IAstro Júnior explica o Universo aos mais novos

As sessões IAstro Júnior são gratuitas mas requerem inscrição pelo endereço http://www.iastro.pt/iastrojunior/

Visão Júnior - Mário João

João Retrê, do Grupo de Comunicação de Ciência do IA com Sonia Antón, Cirino Pappalardo e José Afonso, dinamizadores da primeira sessão do IAstro Júnior
Fonte Visão Júnior - Mário João

Partilhar o fascínio da investigação em Astronomia com crianças dos 7 aos 12 anos é um dos objetivos da iniciativa IAstro Júnior, quatro sessões gratuitas, em Lisboa e no Porto, organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) e pela revista Visão Júnior.

Em cada sessão, subordinada a um tema diferente, três investigadores do IA têm 10 minutos cada um para fascinar e captar a curiosidade do público, envolvendo-o na atividade. No final há 15 minutos para responder às perguntas das crianças. As sessões IAstro Júnior são gratuitas mas requerem inscrição pelo endereço http://www.iastro.pt/iastrojunior/ .

As sessões IAstro Júnior têm periodicidade trimestral e acontecem num sábado, alternadamente no Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva, em Lisboa, e no Planetário do Porto – Centro Ciência Viva. A primeira sessão versou sobre a Via Láctea e outras galáxias e aconteceu em Lisboa, a 19 de novembro do ano passado, atraindo perto de 300 pessoas.

“Espero ter despertado algumas mentes para a Astronomia, mostrando-lhes que está ao seu alcance vir a fazer esta ciência.”
José Afonso, coordenador do IA e investigador do Departamento de Física de Ciências

Com temas sempre diferentes, seguem-se este ano “Os Caça-Planetas”, no Porto, a 25 de fevereiro, “Cosmologia, mas agora aos quadradinhos”, de novo em Lisboa, a 1 de abril, e “A Vida das Estrelas”, no Porto, a 24 de junho, sempre às 18h00.

A iniciativa IAstro Júnior pretende promover o contacto entre crianças e aqueles que fazem ciência, estimular junto daquela faixa etária a curiosidade e o gosto pela Astronomia e Astrofísica, e mostrar a ciência que está a ser produzida no nosso país neste domínio.

“Há também crianças que podem vir a ser políticos ou empresários, pessoas que um dia poderão tomar decisões importantes para a ciência.”
Cirino Pappalardo, investigador do IA e do Departamento de Física de Ciências

Comunicar para este público é, porém, um desafio. É necessário saber explicar fenómenos complexos através de conceitos simples e, sempre que possível, com a ajuda de exemplos do quotidiano, comentou Sonia Antón, investigadora do IA e do Departamento de Física de Ciências.

A equipa da revista Visão Júnior, uma publicação dirigida a crianças e jovens, participou na conceção do projeto e apoia os investigadores na adequação das sessões a este público. A revista leva também a iniciativa IAstro Júnior a todos os seus leitores, mesmo àqueles que não podem estar presentes nas sessões, através da publicação de rubricas, reportagens e respostas dadas pelos investigadores do IA às perguntas que não puderam ser respondidas durante as sessões.

Grupo de Comunicação de Ciência do IA com ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas