Opinião

Qual a importância do apoio psicológico no ensino superior?

O apoio psicológico surge assim como uma resposta a estas questões, através de intervenções de dois tipos: preventiva e remediativa

ACI Ciências
Andreia Santos
Andreia Santos
Fonte ACI Ciências

A entrada na faculdade é muito mais do que a transição para uma nova etapa académica, é o início de uma aventura no próprio desenvolvimento, onde se passa de jovem a adulto. Esta fase acarreta desafios para o próprio e nas relações com os outros, ficando este jovem adulto entre o medo e o desejo de crescer com tarefas académicas, sociais, pessoais e vocacionais para fazer face, simultaneamente.

A nível académico, há uma exigência de adaptação a diferentes e mais complexas metodologias de trabalho. A nível social há um confronto com a necessidade ou a possibilidade de estabelecer relações mais íntimas ou profundas com os outros, fora do contexto familiar. A nível pessoal há um desenvolvimento de um sentido de identidade e uma maior consciência de si próprio, levando a reflexões sobre a própria maneira de ser e até sobre os modelos familiares. Por fim, a nível vocacional trata-se de uma fase que percorre a descoberta de uma identidade vocacional até à procura de emprego e transição para o mercado de trabalho.

Todos estes desafios fazem parte de um processo natural de crescimento. Contudo, estas tarefas de desenvolvimento, com as exigências nelas implícitas, podem trazer, em alguns momentos, dúvidas, conflitos e outros sinais de desconforto físico e psicológico (ex.: sintomas de ansiedade, depressão).

O apoio psicológico surge assim como uma resposta a estas questões, através de intervenções de dois tipos: preventiva e remediativa. Das intervenções preventivas, fazem parte, por exemplo, os programas de mentorado. As intervenções remediativas, por outro lado, procuram dar resposta a dificuldades ou dúvidas face a problemas de vida e as suas implicações na saúde mental, através de um acompanhamento individual.

Na faculdade de Ciências, o GAPsi é o gabinete responsável por este apoio psicológico e está disponível para te dar todo o apoio caso identifiques algum tipo de necessidade a este nível.

Andreia Santos, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt