ESO

20 anos de Portugal no ESO

Participe numa sessão online para celebrar vinte anos de expansão da Astronomia portuguesa com o ESO.

Foram inúmeros os benefícios para comunidade científica e para a sociedade portuguesa que resultaram da adesão de Portugal ao Observatório Europeu do Sul (ESO), a maior organização intergovernamental em Astronomia na Europa e o observatório mais produtivo do mundo, no Chile.

Einstein tinha razão…

Observações levadas a cabo pelo Very Large Telescope (VLT) do European Southern Observatory (ESO), situado no deserto chileno do Atacama, revelam pela primeira vez que a S2, uma das estrelas em órbita do buraco negro supermassivo, situado no centro da Via Láctea, se desloca tal como previsto pela Teoria da Relatividade Geral de Einstein.

Candidaturas abertas para Estágios Tecnológicos no CERN, ESA, ESO e EMBL

A FCT abriu os concursos para a atribuição de 20 bolsas destinadas à realização de estágios tecnológicos em quatro organizações científicas internacionais das quais Portugal é membro, nomeadamente a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), a Agência Espacial Europeia (ESA), o Observatório Europeu do Sul (ESO) e o

Há 26 anos que se fazem observações de um buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea nos telescópios do ESO, no Chile. Agora, pela primeira vez, as observações mostram os efeitos previstos pela relatividade geral de Einstein.