Em busca de um novo paradigma da investigação em Portugal

Ecossistema de Transportes na FCUL

Camião de longo curso em via rápida
iStockphoto

A FCUL organizou e acolheu recentemente uma importante iniciativa dupla, denominada "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade".

A sessão realizada no passado dia 12 de outubro incorporou, como referido, dois eventos. De manhã teve lugar a reunião plenária do Ecossistema de Transportes, enquanto que à tarde realizou-se a sessão pública do evento, promovida pela Associação para o Desenvolvimento da Mobilidade e Transportes Sustentáveis, também designada ITS Portugal, e organizada, em parceria com a FCUL, pela BTEN - Business Talent Enterprise Network.

O Ecossistema de Transportes, utilizando como contexto o sector que lhe confere a designação, ambiciona transformar Portugal num polo de referência da valorização do conhecimento, dinamizando projetos em inovação aberta e, através dessa postura, fazer com que se passe para uma economia com maior robustez de valor acrescentado. Esta visão, para uma maior capacidade económica do mercado nacional, consolida-se no reinvestimento e na sustentabilidade. O Ecossistema, para além de empresas operadoras e reguladoras no sector dos transportes, acolhe também empresas fornecedoras de tecnologia e instituições do Sistema Científico e Tecnológico Nacional. É como membro deste último conjunto que a FCUL integra o Ecossistema de Transportes.

Camiões de longo curso em via rápidaFonte: iStockphoto
Legenda: A iniciativa ocorrida em outubro passado foi promovida pela ITS Portugal e organizada pela BTEN - Business Talent Enterprise Network

Foi, no contexto descrito, que a FCUL recebeu com imenso entusiasmo a possibilidade de acolher o evento ITS. Nas reuniões regulares do Ecossistema, tem sido possível observar uma enorme vontade deste cluster no sentido de potenciar a economia baseada no conhecimento, e dinamizar processos de valorização económica do conhecimento. Essa via permite rentabilizar a enorme capacidade instalada no Sistema Científico e Tecnológico Nacional, fruto de uma formação de excelência pelas instituições portuguesas, mas para o qual o investimento não tem eficientemente servido como alavanca para o desenvolvimento económico. O Ecossistema seria até só por esse facto um importante exercício da urgente redefinição de paradigma que é necessária na investigação científica, longe porém de se esgotar nesse objetivo.

Na sessão da manhã do evento, e após um conjunto de intervenções de docentes da FCUL, subordinado ao tema "Parcerias e potencial de valorização económica do conhecimento no âmbito do Ecossistema de Transportes", decorreram sessões paralelas de cinco grupos de trabalho identificados pelo Ecossistema: Ambiente, Sustentabilidade e novos Modelos de Negócio; Gestão e Controlo de Tráfego; Mobilidade de Pessoas (segura e facilitada); Transportes de Mercadorias e Logística; Serviços LBS, Localização e Telemática. Docentes da FCUL, especificamente convidados para o evento, puderam participar nas sessões de trabalho onde foi utilizado um reputado método de brainstorming. Esse processo permitiu desenvolver ideias prospetivas de roadmapping estratégico. Na sessão da tarde, aberta ao público em geral, foram apresentadas as conclusões de cada grupo de trabalho.

Campus da FCULFonte: FCUL
Legenda: A FCUL foi a entidade parceira do evento "Transportes Inteligentes e Sustentáveis: o Futuro da Mobilidade" ocorrida nas instalações do Campo Grande

No final, o presidente da Direcção do ITS Portugal, o engenheiro Rui Camolino, teve a oportunidade de felicitar a FCUL pela organização do evento e, sobretudo, pela visão abrangente que forneceu ao cluster. Por seu turno, o diretor da FCUL, o professor J. M. Pinto Paixão, enfatizou o empenho da instituição em fortalecer o seu relacionamento com o tecido empresarial e a sua aposta em contribuir, também por essa via, para o incremento do nível e qualidade de vida dos residentes no país. Ficou reconhecido o avanço que foi conseguido na perceção do modelo de relação entre a investigação, sediada nos polos universitários, e a indústria.
 

João Telhada, professor do Departamento de Estatística e Investigação Operacional da FCUL
Príncipe de Girona

O objetivo do meu trabalho é entender alguns dos processos moleculares e celulares que ocorrem durante o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos”, explicou o antigo aluno de Ciências.

Príncipe Girona - Rui Benetido

Rui Benedito já trabalhou com estudantes de Biologia vindos de Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha, a avaliação que faz é a de que “os estudantes saem muito bem preparados da FCUL. Os alunos de Ciências portugueses são muito apreciados no estrangeiro”. Por isso, deixa o convite: “tenho posições disponíveis no meu laboratório para estudantes portugueses!”.

Candidatura GeoFCUL ao X CNG 2018

O Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da ULisboa organizou a segunda sessão do CNG, em 1986, e candidatou-se a organizar o X CNG em 2018, durante o IX Congresso Nacional de Geologia, que decorreu em julho no Porto.

Cinquenta e cinco jovens experimentam a realidade da investigação científica na Faculdade de Ciências da ULisboa. O desafio começa esta segunda-feira, dia 21 de julho e prolonga-se até quinta-feira, dia 24.

Biologia 2014/2015

Para Ana Rita Ruivo, do 12.º ano da Escola Secundária Quinta do Marquês, passar alguns dias do seu verão em Ciências foi importante porque a ajudou a “clarificar que [assuntos] correspondem aos [diferentes] cursos” e também porque lhe permitiu “[ter contacto com] experiências que nunca tinha feito”.

António Branco, professor do Departamento de Informática de Ciências, é o coordenador do QTLeap, um projeto europeu de investigação para a tradução automática.

“É a primeira vez que tenho contacto com este ambiente. Gosto de programação e o curso que quero seguir é Engenharia Informática. Aqui, vou ganhar alguns conhecimentos”, referiu o aluno do 11.º ano da Escola Secundária da Amadora, Miguel Almeida, um dos participantes do FCUL Rally Pro.

Coleção de culturas

Este é um exemplo de como as coleções biológicas, enquanto infraestruturas científicas, podem ser instrumentais para o avanço da ciência e no potenciar e estreitar de parcerias transversais.

 A Exigo Consultores, empresa de consultoria em actividade desde 2001, focada na consultoria para o sector de saúde, principalmente a consultoria em economia da saúde, epidemiologia, análise matemática e estatística, procura

Parabéns ao aluno Pedro Lencastre, da edição de 2012/2013 do mestrado em Matemática Financeira da Faculdade de Ciências da ULisboa e do ISCTE-IUL, que ganhou uma bolsa da Global Association of Risk Professionals (GARP) para a elaboração da sua tese de mestrado na área de riscos financeiros.

alumna de Ciências e investigadora da ULisboa, galardoada este ano com o Portuguese Young Chemists Award, procura descobrir um fármaco que venha a ser útil à sociedade.

No âmbito de uma parceria estabelecida entre a Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto (FCUAN) e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), teve início em abril de 2014 o Mestrado em Microbiologia Aplicada da FCUAN

No âmbito de uma parceria estabelecida entre a Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto (FCUAN) e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), teve início em abril de 2014 o Mestrado em Microbiologia Aplicada da FCUAN

A segunda edição do FCUL Rally Pro realizou-se na tarde de 2 de julho.

De 7 de julho a 5 de setembro de 2014 as bibliotecas do C4 e do C8 têm alteração no horário de funcionamento.

Pedro Garret, Investigador de Ciências

A informação com possíveis cenários climáticos até ao final do século já está disponível para consulta de autarquias, responsáveis por licenciamentos de obras, proprietários que queiram construir e autoridades de proteção civil.

Alunos no campus de Ciências

“Quem não gostaria de gerir uma empresa sem o verdadeiro risco mas, ainda assim, de uma forma bastante realista?”, questiona João Guilherme Rodrigues, aluno de Ciências e um dos 21 concorrentes da Faculdade ao Global Management Challenge (GMC).

Qual é a maior alegria de um professor? Para a maioria é com certeza o bem-estar e o sucesso dos seus alunos.

Escolha de Ramo em Geologia / 2014

Listas definitivas divulgadas em 23 de Julho de 2014.

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática da FCUL e um dos investigadores fundadores da Inteligência Artificial

“Tenho pensado em fazer um curso, uma formação extra virada para a área da Energia, não só para ajudar os meus alunos mas também por mim, por satisfação, para aprender”, conta Carlos Paulino, professor do ensino secundário.

Anfiteatro da Escola de Ciências

Universidade do Minho

Departamento de Biologia

23 a 26 de Junho

 

 

Pages