Comemorações do Dia do Microrganismo

Pavilhão do Conhecimento, Lisboa

A Sociedade Portuguesa de Microbiologia, a Ordem dos Biólogos, a Agência Ciência Viva e a Comissão Nacional da UNESCO propõem, pela primeira vez, a instituição do Dia do Microrganismo a 17 de setembro. O dia escolhido corresponde à data (do ano de 1683) de uma das cartas enviadas à Royal Society of London por Anton van Leeuwenhoek, onde descreve rigorosamente a primeira observação, devidamente ilustrada com desenhos, de bactérias vivas presentes na placa dentária.

A proposta de lançamento deste dia é acompanhada com um conjunto de atividades a ocorrer no Pavilhão do Conhecimento, das 11h00 às 19h00, com entrada livre.

As atividades incluem performances, mostras interativas, workshops, instalações, projeções e outras.


Porquê esta proposta?
Viver no século XXI é ter o privilégio de olhar à volta e perceber que o mundo é muito mais do que se vê! No entanto, há um mundo invisível formado por uma multidão de microrganismos que é o nosso suporte de vida. Uma multidão da qual dependemos! Descobrir, reconhecer e explorar a importância dos microrganismos é um longo caminho que não é apreciado por todos.
O conhecimento dos microrganismos está muito associado a doenças infeciosas, mas nem todos são maus e patogénicos. Pelo contrário, há muita diversidade, da ordem dos milhares de milhão, por conhecer e identificar. São uma multidão espalhada por todos os habitats e o estudo biológico e ecológico está longe de estar completo. 
E se é importante compreender e alertar para o perigo das infeções, é igualmente útil mostrar que a base da vida são estes microrganismos, que estabelecem interações complexas com diferentes organismos vivos, desde plantas a animais, Homem incluído, contribuindo  para a sustentabilidade da vida na Terra. 
O estudo dos microrganismos é crucial para a compreensão dos mecanismos fundamentais da vida e sua evolução. Os microrganismos (fábricas celulares) são essenciais para a resolução dos problemas mais prementes da sociedade em direção a uma Bioeconomia, considerada prioritária para a Europa. Esta atividade económica, que assenta no uso de recursos renováveis é, por essência, uma economia circular pois, idealmente, todos os elementos usados na criação de um produto são reutilizados ou reciclados. Permite ainda reduzir o consumo de combustíveis fósseis.

Como se enquadra?
A proposta de lançamento de um dia do microrganismo tem o alto patrocínio da Comissão Nacional da UNESCO (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization) e o apoio da SPECO (Sociedade Portuguesa de Ecologia) e está inserido na Década da Biodiversidade.

11h00-19h00

Inês Pinto Gouveia apresenta a dissertação "Non-intrusive Observation and Runtime Verification of Cyber-Physical Systems".

Por Alberto Saldaña (Karlsruher Institut für Technologie).

Esta palestra encerra o 5.º Encontro Nacional de Espectrometria de Massa e será aberta a quem desejar assistir.

Exposição comissariada pela investigadora Ana Duarte Rodrigues (CIUHCT) e que aborda o trabalho desenvolvido pelo pelouro dos Passeios, Jardins e Arvoredos da Câmara Municipal de Lisboa por volta de 1875, a p

Luis Miguel dos Santos Vilar Ferreira apresenta a dissertação "A multi-level model for risk assessment in SIEM".

Por Alexander Usvyatsov (Universidade de Lisboa, CMAF-CIO).

Circuito enquadrado no ambiente de montado que circunda a aldeia do Lousal.

Caminhe na natureza e abra as portas ao conhecimento científico que os monumentos megalíticos da região oferecem.

A cerimónia contará com as contribuições de José Artur Martinho Simões, Diretor da Faculdade de Ciências, Professora Maria Isabel Fraga Alves e Professor Luís Correia, bem como dos homenageados, Professora Ivette Gomes e Professor Helder Coelho.

O Desafio Societal 1 do Horizonte 2020 - “Saúde, alterações demográficas e bem-estar” - conta com um orçamento 2.000 M€ para o financiamento de projetos na área da saúde entre 2018 e 2020.

Maria Alexandra Soares Gomes Cardoso de Oliveira apresenta a tese "Boulder deposits related to extreme marine events in the western coast of Portugal".

Por Jorge Buescu (Departamento de Matemática, FCUL).

As provas, requeridas por Pedro Miguel Nunes da Rosa Dias Duarte, decorrem nos dias 28 e 29 de setembro de 2017.

Dedicada ao tema “SCILIFE - Science in Everyday Life / Ciência no dia-a-dia”, a Noite Europeia dos Investigadores em Lisboa terá lugar no Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa.

Por Emílio Franco (Universidade do Porto).

Candidaturas a Bolsas de Doutoramento a decorrer até 02 de outubro de 2017.

Programa de Formação Contínua de Professores do Ensino Básico (3.º ciclo) e Secundário, grupos 420 e 520.

Adaptationism, i.e. the claim that natural selection provides a sufficient explanation for the evolution of most traits, pervades all aspects of biological thinking.

Por Franz Gatzweiler (Executive director of the 10-year global interdisciplinary research programme on “Health and Wellbeing in the Changing Urban Environment: a Systems Approach," created by the International Council for Science (ICSU), and sponsored by the Un

Por Artur Tiago Silva (CERIS, Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa).

The European Symposium on Nanofluids (ESNf) will be a series of international conferences to be organized in Europe and the very first one (1st ESNf) will be held in Lisbon, Portugal during 8-10 October 2017.

Os ecossistemas fluviais portugueses são um património natural único, muito rico em espécies piscícolas endémicas, sendo também um recurso fundamental de água doce.

A conferência conta com a participação de Jorge Marques da Silva e Cristina Branquinho, da FCUL.

A iniciativa conta com a participação de Henrique Leitão (FCUL), decorrendo as expressões de interesse até 12 de maio de 2017.

For understanding Nature, modern science has turned to mathematical and physical models that dramatically simplified the complexity of natural phenomena and processes.

Páginas