Alunas de CIÊNCIAS vencem Hackathon da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa seguram o prémio de primeiro lugar na segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Catarina Lima

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa, estudantes do Mestrado em Engenharia Biomédica e Biofísica de CIÊNCIAS, venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa, que se realizou a 18 e 19 de maio na sede da SONAE no Porto. Irão agora poder tornar a sua ideia realidade, numa terceira fase da competição que conta com um programa de mentoria de um mês, conduzido por especialistas de várias áreas, para angariação de parceiros e aceleração do desenvolvimento do negócio.

O Learn it VR, projeto que lhes garantiu o primeiro lugar do pódio, consiste num software de aprendizagem imersiva em Realidade Virtual (VR) e tem como objetivo aumentar a motivação dos alunos para estudar, proporcionando uma maior retenção do conteúdo escolar. Para tal, utiliza simulações que transformam as crianças em participantes ativos no seu próprio processo de aprendizagem. Os conteúdos têm como público-alvo os alunos do 1º ao 12º ano e estão pensados para se adaptarem às necessidades individuais do utilizador, podendo ser repetidos.

“Receber esta distinção deixou-nos muito contentes”, confessam as vencedoras. “Como alunas de Engenharia, sempre fomos incentivadas a resolver problemas do mundo real. Aplicar essa abordagem em áreas como a Educação dá-nos imenso gosto. Somos apaixonadas pela vertente mais empreendedora de CIÊNCIAS e por utilizar processos para melhorar a vida das pessoas”.

O Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa divide-se em três fases: Academy, Hackathon e Pre-Accelaration Program. Na primeira fase, os estudantes tiveram acesso a vídeos criados por especialistas para fomentar uma mentalidade empreendedora. Na segunda fase, quinze equipas competiram na criação de um Minimum viable product (MVP). A terceira fase consistirá num programa de mentoria para aceleração dos 3 projetos vencedores.

Marco Matos, Gabinete de Imagem e Conteúdos Digitais da DCI CIÊNCIAS
mmomatos@ciencias.ulisboa.pt