Em busca de um novo paradigma da investigação em Portugal

Ecossistema de Transportes na FCUL

Camião de longo curso em via rápida
iStockphoto

A FCUL organizou e acolheu recentemente uma importante iniciativa dupla, denominada "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade".

A sessão realizada no passado dia 12 de outubro incorporou, como referido, dois eventos. De manhã teve lugar a reunião plenária do Ecossistema de Transportes, enquanto que à tarde realizou-se a sessão pública do evento, promovida pela Associação para o Desenvolvimento da Mobilidade e Transportes Sustentáveis, também designada ITS Portugal, e organizada, em parceria com a FCUL, pela BTEN - Business Talent Enterprise Network.

O Ecossistema de Transportes, utilizando como contexto o sector que lhe confere a designação, ambiciona transformar Portugal num polo de referência da valorização do conhecimento, dinamizando projetos em inovação aberta e, através dessa postura, fazer com que se passe para uma economia com maior robustez de valor acrescentado. Esta visão, para uma maior capacidade económica do mercado nacional, consolida-se no reinvestimento e na sustentabilidade. O Ecossistema, para além de empresas operadoras e reguladoras no sector dos transportes, acolhe também empresas fornecedoras de tecnologia e instituições do Sistema Científico e Tecnológico Nacional. É como membro deste último conjunto que a FCUL integra o Ecossistema de Transportes.

Camiões de longo curso em via rápidaFonte: iStockphoto
Legenda: A iniciativa ocorrida em outubro passado foi promovida pela ITS Portugal e organizada pela BTEN - Business Talent Enterprise Network

Foi, no contexto descrito, que a FCUL recebeu com imenso entusiasmo a possibilidade de acolher o evento ITS. Nas reuniões regulares do Ecossistema, tem sido possível observar uma enorme vontade deste cluster no sentido de potenciar a economia baseada no conhecimento, e dinamizar processos de valorização económica do conhecimento. Essa via permite rentabilizar a enorme capacidade instalada no Sistema Científico e Tecnológico Nacional, fruto de uma formação de excelência pelas instituições portuguesas, mas para o qual o investimento não tem eficientemente servido como alavanca para o desenvolvimento económico. O Ecossistema seria até só por esse facto um importante exercício da urgente redefinição de paradigma que é necessária na investigação científica, longe porém de se esgotar nesse objetivo.

Na sessão da manhã do evento, e após um conjunto de intervenções de docentes da FCUL, subordinado ao tema "Parcerias e potencial de valorização económica do conhecimento no âmbito do Ecossistema de Transportes", decorreram sessões paralelas de cinco grupos de trabalho identificados pelo Ecossistema: Ambiente, Sustentabilidade e novos Modelos de Negócio; Gestão e Controlo de Tráfego; Mobilidade de Pessoas (segura e facilitada); Transportes de Mercadorias e Logística; Serviços LBS, Localização e Telemática. Docentes da FCUL, especificamente convidados para o evento, puderam participar nas sessões de trabalho onde foi utilizado um reputado método de brainstorming. Esse processo permitiu desenvolver ideias prospetivas de roadmapping estratégico. Na sessão da tarde, aberta ao público em geral, foram apresentadas as conclusões de cada grupo de trabalho.

Campus da FCULFonte: FCUL
Legenda: A FCUL foi a entidade parceira do evento "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade" ocorrida nas instalações do Campo Grande

No final, o presidente da Direcção do ITS Portugal, o engenheiro Rui Camolino, teve a oportunidade de felicitar a FCUL pela organização do evento e, sobretudo, pela visão abrangente que forneceu ao cluster. Por seu turno, o diretor da FCUL, o professor J. M. Pinto Paixão, enfatizou o empenho da instituição em fortalecer o seu relacionamento com o tecido empresarial e a sua aposta em contribuir, também por essa via, para o incremento do nível e qualidade de vida dos residentes no país. Ficou reconhecido o avanço que foi conseguido na perceção do modelo de relação entre a investigação, sediada nos polos universitários, e a indústria.
 

João Telhada, professor do Departamento de Estatística e Investigação Operacional da FCUL
Henrique Cabral

Investigadores de seis universidades portuguesas criam novo centro de investigação em ciências marinhas: o Mare.

Candidaturas decorrem até 21 de março de 2014.

Após as audiências pública e privada dos candidatos a diretor, o Conselho de Escola elegeu com maioria absoluta, no dia 26 de fevereiro, a candidatura do professor do Departamento de Química e Bioquímica, frisando na ocasião “o empenho de ambos os candidatos no enriquecimento da discussão e definição dos problemas e desafios que a FCUL enfrenta”.

Jornadas e-Planning

“O objetivo das jornadas é refletir e debater as grandes prioridades e desafios societais que enfrentamos”, diz Pedro Ferraz de Abreu, dinamizador da iniciativa.

Filipe Duarte Santos aceitou coordenar a equipa que vai avaliar a estratégia de gestão da zona costeira nacional, “porque é um serviço para o meu país numa área em que tenho algum conhecimento e experiência”, na sequência do convite feito pelo ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva.

Ciências em Movimento - Laboratório Biologia Animal

“Não conhecia a Faculdade e estou a gostar. Nunca tinha aberto um peixe! Acho que é importante fazer parte deste tipo de iniciativas para que quem queira seguir [a área das ciências], tenha contacto com a realidade antes de fazer a sua escolha”, declarou Alexandra Monteiro, aluna do 12.º ano de Biologia da Escola Secundária Dona Filipa de Lencastre.

O Departamento de Estatística e Investigação Operacional apresenta uma oferta de emprego.

O artigo científico com o título "Chord-based Correction for Multitouch Braille Input" recebeu o prémio de Melhor Artigo Científico na Conferência CHI 2014.

O Prof. Nuno Neves é o novo prof. Associado com Agregação do Departamento de Informática da FCUL.

Henrique Leitão

Quem cultiva a terra sabe que os pepinos devem ser podados, para que possam crescer sem rama e com um gosto agradável. Quem trabalha com as comunidades do pré-escolar e dos ensinos básico e secundário deve ter cuidados semelhantes aos dos agricultores. Despertar o gosto pelas ciências, seja em que contexto for, é sempre uma boa prática.

Imagem de ULisboa

No dia em que a VicenTuna festeja os seus 20 anos, a Universidade de Lisboa realiza a sessão de abertura do ano académico 2013/2014.
 

Mediterranean water eddies in the Atlantic (Meddies) are long-living intermediate water eddies spreading long distances across the Atlantic ocean at the depths of about 1000m.

logotipo nielsen

A Nielsen é líder em Estudos de Mercado a nível mundial e Portugal.

To the attention of reviewing panels: On the recent policy of FCT of using ORCIDSCOPUS to assess individual and research units’ bibliographic productivity and impact.

 

A M Galopim  de Carvalho

Para os que tiveram o privilégio de lidar com ele, o Catarino, na gíria dos alunos, ou o Mangas, para os amigos mais chegados, é uma mistura alegre e contagiante de sabedoria, humanidade e simpatia.

Os alunos Afonso M Cardoso, Noa Estes, João Jorge e António Relógio criaram sob a orientação do professor João Serra um protótipo de um sistema de seguimento solar passivo, com o objetivo de aumentar a exposição solar de painéis solares.

Rafael Soledade

Segundo o orientador da Accenture o aluno da FCUL contribuiu decisivamente para a abertura de um nicho de mercado, permitindo a exportação de tecnologia para um cliente estadual norte-americano, materializada num contrato de mais de 40 milhões de dólares.

A AdvanceCare pretende recrutar um Analista de Informação de Gestão.

Estátua de José Pinto Peixoto por Laranjeira Santos

O processo de audição pública aos candidatos ao cargo de diretor da FCUL deverá terminar a 24 de fevereiro. Dois dias depois, o Conselho de Escola deverá eleger o diretor para os próximos quatro anos.

Joana Casimiro - Coruna

“Tanto a coordenadora Erasmus, como o Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional e todos os alunos que já realizaram Erasmus são uma excelente fonte de informação e estão dispostos a esclarecer todas as dúvidas que tenham”, declara a aluna da FCUL, Joana Casimiro.


Paula Estrócio e Sousa

Pages