IAstro Júnior

Mistérios das Galáxias

Planetário Calouste Gulbenkian, Lisboa
IA / Visão Júnior

Qual a maior galáxia do Universo? Como se formaram as primeiras galáxias? E a primeira geração de estrelas? Como nascem as estrelas e os planetas que constituem as galáxias? Por que razão os grandes telescópios são instalados no topo de grandes montanhas?

Será em Lisboa a próxima sessão IAstro Júnior, uma iniciativa do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da revista Visão Júnior especialmente concebida para jovens dos 7 aos 12 anos.

Os investigadores Iris Breda, Fernando Buitrago e Alexandre Cabral, do Instituto de Astrofisica e Ciências do Espaço (IA), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e da Universidade do Porto, vão falar do conhecimento atual sobre galáxias, partilhar com os jovens as perguntas para as quais ainda procuram resposta, e revelar quais os instrumentos que vão ajudar a desvendar estes mistérios.

São três intervenções muito curtas, simples e interativas, seguidas de um espaço de perguntas e respostas, numa viagem pelo Universo para ser desfrutada em família.

Os participantes podem igualmente deixar perguntas, em folhas cedidas para o efeito, que serão posteriormente respondidas pelos investigadores do IA e publicadas na revista Visão Júnior ou no seu website.

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia.


Os investigadores:

Iris Breda
O meu nome é Iris Breda. Estudei Engenharia do Ambiente em Aveiro e fiz o Mestrado em Astronomia na Universidade do Porto. Estou agora no meu último ano de doutoramento a trabalhar como investigadora no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. A minha área de investigação é, especialmente, o estudo do bojo das galáxias espirais. Em criança adorava olhar o céu e ler ficção científica. As imagens do telescópio Hubble davam-me arrepios! Hoje estudo-as e não podia ser mais feliz por isso!

Fernando Buitrago
O meu nome é Fernando Buitrago. Sou espanhol e estudo as maiores galáxias do Universo. Estudei nos telescópios das Ilhas Canárias, e depois estive vários anos no Reino Unido antes vir para Lisboa, para o IA. A minha primeira lembrança da Astronomia é de quando tinha nove anos, e descobri o verdadeiro tamanho dos planetas, e quão pequena é a nossa Terra. Não conseguia parar de ler livros sobre isto! E também sobre dinossauros!

Alexandre Cabral
Chamo-me Alexandre Cabral e estudei Física na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, onde tirei a Licenciatura, o Mestrado e o Doutoramento. Durante os estudos apaixonei-me pela luz e por todos os fenómenos que a rodeiam. Hoje, para além de ensinar, faço investigação e ajudo a construir instrumentos astronómicos. Estes instrumentos permitem-nos olhar para o céu, analisar a luz que nos chega e perceber melhor este Universo que habitamos. Construir sempre foi o meu passatempo favorito … Quando era pequeno os LEGOS … Agora, mais crescido, os instrumentos astronómicos.

17h30

Lisbon Workshop Series - AI Aesthetics and Philosophy of Technology.

Mathematical Logic Seminar, por António Marques Fernandes (IST - Universidade de Lisboa).

Data Science Seminar, por Daniel Gonçalves (LASIGE/DI-FCUL).

Geometry & Physics Seminar, por Davide Guzzetti (SISSA, Italy).

Talk @DI, por Luís Pinto (DI, Ciências ULisboa).

Banner do Ciclo de Palestras

Ciclo de Palestras de Outono do GAPsi.

Ação de formação para docentes.

Currently, climate changes or alterations are known to be reflected on the stable isotope ratios of Hydrogen, Nitrogen, Carbon, Oxygen and Sulphur present in atmospheric gas forms, fresh or ocean water, as well as in plants and animals and organic matter in the soil.

Banner do Ciclo de Palestras

Ciclo de Palestras de Outono do GAPsi.

Cartaz da campanha

A campanha visa recolher o maior número possível de pilhas, baterias, lâmpadas, tinteiros e equipamentos elétricos usados.

Pormenor de mapa do continente europeu

Candidaturas online de 1 a 31 de dezembro de 2022.

The objective of this course is to acquire knowledge regarding bioinformatic tools available to predict nucleic acid (RNA, DNA or Nucleic Acids Mimics) and protein three-dimensional structure, as well as autonomy and critical thinking in the use of those tools.

Science is increasingly more present in our everyday decisions, with a fundamental role in global problems. Scientists, as the main actors in the production of scientific knowledge, have the responsibility of having an active voice in communicating this knowledge.

The course aims at introducing attendants to an updated state of the art of diversity of the soil biota and the functional roles played by soil organisms in key ecological processes.

Symbiosis is a key strategy for life on Earth. Nevertheless, although many research groups have long been committed to the study of symbiosis, its definition and functioning are not fully understood, and its ecological role and relevance are still underestimated.

This 5-day course offers to the participants a light microscopy course focusing on fluorescence microscopy techniques applied to the detection of proteins and glycans in tissue samples and cell cultures.

Fotografia da Praça do Comércio, em Lisboa

Candidaturas ao prémio (versões preliminares dos artigos) até 28 de fevereiro de 2023.

This course aims to explore ways of communicating science to non-specialized audiences, such as policy makers, industry, general public (including students and teachers), through their engagement and participation in citizen science activities.

A 19 de abril de 2023 celebra-se o 112.º aniversário da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

The objective of this course is to provide students with basic knowledge of R programming, allowing them to manipulate and visualize data with R.

The objective of this course is to provide students with statistical knowledge and tools to manipulate, analyze and visualize biological data with R. Introduction to modeling, simulations and Bayesian statistics.

Under the general framework of Global Change Ecology, the goal of this course is to provide the participants with the most recent and practical knowledge on the use of Functional Diversity. This includes the selection of functional traits and calculation of Functional Diversity Indexes.

Logótipo do evento

Abstract submission will close on 14 November 2022.

The course provides essential skills and knowledge that enable the participants to develop climate change adaptation strategies.

The objective of this course is to provide participants with basic knowledge on a) the fundamental aspects of experimental design and b) workflows, platforms and tools to increase reproducibility at all scientific levels.

Páginas