Página Pessoal

Mário Cachão

Contactos

Departamento de Geologia

Sala/Gabinete Sala C6, 4 Piso, Sala 55 (6.4.55)
Ext. Principal 26494 Ext. Alt 26455
Telefone Direto 217500362
Email mcachao@ciencias.ulisboa.pt

Carreira Docente Universitário
Categoria Professor Associado

Indicadores

ResearcherID
Orcid
Scopus

Palavras Chave

Keywords


Currículo Resumido

Mário Albino Pio Cachão é professor associado no Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, onde realizou a sua licenciatura, provas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica (=mestrado), doutoramento e Agregação desde que ingressou como docente em 1985. Os seus interesses científicos situam-se na área da Paleontologia, em particular estudos de paleoecologia e paleoceanografia quantitativa de associações de Nanofósseis calcários. Desenvolve actividade de divulgação científica e ensino não-formal de Geologia como coordenador e dinamizador do Programa Rocha Amiga. É co-coordenador da ProGEO Portugal e consultor de Geoparques. É Coodenador do Mestrado em Ciências do Mar da FCUL. É autor ou co-autor de cerca de uma centena publicações científicas (and counting).


Interesses Científicos

Micropaleontologia, nomeadamente:

- Biostratigrafia do Neogénico baseada em Nanofósseis calcários;

- Paleoecologia de Nanoplâncton calcário e de ascídeas (Didemnidae), em domínio oceânico, nerítico e parálico;

Paleontologia s. l. através do desenvolvimento de estudos paleontológicos no Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e, no período de 1990 a 2004, no ex- Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa, nomeadamente em somatofósseis de invertebrados (Pectinídeos, Equinodermes) e vertebrados (Dinossáurios) e icnofósseis de bioturbação e bioerosão, do Neogénico, Cretácico, Jurássico e Paleozóico Inferior.

Paleoecologia quantitativa, em particular no que diz respeito à aplicação de métodos de tratamento informático de dados numéricos (Análise Estatística Multivariada, Análise Multivariada de Morphons, Análise Espectral e Análise Fractal) na interpretação de séries temporais do Pliocénico e Quaternário.

Geologia do Quaternário, nomeadamente:

- estudo morfométrico de espécies de Nanoplâncton calcário e suas implicações paleoceanográficas (Alterações Globais) ao nível do Atlântico;

- estudo paleoecológico e tafonómico de Nanofósseis calcários em ambientes neríticos;

- estudo evolutivo de ambientes litorais, com especial incidência na reconstrução paleoambiental de espaços lagunares e estuarinos desde o Último Máximo Glaciar, com base no registo em Nanoplâncton calcário;

- registo de Nanoplâncton calcário em depósitos tsunamigénicos actuais e pretéritos.

Geologia do Neogénico, nomeadamente na Paleogeografia e Evolução tectono-sedimentar do Neogénico de Portugal continental e, mais recentemente, das ilhas dos nossos arquipélagos atlânticos, com registo fóssil significativo (Porto Santo, Santa Maria) bem como da restante Macaronésia (e.g. Maio, Cabo Verde).

Ecologia de Cocolitóforos em ambientes neríticos ao largo da Península Ibérica.


Scientific Interests

Main scientific area of research :

Micropaleontology of Calcareous nannofossils of the Cenozoic (Biostratigraphy, Paleoecology).

Other scientific areas of interest :

Paleoceanography, Ecobiostratigraphy, Global Change, Chaos Theory, Invertebrate and Vertebrate Paleontology, Taphonomy, Bioturbation and bioerosion, Computation, Tectonics, Sedimentology.


Publicações selecionadas
  • CACHÃO, M. & MOITA, T. (2000) - Coccolithus pelagicus, a productivity proxy related to moderate fronts off Western Iberia, Marine Micropaleontology, 39(1/4): 131-155. DOI: 10.1016/S0377-8398(00)00018-9; WOS: 000088058100010
  • GUERREIRO, C.; CACHÃO, M.; PAWLOWSKY-GLAHN, V.; OLIVEIRA, A. & RODRIGUES, A. (2015) – Compositional Data Analysis (CoDA) as a tool to study the (paleo)ecology of coccolithophores from coastal-neritic settings off central Portugal. Sedimentary Geology , 319: 134 – 146. DOI: 10.1016/j.sedgeo.2015.01.012
  • FERREIRA, J.; MATTIOLO, E.; PITTET, B.; CACHÃO, M. & SPANGENBERG, J.E. (2015) – Paleoecological insights on Toarcian and lower Aalenian calcareous nannofossils from the Lusitanian Basin (Portugal). Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology, 436: 245 – 262. DOI: 10.1016/j.palaeo.2015.07.012.
  • ZACZEK, K.; TROLL, V.R.; CACHÃO, M.; FERREIRA, J.; DEEGAN, F.M.; CARRACEDO, J. C.; SOLER, V.; MEADE, F. C. & BURCHARDT, S. (2015) - Nannofossils in 2011 El Hierro eruptive products reinstate plume model for Canary Islands. Scientific Reports, Nature, 5 p. DOI: 10.1038/srep07945
  • JOHNSON, M.E.; BAARLI, B.G.; SILVA, C. M. da; CACHÃO, M.; RAMALHO, R. S.; SANTOS, A.; & MAYORAL, E. (2016) – Recent rhodolith deposits stranded on the windward shores of Maio (Cape Verde Islands): Historical resource for the local economy. Journal of Coastal Research, 32 (4): 735-743. ISSN 0749-0208