, mantendo uma relação custo-benefício atrativa e sustentável.

Inscrições até 18 de março de 2016, para o e-mail paula.braga@edp.pt.

EDP Produção / cE3c - Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais
Seminário Permanente de Astronomia Antiga | CIUHCT/UL - DHFC/FCUL "Os mecanismos e modelos árabes em Copérnico"

Este seminário é um curso livre, aberto à comunidade académica e a todos os interessados, com entrada gratuita.

Ciclo de colóquios no âmbito da Exposição "E3 - Einstein, Eddington e o Eclipse"

Colóquio por Paulo Crawford (Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa).

Por Marco Ferrante (Postdoctoral scholar, Mitrani Department of Desert Ecology, Jacob Blaustein Institutes for Desert Research, Ben-Gurion University of the Negev, Midreshet Ben-Gurion, Israel).

Videoconferência.

Por Nuno Leite (Esri Portugal).

Planeia o teu futuro com o Mestrado em Química da FCUL!

Programa do evento disponível aqui.

Jornadas do Programa Doutoral em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade, a decorrerem nos dias 09, 16, 23 e 30 de maio de 2019.

João Filipe Delgado dos Santos defende a tese "Regulation of CFTR trafficking and membrane anchoring: new insights into cAMP signalling".

Pormenor da Exposição "Formas & Fórmulas", patente ao público em Ciências entre outubro de 2016 e março de 2017

Sessão com a presença de coordenadores de curso e mestrandos.

Por Mark Kirkpatrick (Professor of the Department of Integrative Biology, College of Natural Sciences, The University of Texas at Austin).

Apresentação dos cursos de Mestrado e Pós-Graduação do Departamento de Informática

Esta sessão tem como objetivo discutir as motivações e perspetivas associadas com a realização de um mestrado ou uma pós-graduação, apresentar a estrutura dos cursos e as disciplinas que estes envolvem e esclarecer as dúvidas que os potenciais interessados coloquem.

Curso organizado no âmbito do mestrado em Bioestatística, com o apoio do Departamento de Estatística e Investigação Operacional e do CEAUL - Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa.

Conferência no âmbito do projeto MEDEA-CHART | CIUHCT "Johann Schöner’s Globe of 1523: The Final Resolution of the Crisis in Renaissance Cosmography"

Com Gregory McIntosh (Aluno de Doutoramento da FCUL, MEDEA-CHART/CIUHCT).

Esta palestra é de entrada livre e será proferida em inglês.

O evento pretende incentivar os alunos de Ciências a conhecer, de uma forma informal, ​a investigação que se realiza no DQB.

Noites no Observatório "Buracos Negros: Novos Horizontes"

Os buracos negros são regiões extremamente distorcidas no espaço (e no tempo), nas quais nem sequer a luz consegue escapar à atração gravitacional.

O evento pretende incentivar os alunos de Ciências a conhecer, de uma forma informal, ​a investigação que se realiza no DQB.

Por Klaus Harms e João A. Gama (“The Arctic University of Norway", Tromsø, Norway).

Por Nuno Sepúlveda (London School of Hygiene & Tropical Medicine & CEAUL).

Filipa Isabel Martins Borlinhas defende a tese "Diffusion-Weighted Imaging in Breast Magnetic Resonance".

Por Antonio Córdoba (Universidad Autónoma de Madrid).

In preparation for the new decade, society urgently needs to implement actions that can make us more resilient to the challenges of the 21st century.

Plastics Heritage Congress 2019

O plástico transformou as nossas vidas como poucas outras invenções, desde a sua criação, há pouco mais de 100 anos. Se déssemos um nome à nossa época, com base no tipo de materiais que configuram o mundo em que vivemos, seria a Era do Plástico.

Inclui três palestras e uma mostra do espólio da Sociedade de Geografia de Lisboa relacionada com a efeméride.

Por Saskia Hogenhout (John Innes Centre - Norwich, UK).

Jornadas do Programa Doutoral em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade, a decorrerem nos dias 09, 16, 23 e 30 de maio de 2019.

Páginas