Testemunhos

Testemunhos

“Cresci em termos profissionais mas também em termos pessoais. Pude alargar a minha rede de contactos de trabalho e abri perspetivas para o futuro. Inclusivamente, após o fim do meu estágio, fui convidada a trabalhar noutros projetos com a minha supervisora de estágio. Depois deste estágio, penso que adquiri uma grande vantagem para fazer face ao mundo competitivo e exigente da investigação”. (Cátia Caeiro, Reino Unido, University of Portsmouth, Leonardo da Vinci, 2012)

Cátia Caeiro, Reino Unido, University of Portsmouth
Cátia Caeiro, Reino Unido, University of Portsmouth

“É uma experiência única que ultrapassa o universo laboral e nos leva a um alargar de horizontes tanto a nível profissional como pessoal. Neste sentido, durante os seis meses que passei na Escandinávia, senti-me como uma pequena esponja a absorver informação.” (Inês Nunes, Dinamarca, Universidade de Copenhaga, Leonardo da Vinci, 2012)

Inês Nunes, Dinamarca, Universidade de Copenhaga
Inês Nunes, Dinamarca, Universidade de Copenhaga

“Tive a oportunidade de fazer a minha tese de Mestrado na Holanda através do programa Erasmus e de lá voltar com uma bolsa do programa de mobilidade Leonardo Da Vinci. Duas mobilidades internacionais que muito me deram de volta. Após a ultrapassagem dos desafios iniciais da língua, de uma sociedade nova, do budget mensal, ficou o espaço para novas oportunidades e experiências, para o convívio com diversas culturas e para as amizades que perduram no tempo e espaço. Não me arrependo destas duas oportunidades que ajudaram a lançar-me no mercado de trabalho internacional e enriqueceram o meu currículo e os meus contactos profissionais e pessoais. Recomendo a toda a gente que tenha (ou não) um espírito aventureiro!” (Sara Henriques, Leiden University Medical Center, Erasmus 2011-2012 e Leonardo da Vinci 2013).

Sara Henriques, Holanda, Leiden University Medical Center
Sara Henriques, Holanda, Leiden University Medical Center

"A minha aventura começou sem qualquer expectativa, pois não sabia o que me esperava. Ao longo de dois meses criei amizades, ganhei experiência e aprendi novas tradições e culturas, já que tive colegas desde Equador, Brasil, Panamá, China, Tailândia, Hungria, Alemanha e claro da Republica Checa. Para além disso trabalhei numa faculdade que proporcionou mais conhecimento e experiência na área do ambiente, relacionada com a Química. Fruto da minha experiência recomendo vivamente a outros estudantes a participarem nesta aventura multicultural." (Vanessa Baião, estágio IAESTE, República Checa 2014).

Vanessa Baião, República Checa
Vanessa Baião, República Checa