MIUP 2012

Não é a primeira vez que a FCUL participa neste evento. Quais são as expetativas para este ano?

Fernando Ramos - Desde há largos anos que os concursos de programação são uma aposta forte do Departamento de Informática. Entendemos esta iniciativa como uma mais-valia para os alunos por permitir fortalecer a sua formação, nomeadamente por via do desenvolvimento da sua capacidade de raciocínio e do espírito de equipa, mas também pela consolidação dos seus conhecimentos de programação. Além disso, têm-se mostrado cada vez mais útil como forma de enriquecimento do currículo – empresas como a Google, Facebook ou Microsoft apresentam frequentemente problemas deste tipo para resolver nas entrevistas de emprego. E, nos tempos complicados em que vivemos, o enriquecimento do currículo é algo que entendemos como fulcral. Assim, a FCUL tem enviado todos os anos pelo menos uma equipa para participar nestas provas nacionais e tem tido alguns resultados positivos, como o 1.º lugar em 2010.

Os informáticos da FCUL participam numa importante prova nacional na área da programação dinâmica e algoritmos de grafos. Tanto os professores, como os alunos inscritos na “Maratona Inter-universitária de Programação (MIUP) 2012” realçam que o mais importante é tomar parte deste tipo de acontecimento, partilhando experiências e confiando naturalmente numa boa performance!

A “MIUP 2012” acontece este sábado, dia 20 de outubro, no Departamento de Ciência de Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

O concurso de programação destina-se a alunos universitários e este ano reúne 16 equipas de oito instituições universitárias portuguesas.

A equipa da FCUL chama-se BigO(1) e é representada pelos estudantes: João André Varino Alves e Pedro Nuno Pereira Nóbrega da Costa, ambos de 22 anos e a frequentar o 2.º ano do mestrado em Segurança Informática. O único elemento feminino denomina-se Juliana Patrícia Vicente Franco, também tem 22 anos e está inscrita no 2.º ano do mestrado em Engenharia Informática.

"A razão que nos leva a concorrer é por um lado dar continuidade ao trabalho dos anos anteriores (especialmente no caso da Juliana) e participar numa nova experiência e desafio dentro da nossa área, em representação da Faculdade e do Departamento”, comentam os discentes, acrescentando de forma prudente e confiante que, “em relação às expectativas, a equipa é recente e alguns dos elementos têm pouca experiência em concursos de programação, no entanto o objetivo é melhorar o resultado do ano passado e quem sabe trazer uma medalha para casa”.

Os jovens informáticos têm sido ensinados pelos professores do Departamento de Informática, Fernando Ramos, Pedro Mariano e Hugo Torres Vieira. Segundo os treinadores, “a prova nacional reúne as principais escolas de informática do País, tendo a participação das equipas um papel fundamental na divulgação da imagem da FCUL entre as suas pares, não apenas através do desempenho das equipas, mas também por revelar capacidade organizativa por parte da instituição no que toca a propiciar aos alunos experiências extracurriculares enriquecedoras”.

Preparar os estudantes concorrentes para a prova regional “Southwestern European Regional Programming Contest (Swerc) 2012”, que se realiza nos próximos dias 17 e 18 de novembro na Universidade Politécnica de Valencia, em Espanha, é um dos objetivos da MIUP, que reúne equipas constituídas por três elementos e treinadas para resolver problemas nas linguagens de programação C, C++ e Java. Da competição nacional do próximo sábado pode sair, quem sabe, o vencedor da próxima edição do Swerc e da final mundial da Association for Computing Machinery (ACM) International Collegiate Programming Contest (ICPC), a realizar entre 30 de junho e 4 de julho de 2013, em Saint Petersburg, na Rússia. Por ora, só nos resta desejar boa sorte a todos os concorrentes e a “sorte grande” ao BigO(1)!

Espólio info-Ciências digital
JavaStrip competem na SWERC 2009 
MIUP’09 – 14 equipas em competição

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

As ações de formação e de sensibilização em segurança e saúde do trabalho procuram divulgar conhecimentos teóricos e práticos de maneira a prevenir acidentes de trabalho e doenças profissionais, permitindo também  intervenções eficazes e eficientes em casos de emergência.

Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Pages