1.ª fase do projeto de requalificação

Reabertura do Jardim Botânico Tropical

Translocação de peixes executada por vigilantes da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana do ICNF

Última Revisão —

Tal como aconteceu em dezembro de 2018, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) realizou no final de 2019 a translocação de peixes. Este tipo de operação só deve ser realizada por investigadores ou técnicos do ICNF

César Garcia

O JBT integra o património da ULisboa desde 2015. Em 2018 o jardim teve perto de 150 mil visitantes. Após estas primeiras obras estão previstas outras. O programa de recuperação e beneficiação do JBT pode ser consultado no site da ULisboa. A Decoverdi venceu o concurso público, lançado pela ULisboa. A obra é fiscalizada pela Topiaris. O valor da empreitada é de cerca de um milhão 249 mil e 693 euros. Em breve, este jardim irá disponibilizar uma aplicação de apoio ao visitante, desenvolvida por uma equipa do Departamento de Informática da Faculdade, constituída pelos alunos de mestrado Rafael Torres e Stefan Postolache; e pelos docentes Ana Paula Afonso, Ana Paula Cláudio, António Ferreira, Maria Beatriz Carmo e Maria Dulce Domingos.

O Jardim Botânico Tropical (JBT) da ULisboa, classificado como monumento nacional, situa-se na zona de Belém, junto ao Mosteiro dos Jerónimos e ocupa uma área total de cerca de sete hectares, integrando um parque botânico, especializado em flora tropical, com cerca de 700 espécies distintas e mais de 1500 espécimes. A 1.ª fase do projeto de requalificação deste jardim começou em janeiro de 2019. Este sábado, dia 25 de janeiro, o JBT reabre ao público.
 

O JBT volta a abrir portas ao público com atividades de caráter científico, educativo, cultural e de lazer, como é exemplo o programa deste fim de semana.

A 1.ª fase do projeto de requalificação do Jardim Botânico Tropical incluiu o melhoramento dos caminhos, lagos e linhas de água e alguns canteiros da zona sul do jardim.

Carpas, pimpões e outras espécies de peixes habitam no local atraindo a atenção de espécies de aves como a garça-real, garça-noturna e guarda-rios. O Jardim Botânico Tropical tem micro habitats, como se se tratasse de um habitat natural.

Vice Reitor da ULisboa no JBT
Em novembro de 2019, José Manuel Pinto Paixão, vice-reitor da ULisboa, acompanhou a translocação de peixes
Fonte César Garcia

Tal como aconteceu em dezembro de 2018, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) realizou no final de 2019 a translocação de peixes. Este tipo de operação só deve ser realizada por investigadores ou técnicos do ICNF. Quer em 2018, quer em 2019 a atividade foi executada por vigilantes da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana do ICNF. Em novembro de 2019, José Manuel Pinto Paixão, vice-reitor da ULisboa, acompanhou a translocação de peixes, assim como César Garcia, antigo aluno da Faculdade, curador convidado da coleção de briófitos do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, investigador do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c), no grupo liderado por Manuela Sim-Sim, professora do Departamento de Biologia Vegetal, e que tem a seu cargo a gestão de dois jardins botânicos – o jardim Botânico Tropical e o Jardim Botânico de Lisboa. A Liga de Amigos deste jardim também esteve presente nesse dia.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Quatro lições sobre proteínas.  As investigadoras Maria José R. Gomes e Patrícia Faísca apresentam quatro razões para não faltar à quinta iniciativa do projeto Ciência na UL.

O Dr. Rui Lopes ex-aluno do Departamento de Informática e investigador no LASIGE, actualmente a trabalhar na Google, foi um dos responsáveis da equipa de desenvolvimento do doodle de hoje (23 de Maio).

A Investigação dos Doutores de Amanhã

"O objetivo é partilhar com os colegas das outras faculdades a experiência que tivemos, e estamos a ter, com a implementação do modelo de gestão por objetivos, assente na identificação dos processos", diz Ana Rocha, secretária-coordenadora da FCUL.

A reunião de entrada livre e sujeita a prévia inscrição inclui sessões plenárias e workshops sob o tema genérico “Prosseguir a excelência, promovendo as competências da UL”.

“Partilhar o que se tem pode ser um convite a algum sacrifício – mas a solidariedade não pode ser só um sentimento, tem de ser um compromisso de ação”, refere Graça Vieira, professora aposentada da FCUL, a propósito da campanha "Vamos dar com o coração".

Hoje é um dia fascinante. Dia de nos fascinarmos com as plantas, com a sua beleza, com o que nos dão, e nos possibilitam – a vida tal como a conhecemos.

Nesta época do ano, não há nada que mais nos descanse o espírito como um campo repleto de cores: branco, amarelo, lilás, vermelho, com flores de diferentes tamanhos e odores.

Anúncio de Seminário do DF

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação, no âmbito do projecto de investigação “Erro de não-resposta nas sondagens telefónicas com telemóveis: causas, efeitos e correcçã

Para marcar uma visita ao novo lugar destinado ao estudos das ciências e das artes basta telefonar ou enviar um email.

Fascination of Plants Day - 18 de maio de 2012.

A reportagem multimédia realizada no âmbito da UL Open Night inclui declarações de Sofia Cruz, coordenadora do Núcleo de Comunicação da Reitoria da Universidade de Lisboa (RUL), Isabel Tadeu, coordenadora do Núcleo

A ação de voluntariado acontece entre 26 e 27 de maio. Inscreva-se até dia 18 de maio, através do site UL Alimenta esta Ideia.

 

Miguel Yus, professor da Universidade de Alicante, recebe o galardão na primeira de cinco conferências proferidas pelo premiado em Portugal.

A Direção de Marketing e Comunicação da RTP oferece estágio remunerado na Área de Audiências e Estudo de Mercado a alunos recém licenciados ou mestrandos em Matemática A

A exposição "O Cálculo de Ontem e de Hoje" está, agora, disponível em versão itinerante.

De 3 a 28 de Maio está patente na "Academia Sénior da Cruz Vermelha Portuguesa-Delegação de Lisboa".

Seminário "Serendipity and The Ups and Downs of Synthesis", apresentado pelo Prof.

Palestras, visitas, exposições e muitas experiências são algumas das atividades previstas.

O livro está à venda pelo valor de €18,40, no Atendimento Geral, sito no edifício C5, piso 3.

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

As candidaturas à oficina de formação terminam a 21 de maio. As sessões realizam-se às terças e quintas-feiras, entre as 17h30 e as 20h30.

A exposição “O Cálculo de ontem e de hoje”, elaborada pelo Departamento de Matemática em colabora&

Páginas