Em busca de um novo paradigma da investigação em Portugal

Ecossistema de Transportes na FCUL

Camião de longo curso em via rápida
iStockphoto

A FCUL organizou e acolheu recentemente uma importante iniciativa dupla, denominada "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade".

A sessão realizada no passado dia 12 de outubro incorporou, como referido, dois eventos. De manhã teve lugar a reunião plenária do Ecossistema de Transportes, enquanto que à tarde realizou-se a sessão pública do evento, promovida pela Associação para o Desenvolvimento da Mobilidade e Transportes Sustentáveis, também designada ITS Portugal, e organizada, em parceria com a FCUL, pela BTEN - Business Talent Enterprise Network.

O Ecossistema de Transportes, utilizando como contexto o sector que lhe confere a designação, ambiciona transformar Portugal num polo de referência da valorização do conhecimento, dinamizando projetos em inovação aberta e, através dessa postura, fazer com que se passe para uma economia com maior robustez de valor acrescentado. Esta visão, para uma maior capacidade económica do mercado nacional, consolida-se no reinvestimento e na sustentabilidade. O Ecossistema, para além de empresas operadoras e reguladoras no sector dos transportes, acolhe também empresas fornecedoras de tecnologia e instituições do Sistema Científico e Tecnológico Nacional. É como membro deste último conjunto que a FCUL integra o Ecossistema de Transportes.

Camiões de longo curso em via rápidaFonte: iStockphoto
Legenda: A iniciativa ocorrida em outubro passado foi promovida pela ITS Portugal e organizada pela BTEN - Business Talent Enterprise Network

Foi, no contexto descrito, que a FCUL recebeu com imenso entusiasmo a possibilidade de acolher o evento ITS. Nas reuniões regulares do Ecossistema, tem sido possível observar uma enorme vontade deste cluster no sentido de potenciar a economia baseada no conhecimento, e dinamizar processos de valorização económica do conhecimento. Essa via permite rentabilizar a enorme capacidade instalada no Sistema Científico e Tecnológico Nacional, fruto de uma formação de excelência pelas instituições portuguesas, mas para o qual o investimento não tem eficientemente servido como alavanca para o desenvolvimento económico. O Ecossistema seria até só por esse facto um importante exercício da urgente redefinição de paradigma que é necessária na investigação científica, longe porém de se esgotar nesse objetivo.

Na sessão da manhã do evento, e após um conjunto de intervenções de docentes da FCUL, subordinado ao tema "Parcerias e potencial de valorização económica do conhecimento no âmbito do Ecossistema de Transportes", decorreram sessões paralelas de cinco grupos de trabalho identificados pelo Ecossistema: Ambiente, Sustentabilidade e novos Modelos de Negócio; Gestão e Controlo de Tráfego; Mobilidade de Pessoas (segura e facilitada); Transportes de Mercadorias e Logística; Serviços LBS, Localização e Telemática. Docentes da FCUL, especificamente convidados para o evento, puderam participar nas sessões de trabalho onde foi utilizado um reputado método de brainstorming. Esse processo permitiu desenvolver ideias prospetivas de roadmapping estratégico. Na sessão da tarde, aberta ao público em geral, foram apresentadas as conclusões de cada grupo de trabalho.

Campus da FCULFonte: FCUL
Legenda: A FCUL foi a entidade parceira do evento "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade" ocorrida nas instalações do Campo Grande

No final, o presidente da Direcção do ITS Portugal, o engenheiro Rui Camolino, teve a oportunidade de felicitar a FCUL pela organização do evento e, sobretudo, pela visão abrangente que forneceu ao cluster. Por seu turno, o diretor da FCUL, o professor J. M. Pinto Paixão, enfatizou o empenho da instituição em fortalecer o seu relacionamento com o tecido empresarial e a sua aposta em contribuir, também por essa via, para o incremento do nível e qualidade de vida dos residentes no país. Ficou reconhecido o avanço que foi conseguido na perceção do modelo de relação entre a investigação, sediada nos polos universitários, e a indústria.
 

João Telhada, professor do Departamento de Estatística e Investigação Operacional da FCUL
A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Isaac Carrêlo e Rita Almeida, alunos do curso de Engenharia e Energia do Ambiente e Eva Barrocas, do curso de Biologia, viajaram até Cabo Verde para fazer parte da equipa Turtle Foundation. Durante um mês de experiências intensas, protegeram tartarugas e levaram os ensinamentos apreendidos na FCUL até à comunidade local.

Mapa

O Memorando de Entendimento celebrado com Portugal estabelece oito áreas programáticas para a respetiva alocação de verbas para 2009/2014. A abertura de concursos para Portugal deve acontecer ainda este ano.

Palestra por Jennifer de Jonge

Centro de Biotecnologia Vegetal/IBB

Evolução Tecnológica e o Cadastro Territorial Multifinalitário no Brasil

VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Foi duplicado o espaço de armazenamento nas áreas de alunos. A nova quota é agora de 1 Gb.

 

Com o intuito de inovar e proporcionar os melhores temas aos alunos da Faculdade de Ciências no que diz respeito às novas tecnologias, a

David Luz e Pedro Machado, investigadores do Centro de Astronomia e Astrofísica da UL, fazem parte de uma equipa de investigadores que ao fim de dois anos conseguiu medir os ventos da atmosfera de Vénus a partir da Terra. Até então, só era possível fazê-lo recorrendo a sondas espaciais.

À semelhança dos anos anteriores o Departamento de Química e Bioquímica vai promover a realização de Ações de Formação para os professores do Ensino Básico e Secundário na modalidade oficina.

Pages