Quintas do MARE

Os nemátodes do estuário do Mira: qual a sua importância na determinação do estado ecológico das pradarias de Zostera noltii?

MARE - ISPA

Por Ana Sofia Alves (MARE, UÉvora).

As pradarias marinhas são ambientes estuarinos de excelência que funcionam como viveiros naturais de inúmeras espécies de elevada importância económica, particularmente de invertebrados e peixes. Esta característica impar traduz-se em enormes benefícios sócio-económicos para as populações piscatórias circundantes, que tradicionalmente vivem da apanha de marisco e da pesca. Ecologicamente, estes sistemas funcionam como filtros biológicos de nutrientes e poluentes, e desempenham ainda um papel fundamental no controlo da erosão costeira e no sequestro de carbono. Apesar do seu papel relevante, tem-se registado um decréscimo mundial das áreas de distribuição das pradarias marinhas, com fortes impactos nos ecossistemas, não só pela diminuição do habitat e diversidade, mas também pelas implicações causadas nas interações tróficas dos ecossistemas estuarinos.
No estuário do Rio Mira, incluído no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, os povoamentos de Zostera noltii registaram um colapso total em 2008 e, apesar da recuperação natural que se tem observado, esta ocorre por impulsos intermitentes em áreas dispersas, registando-se uma tendência para a sua recuperação natural desde 2009. Neste local, a prática de apanha de moluscos bivalves para consumo humano e de poliquetas para pesca recreativa é frequente e intensa, sendo considerada, a nível global, uma das principais causas do declínio destas pradarias.
De entre as comunidades bentónicas existentes nos sedimentos, as comunidades de meiofauna e nemátodes têm um papel muito importante nos ecossistemas, estando envolvidas em processos de biomineralização de matéria orgânica, de regeneração de nutrientes, servindo de alimento para níveis tróficos superiores e exibindo uma elevada sensibilidade a perturbações ambientais. Recentemente o seu papel como indicador de qualidade ecológica e a sua integração em estudos de monitorização e impacto ambiental têm sido valorizados, sendo por isso essencial conhecer os padrões de distribuição destas comunidades.
Investigadores do MARE-Universidade de Évora têm acompanhado a recuperação natural das pradarias marinhas do estuário do Mira desde 2010, baseando-se nas respostas estruturais e funcionais das comunidades de nemátodes bentónicos para avaliar o estado dos povoamentos de Z. noltii. No âmbito do Projeto ProMira, coordenado pela Universidade de Évora (Nº31-03-02-FEP-006 do PROMAR) serão apresentados os resultados do estudo i) do efeito do marisqueio tradicional (perturbação física) na recuperação natural dos povoamentos de Z. noltii do estuário do Mira e ii) a relação entre o padrão de abundância e de biodiversidade das comunidades de meiofauna e de nemátodes bentónicos com a estado de recuperação natural dos povoamentos de Z. noltii.

13h30
MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente

Candidaturas até 19 de junho.

Título/data do evento, logótipos das entidades organizadoras e fotografia de Lisboa (Castelo de S. Jorge e respetiva colina)

Inscrição (taxa reduzida) até 20 de abril.

Título/data/local do evento, logótipos das entidades organizadoras e várias fotografias da orla costeira e de pessoas

Escola de verão com um programa muito diversificado, com especialistas em vários tópicos, que vão falar sobre formas de olhar para o nosso planeta de uma forma integrada, juntando conhecimentos de várias disciplinas.

Are you a BSc or MSc student interested in Soft Matter, Non-linear Dynamics and Waves or Particle Physics?

Título do programa, sobre mosaico de fotografias de jovens cientistas

Dez anos de 'Ser Cientista': candidata-te até 16 de junho!

Logótipo do evento, sobre um fundo branco

Um evento de reunião da comunidade nacional nas diversas vertentes da informática, com a ambição de ser o fórum de eleição para a divulgação, discussão e reconhecimento de trabalhos científicos.

Are you ready for this year's edition?

A leading venue for presenting and discussing the latest research, industrial practice and innovations in dependable and secure computing.

Páginas