Processamento de Língua Portuguesa no período de 2017-2019

Prémio para melhor dissertação de mestrado

Aluno da Ciências ULisboa distinguido na PROPOR 2020

O trabalho de Rodrigo Santos premiado durante a PROPOR apresenta resultados superiores à baseline do Google Translate para o par de línguas Português/Chinês

PROPOR 2020

Rodrigo Santos, atualmente estudante de doutoramento em Informática na Ciências ULisboa, foi galardoado este ano com o prémio da melhor dissertação de mestrado sobre o Processamento de Língua Portuguesa no período de 2017-2019, durante a PROPOR – “14th International Conference on the Computational Processing of Portuguese”, ocorrida em Évora.

O jovem de 24 anos, natural de Viseu, começou o seu percurso nesta Faculdade na licenciatura em Engenharia Informática, em 2014. Desse tempo recorda que a adaptação foi fácil e que os dois primeiros anos foram simples, só o último ano da licenciatura foi mais complicado, ainda que não tenha constituído um problema, pelo contrário, acabou por funcionar como preparação para o mestrado na mesma área – Engenharia Informática. Foi nessa ocasião que começou a trabalhar no NLX – Grupo de Fala e Linguagem Natural da Faculdade no âmbito da dissertação "Portuguese ↔ Chinese Neural Machine Translation", orientada por António Branco, professor do Departamento de Informática da Ciências ULisboa e coordenador daquele Grupo.

Rodrigo Santos na PRPOR 2020
O júri do prémio valorou muito positivamente o demonstrador web apresentado por Rodrigo Santos. Em março passado o jovem ingressou no doutoramento em Informática continuando a trabalhar no NLX
Fonte PROPOR 2020

“Achei que era uma boa oportunidade”, diz Rodrigo Santos. Tinha razão: O trabalho premiado recentemente apresenta resultados superiores à baseline do Google Translate para este par de línguas. Por isso mesmo o júri do prémio valorou muito positivamente o demonstrador web disponibilizado, comentando que se trata de um trabalho muito bem-apresentado e realizado com uma metodologia baseada nos mais recentes avanços em Neural Machine Translation (NMT).

Também foi com grande satisfação que António Branco viu o júri do prémio reconhecer todo o empenho do seu aluno, considerando a atribuição muito justa. “O melhor comentário que posso fazer é destacar as palavras do júri: ‘Os resultados melhoram o estado da arte em NMT num par de línguas com poucos recursos paralelos (Português/Chinês), ultrapassando mesmo o Google Translator para esse par’”, diz António Branco. Rodrigo Santos foi um dos membros do NLX que visitou o Laboratório de Inteligência Artificial da Lenovo, na China, o ano passado. Durante o acontecimento a comitiva do NLX apresentou o LX-Translator, um serviço online de tradução automática neuronal Português/Chinês, desenvolvido por Rodrigo Santos durante o mestrado.

Rodrigo Santos terminou com sucesso o mestrado em setembro de 2019, salientando a esse propósito a mais-valia que foi desenvolver a sua tese naquele grupo de investigação. “Ali tinha acesso à parte teórica e prática”, conta. Em março passado ingressou no doutoramento em Informática continuando a trabalhar no NLX. “É muito bom. Ajudamo-nos uns aos outros e os resultados têm sido muito positivos”, conclui.

Ana Subtil Simões, ACI CIências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt