Conferências CIUHCT

Humanidades e Ciência Cidadã. É muito mais o que as une ou aquilo que as separa?

Sala 8.2.02, FCUL, Lisboa

As Conferências do CIUHCT são um ciclo de palestras dedicadas a estudos na área da História das Ciências e da Tecnologia organizado anualmente pelo CIUHCT. Os oradores são convidados a apresentar trabalhos originais da sua autoria, concluídos ou em curso.
As conferências são abertas ao público e têm a duração aproximada de 45 minutos, seguidas de discussão. A maioria das conferências é em português embora no caso de oradores estrangeiros possam ser proferidas em inglês.

Sinopse

Em Portugal os projetos de ciência cidadã são ainda escassos e parecem seguir uma tendência mundial dominante, isto é, envolvendo principalmente dados de investigação relacionados com a biodiversidade, o meio ambiente, a astronomia e a saúde. Em todo o mundo o número de projetos de ciência cidadã usando dados decorrentes das áreas das humanidades é ainda reduzido, e Portugal não é exceção. Neste contexto, colocam-se várias questões. São algumas disciplinas mais "adequadas" à coprodução de conhecimento? Em caso afirmativo, quais disciplinas e por quê? E quais são os requisitos e condições para a criação deste tipo de projetos? Estas questões serão discutidas e será apresentado um plano de investigação que pretende estudá-las no contexto Português.

Nota biográfica

Cristina Luís é licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1996), pós graduada em Filogenias e Genealogias de DNA pela Universidade de Barcelona (2005) e Doutorada em Biologia – Biologia da Conservação pela Universidade de Lisboa (2006). Entre 1995 e 2006 integrou o cE3c | Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais da FCUL tendo participado como investigadora em inúmeros projetos ligados à ecologia de pequenos vertebrados e à genética de conservação de animais domésticos. Entre 2007 e 2009 foi investigadora pós-doc no CIES | Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-IUL e no cE3c na área da promoção e administração de ciência e tecnologia. Entre 2009 e 2014 foi Investigadora Auxiliar no MUHNAC | ULisboa ao abrigo do Programa Ciência 2008 tendo sido vice-presidente do conselho científico e coordenadora do gabinete de projetos da instituição.

Atualmente é investigadora pós-doc no MUHNAC, no CIUHCT-FCUL | Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, do qual é membro integrado, e no CIES | ISCTE-IUL. Desenvolve investigação nas áreas de comunicação e gestão de ciência, ciência cidadã, história da ciência e história da domesticação animal, tendo sido coordenadora e participado em vários projetos de investigação e de divulgação científica com financiamento nacional e internacional. É autora de várias publicações científicas em revistas internacionais, livros e capítulos de livro, e de inúmeras apresentações orais e em painel em congressos nacionais e internacionais. Promove a divulgação da ciência e do património científico, participou na organização de diversas exposições e iniciativas de promoção da cultura científica e coordenou a Noite Europeia dos Investigadores no MUHNAC entre 2012 e 2015.

18h00-20h00
CIUHCT - Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia
CIUHCT

Edgar Tito Matias Oliveira Martins defende a dissertação "Recolha de Cyberthreat Open Source Intelligence usando técnicas de correlação de informação".

Decorrerão, durante a conferência, sessões práticas sobre o uso de ferramentas avançadas de computação e processamento de dados em infraestruturas distribuídas.

Por Paulo Oliva (Queen Mary, University of London).

Pedro Miguel dos Santos Pinto defende a tese "Proof mining with the bounded functional interpretation".

Por Alexandre Cabral (Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e Laboratório de Óptica Lasers e Sistemas – Departamento de Física, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa).

Joana Teresa de Almeida Fernandes defende a tese "Avaliação do risco cardiovascular na Atividade Seguradora".

Por André Abath (Universidade Federal Minas Gerais Belo Horizonte).

Marta Filipa Mateus Marques defende a dissertação "Development of an image processing pipeline for the study of cortical lesions in multiple sclerosis patients using ultra-high field MRI".

Por Diogo Prino Godinho (Evolutionary Ecology - cE3c).

Logótipo associado à frase "CASE STUDY RESISTIR", sobre um fundo branco

A emergência de "hospitais inteligentes" proporciona a oportunidade para a implementação na área das doenças infecciosas dos novos sistemas de medicina preditiva, personalizada, preventiva e participativa (P4 Medicine).

O evento conta com a participação de Thibault Langlois (Ciências ULisboa), que irá apresentar o tema "Deep Learning: over-view and examples of applications in O&G engineering".

Mariana Marques, do cE3c, contribuiu para esta obra com fotografias de mamíferos obtidas através de armadilhagem fotográfica, no âmbito da sua tese de mestrado.

Por Joana Nunes da Costa (Universidade de Coimbra).

Rodrigo Arimura Osawa defende a tese "Degradação de contaminantes emergentes: um estudo por espectrometria de massa e outras técnicas analíticas".

Logótipo da Noite Europeia dos Investigadores, sobre um fundo branco

Ciência na cidade é o tema da Noite Europeia dos Investigadores do biénio 2018-2019, o qual pretende aproximar investigadores e sociedade em atividades preparatórias e durante as noites da última sexta-feira de setembro.

Imagem ilustrativa do evento, acompanhada de várias informações (título, dia, hora, local e orador) e referência à Noite Europeia dos Investigadores

Constantemente, um cientista é confrontado com a pergunta “porquê?”, seja por si mesmo, por outros cientistas, ou ainda mais assustadoramente… por uma criança na idade dos “porquês”!!

Visita guiada à antiga Central Elétrica da Mina do Lousal com destaque para o património elétrico.

Imagem de uma sweatshirt azul, com o logótipo estampado do Programa Erasmus +

Estágios para recém-graduados: Candidaturas online de 01 a 30 de setembro de 2019.

Diogo Miguel dos Santos Martins defende a dissertação "Assessment of the spatio-temporal variability and estimation accuracy of drought indices and evapotranspiration".

Almoços com Ciências

Especialistas de Ciências ULisboa conversam informalmente sobre temas atuais, durante o almoço.

Logótipo do projeto Observar e Aprender

Observar e Aprender - Observação cruzada de aulas entre docentes, numa base de voluntariado e de partilha de experiências pedagógicas na Universidade de Lisboa (inscrições disponíveis aqui).

No processo de globalização também a nossa alimentação sofreu alterações profundas - muitos alimentos que consumimos vêm do outro lado do mundo e passámos a comer frutas e legumes fora de época. A produção a larga escala tornou-se comum.

Pôr-do-sol em Lisboa

Lisboa será palco da Primeira Conferência Internacional Comunidades de Energia.

A conferência é organizada pela Coopérnico - Cooperativa de Energias Renováveis, através do projeto COMPILE, e pelo grupo CCIAM do cE3c, FCUL, através dos projetos PROSEU e BEACON.

Páginas