Projeto TR@NSNET

Transição para a sustentabilidade começa na universidade

Telhados fotovoltaicos

Em 2023 a Faculdade pretende submeter a sua candidatura à certificação de laboratório vivo junto da ENoLL

Pedro Ré

Definir um modelo genérico de laboratório vivo para as universidades - Living Lab Universitário -, adaptável ao resto da sociedade, é o grande objetivo do projeto europeu TR@NSNET, que junta em consórcio a Ciências ULisboa, a Universidade da Beira Interior, a Université Toulouse III Paul Sabatier (UT3), a Université de La Rochelle, ambas em França e a Universidad Politecnica de Madrid, em Espanha.

Nos próximos anos, os cinco campus universitários irão funcionar como “bancos de ensaios” para promover as capacidades de inovação para um crescimento inteligente e sustentável de modo a que em 2023 possam submeter as suas candidaturas à certificação de laboratório vivo junto da Rede Europeia de Living Labs (ENoLL).

“No caso particular da Ciências ULisboa, destaca-se a responsabilidade de desenvolver um novo demonstrador para a reutilização de baterias usadas de veículos elétricos para armazenar energia solar produzida pelos nossos telhados fotovoltaicos e a criação de um observatório de mobilidade no campus”, conta José Almeida Silva,  investigador do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia (DEGGE), do Instituto Dom Luiz (IDL) e coordenador da equipa da Faculdade neste projeto, que conta ainda com a participação de Miguel Centeno Brito, professor do DEGGE e investigador do IDL.

O projeto coordenado pela UT3 começou em outubro passado e deverá terminar em março de 2023. O TR@NSNET é financiado pela Comissão Europeia, através do programa Interreg-Sudoe. A primeira reunião do consórcio ocorreu em novembro passado.

O modelo vai ser testado e validado com a replicação de demonstradores tecnológicos já existentes - iluminação inteligente, IoT-Home, interação entre redes de energia elétrica e térmica, entre outros; assim como com a criação de novos demonstradores, nomeadamente autoconsumo fotovoltaico com apoio de baterias em segunda vida, ciclo da água, mobilidade, etc..

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt