Sobre

História

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa foi criada por Decreto de 19 de abril de 1911, tendo comemorado em 2011 o seu 1.º centenário.

Desde a sua criação e até 1985, ano em que ocorreu a transferência para as novas instalações do Campo Grande, a Faculdade de Ciências esteve sediada no edifício que anteriormente acolhia a Escola Politécnica e, antes desta, desde o início do século XVII, outras instituições culturais e científicas de grande relevo. Para além desta tradição comum, a Faculdade de Ciências assume a herança histórico-cultural e científica das suas antecessoras:

  • O Noviciado da Cotovia (1619-1759);
  • O Real Colégio dos Nobres (1761-1837);
  • A Escola Politécnica (1837-1911).

A Faculdade de Ciências, enquanto unidade orgânica integrante da Universidade de Lisboa, enraiza-se também na história da fundação desta instituição universitária. A par da história recente, será interessante recordar o conturbado processo de criação e de funcionamento da Universidade de Lisboa, nas palavras de A. Moreira Sá:

"A Universidade Portuguesa foi fundada por D. Dinis, por Diploma de 1 de Março de 1290, sendo deslocada para Coimbra em 1308; trinta anos depois foi de novo transferida para Lisboa para, em 1354, se instalar de novo em Coimbra. Contudo, D. Fernando ordenou, a 3 de Junho de 1377, novamente a sua transferência para Lisboa onde se manteve, sem interrupção, durante 160 anos, justamente o período dos Descobrimentos para os quais contribuiram diversos dos seus alunos e professores; citemos entre muitos outros o navegador Gil Eanes e duas figuras cimeiras da Ciência do seu tempo: Pedro Nunes e Garcia de Orta".

Presentemente, o edifício da Rua da Escola Politécnica acolhe o Museu da Universidade de Lisboa (Museu Nacional de História Natural e da Ciência), importantes e raras instalações museológicas com atividades no âmbito das Ciências.

O Centenário da FCUL

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa comemorou em 2011 o seu 1.º centenário.

Mais do que recordar o passado, essa comemoração constituiu um forum alargado de projeção da imagem da FCUL como uma instituição de prestígio, agregadora de todo um património humano e científico que lhe permite aproveitar os desafios do presente para criar futuro.

 
 

Factos e Números